<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=633097343493783&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">
canal-comstor-logo
O blog dos negócios de TI.
Comstor Americas
  • 14 dicas de marketing para revendas de TI
  • 11 dicas de Big Data para Pequenas e Médias empresas
  • A Cisco e a Internet de todas as Coisas
  • 14 dicas de marketing para revendas de TI
  • 11 dicas de Big Data para Pequenas e Médias empresas
  • A Cisco e a Internet de todas as Coisas

3 razões para transformar sua revenda em uma MSSP

Publicado em 14/set/2017 5:00:00

Entenda de que maneira ser provedora de serviços gerenciados de segurança permite que seu negócio atraia mais clientes.

 

3 razões para transformar sua revenda em uma MSSP

MSSP é a sigla para Managed Security Services Providers, em português Provedoras de Serviços Gerenciados de Segurança, sendo as responsáveis por monitorar e gerenciar ambientes de TI remotamente.

 

Já vimos aqui no blog de que maneira os serviços gerenciados podem beneficiar os clientes finais de revenda, mas mais do que isso, é necessário entender por quais motivos esses serviços podem ser um benefício para as próprias revendas.

 

Revendas que se tornam MSSP, podem, mais do que trabalhar com equipes de segurança, se tornar essa equipe, ampliando seu papel nos negócios dos clientes e formando uma equipes de diversos especialistas para suprir as necessidades do mercado, alcançando mais clientes.

É em decorrência do aumento do cibercrime, da necessidade de maior disponibilidade dos dados e pela possibilidade de garantir maior controle das defesas que as empresas procuram serviços gerenciados de segurança. Isso tem aumentado cada vez mais os investimentos em consultorias e terceirização, criando um mercado lucrativo para as revendas.

 

Existem 3 motivos principais, baseados nesse contexto, que levam os clientes a procurarem por esses serviços. Conheça-os agora:

 

1. Seus clientes estão lutando para contratar talentos em segurança de TI

 

Diversos estudos e pesquisas com os responsáveis por tomar as decisões de TI em empresas apresentam como resultado uma crescente preocupação com a falta de habilidades entre os colaboradores em segurança de TI, incluindo habilidades específicas como detecção de invasões, segurança no desenvolvimento de softwares e mitigação de ataques.

 

Preencher vagas de segurança com candidatos qualificados tem se mostrado um grande desafio, o que torna os serviços gerenciados de segurança uma solução perfeita. Isso porque os custos para o cliente são menores do que o da contratação deste profissional, e a revenda tem o suporte de diferentes clientes para pagar por este especialista.

 

2. Consumidores têm preferido soluções as-a-Service

 

Diversos serviços na área de Tecnologia da Informação se estruturam por meio de vendas por assinatura, fazendo com que o consumidor tenha maior confiança em pagamentos anuais ou mensais para soluções da área de TI, principalmente entre as pequenas e médias empresas. É uma das formas que estes negócios buscam para garantir que a contratação de soluções se mantenha dentro do orçamento, ao mesmo tempo em que tenham acesso aos recursos de que necessitam.

 

O movimento que se percebe, no momento, a partir da aceitação desse modelo de vendas, é de substituição da busca por compra de licenças de software com fundos de capital limitado (Capex), por um investimento que ofereça uma solução de segurança atualizada com uma taxa mensal ou anual fixa, como é o caso dos serviços gerenciados de segurança.

 

Security-as-a-Service (SECaaS) oferece as vantagens de reduzir o volume de capital que é preciso investir para garantir a segurança em TI, possibilitando os benefícios de garantir, mais do que softwares, mas também o monitoramento das redes, identificação e remoção de malwares, reparos e restauração. Além disso, esses serviços garantem maior automação, reduzindo custos e ampliando a produtividade das equipes.

 

3. As empresas precisam de educação sobre cibercrime

 

O crescimento de crimes no meio digital tem sido, também, um fator importante para aumentar as contratações de serviços de segurança gerenciada. Os frequentes ataques ransomware tem elevado as atenções para a segurança de dispositivos móveis e IoT, despertando as atenções, ainda, para sua rápida evolução.

 

Revendas que trabalham com esses serviços estão aptas a oferecer uma consultoria a seus clientes, orientando e educando as equipes sobre as mais recentes ameaças e auxiliar no planejamento de uma segurança mais eficiente, garantindo que riscos e vulnerabilidades sejam abordados de maneira correta, prioritária e econômica.

14 dicas de marketing para revendas de TI

Ainda que o grande avanço e evolução dos cibercrimes, principalmente ataques ransomware, os altos custos de profissionais capacitados e com habilidades específicas e a falta de conhecimentos mais profundos sobre como antecipar e evitar ataques às redes corporativas sejam uma grande motivação para que empresas contratem esses serviços, é necessário mais.

 

Se tornar um MSSP exige que as revendas tenham grande atenção e conhecimento sobre os negócios de seus clientes, entendendo os regulamentos da indústria no setor em que atuam e o nível de sensibilidade de cada um de seus dados. É necessário avaliar riscos constantemente e checar sempre todas as vulnerabilidades, identificando e mitigando cada uma delas. Apenas assim é possível oferecer um serviço de qualidade e contribuir para que os negócios de ambos cresçam.

 

 

Fontes:

https://www.bsminfo.com/doc/reasons-it-s-the-right-time-to-become-an-mssp-0001?vm_tId=1997685&user=281551c5-fd08-4f46-9e07-8c117e771a6f&utm_source=et_6212456&utm_medium=email&utm_campaign=BSMNS_05-09-2017&utm_term=281551c5-fd08-4f46-9e07-8c117e771a6f&utm_content=3+Reasons+It%2527s+The+Right+Time+To+Become+An+MSSP

http://mspmentor.net/blog/3-reasons-msps-should-embrace-broader-role-mssp-1

Categorias: Mercado de TI, Segurança, Revendas de TI, Equipe de TI, MSSP, Ambiente de TI, Cibercrime