<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=633097343493783&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">
canal-comstor-logo
O blog dos negócios de TI.
Comstor Americas
  • Transformação Digital e oportunidades para revendas de TI na educação
  • 7 benefícios da videoconferência: colaboração e comunicação a favor de bons negócios
  • 14 dicas de marketing para revendas de TI
  • Transformação Digital e oportunidades para revendas de TI na educação
  • 7 benefícios da videoconferência: colaboração e comunicação a favor de bons negócios
  • 14 dicas de marketing para revendas de TI

7 dicas para gerenciar um Data Center definido por software

Publicado em 21/ago/2017 5:00:00

Gerenciamento cria ‘pool’ de alternativas agregando maior capacidade e melhor acompanhamento.

 

7 dicas para gerenciar um Data Center definido por software

O Data Center definido por software (SDDC) já faz parte da rotina de muitas empresas. Esse gerenciamento virtualiza toda a infraestrutura de um sistema, passando a oferecer como serviço a computação, a rede e o armazenamento, seguindo a tendência “tudo como serviço” (everything as a service).

 

Entre os benefícios está a criação de um conjunto de alternativas agregando maior capacidade, melhor coordenação, eficiência e o que é melhor, divide as aplicações conforme a real necessidade da empresa, o que permite um comando com melhores resultados.

 

Além disso, fazer o gerenciamento do Data Center por software garante maior eficiência e agilidade nos armazenamentos em Nuvem. Esse processo oferece também outros benefícios, como por exemplo, reduções no custo e na complexidade da infraestrutura para armazenar todos os dados necessários.

 

Sendo o procedimento cada vez mais comum nas empresas, preparamos 7 dicas que poderão ajudar na gestão do SDDC:

 

1. Planejamento

como qualquer alteração empresarial a implantação da nova tecnologia necessita de um planejamento sistemático e divisões de funções. Não basta apenas promover a mudança, é preciso de um acompanhamento permanente para que o serviço seja implantado satisfatoriamente.

 

2. Gerenciamento global

é preciso ter uma ideia global do ambiente para poder saber dos pontos positivos e negativos. Entendendo o que existe em seu ambiente, o gerenciamento pode ser feito com maior eficiência já que é possível gerenciar as alterações que acontecem no local, além de poder trabalhar as conexões dos aplicativos e outros serviços. Surgindo qualquer sinal de que as coisas não estão indo como o previsto, os técnicos precisam ser rapidamente acionados.

 

3. Excelência

é essencial que o Data Center esteja sempre em boas condições de uso, de preferência em perfeito estado de funcionamento, com respostas rápidas aos usuários. Afinal, nesse segmento ou em qualquer outro setor de uma empresa, departamento parado significa faturamento a menos, então, a excelência deve ser prioridade nesse tipo de serviço. No entanto, sabe-se que falhas, problemas ou imprevistos podem existir. Nessa hora, os profissionais de TI devem entrar em cena o mais rápido possível e diminuir o tempo de inatividade do sistema. 

 

4. Foco no que deu errado

como mencionado acima, imprevistos podem acontecer. Nessa hora, é preciso ter disciplina para resolver a questão o mais rápido possível e descobrir rapidamente o problema em sua origem. Um relatório com o erro e a forma como foi corrigido é importante para informar os outros membros da equipe como o processo foi aprendido.

 

5. Invista em segurança

o mundo virtual é vulnerável e a segurança é essencial para qualquer empresa. Todos os arquivos, independentemente de onde eles sejam armazenados, precisam estar protegidos dos mais variados tipos de ataques. É preciso aplicar todo o conhecimento adquirido no trabalho de Data Centers tradicionais e complementar com as funções de um ambiente virtual. No mercado, são muitas as ferramentas possíveis de serem adquiridas para que se aumentem as camadas de proteção dos sistemas, sendo que cada uma delas deve ser protegida com especificações próprias.

New Call-to-action

6. Otimização

otimizar o Data Center pode trazer muitos benefícios para a empresa, entre elas, a redução na conta de energia elétrica. Isso porque servidores locais que consomem mais energia passaram a ser substituídos por servidores mais modernos e consequentemente mais econômicos. Sem contar que todas as informações passariam a ser armazenadas em um único local.

 

7. Automação

apostar em ferramentas de automação é um ganho para a gestão dos centros de dados virtualizados, especialmente para que possam ser aproveitados todos os benefícios de escalabilidade que o novo formato propõe. Mas, como em qualquer setor ela necessita ser monitorada para garantir que cada fase seja executada de forma programada. Com relatórios em mãos, é preciso analisar se todos os processos estão sendo executados de forma satisfatória para avançar na automação de outros componentes de forma ponderada. 


Como se pode perceber, o gerenciamento de Data Center definido por software pode trazer inúmeros benefícios. No entanto, sua aplicabilidade necessita de acompanhamento sistemático por parte de profissionais capacitados para desempenhar a função.

 


Fontes:
http://convergecom.com.br/tiinside/services/17/06/2017/dicas-para-gerenciar-um-data-center-definido-por-software/

http://www.segs.com.br/info-ti/68623-dicas-para-gerenciar-um-data-center-definido-por-software.html

http://cio.com.br/opiniao/2017/06/04/como-gerenciar-um-datacenter-definido-por-software/

http://cio.com.br/tecnologia/2016/12/13/data-center-em-2017-desafios-e-tendencias/

Categorias: Cloud Computing, Data Center, Virtualização