<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=633097343493783&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">
canal-comstor-logo
O blog dos negócios de TI.
Comstor Americas
  • Transformação Digital e oportunidades para revendas de TI na educação
  • 7 benefícios da videoconferência: colaboração e comunicação a favor de bons negócios
  • 14 dicas de marketing para revendas de TI
  • Transformação Digital e oportunidades para revendas de TI na educação
  • 7 benefícios da videoconferência: colaboração e comunicação a favor de bons negócios
  • 14 dicas de marketing para revendas de TI

9 passos para o CIO manter motivada sua equipe de TI

Publicado em 16/mar/2017 5:00:00

Os profissionais têm, cada vez mais, buscado satisfação pessoal no ambiente de trabalho.

9 passos para o CIO manter motivada sua equipe de TI

Encontrar e reter talentos está no topo dos desafios mais citados entre os CIOs. De acordo com recente pesquisa do Gartner, instituto de pesquisas e consultoria global, 66% dos executivos de TI sinalizaram que existe uma escassez de talentos e que, por isso, formar e manter equipes motivadas é uma tarefa bastante árdua.

 

E motivação não está apenas relacionada a dinheiro: atualmente, mais do que um bom salário e uma lista recheada de benefícios, os profissionais têm buscado satisfação pessoal, que passa por questões como um lugar agradável para trabalhar e até mesmo a interação com seus pares. Outro fator bastante ligado à motivação é o relacionamento entre liderados e a liderança, e isto envolve uma relação mais próxima, com uma comunicação cordial, clareza em metas e objetivos considerados relevantes e feedbacks constantes. Especialistas do Gartner avaliaram durante a pesquisa que colaboradores que se sentem engajados e parte importante do processo de trabalho são mais produtivos e tendem a permanecer mais tempo na empresa.

 

Dessa forma, uma equipe motivada exige que a liderança entenda os anseios dos liderados e que desperte sua satisfação pessoal. Confira alguns passos importantes nesse sentido:

 

1-Saiba ouvir

Ser ouvido é uma necessidade básica relatada por profissionais. Por isso, se você alcançou uma posição de líder, dedique-se a ouvir sua equipe. Isso pode ser feito em reuniões coletivas, por exemplo. Reserva cerca de 60 minutos, sendo a maior parte deste tempo, entre 30 a 45 minutos, para ouvir e o tempo restante para falar e dar feedbacks.

 

2- Faça reuniões individuais

Sim, elas são necessárias, mesmo se você já tenha feito as reuniões coletivas, com toda a equipe. Entenda esse tipo de abordagem como um tempo qualificado, para tentar extrair dos colaboradores o que realmente os incomoda ou os motiva, dificuldades no trabalho e estratégias para ajudar na medida do possível.

 

 

3- Mapeie obstáculos

Identificar motivadores pessoais ou mesmo pontos de satisfação comuns entre os colaboradores é um caminho importante para dar continuidade aos próximos passos no seu papel de líder. Após identificar obstáculos, forneça elementos para que o colaborador siga adiante e se engaje nos projetos mais significativos para ele.

 

Algumas perguntas podem ajudar o CIO nesse aspecto, tais como: “o que precisa acontecer para você se conectar a esse trabalho?” ou “quais obstáculos nós podemos antecipar para vincular você a essa atividade?”. Em muitos casos, o simples fato de haver essa comunicação com a liderança já oferece mais confiança para que o funcionário se engaje em um ou mais projetos.

 

7 problemas que impedem o sucesso da equipe de TI e como resolvê-los

 

4- Reconhecimento  

Não exite em expressar reconhecimento quando identificar uma dedicação especial para a realização de um trabalho. Se ele tiver resultado positivo, reforce individual e coletivamente o quão importante esse resultado foi ou será para todos.

 

5- Saiba reorientar o foco de trabalho ou estratégias

Uma vez que a sintonia com a equipe está fluindo com o estabelecimento dos passos acima, e que o CIO e o funcionário identificaram o “o que” e o “como” fazer, é preciso observar a necessidade de reorientação de foco e de estratégias de trabalho, buscando se adaptar a novos obstáculos que surgirem ao longo dos projetos. Dessa forma, alterar equipes, reorganizar parceiros e permitir mudanças práticas vai possibilitar a continuidade dos trabalhos que seriam inviabilizados por rigidez excessiva e falta de diálogo.

 

6- Tenha planos de ações individuais

O CIO pode, por exemplo, criar e estabelecer um plano com o colaborador  e seguir esse planejamento. Dessa forma, ambos saberão o que se espera do trabalho e o que pode ser cobrado a cada tempo, bem como rever prazos ou realizar alterações necessárias de forma conjunta.

 

7- Apoie as mudanças

Saber ouvir, identificar obstáculos, estabelecer metas conjuntas e acompanhar o trabalho do colaborador é muito importante, assim como manter regularmente a conversa sobre motivadores para observar como está o sentimento em relação ao trabalho, atribuições e responsabilidades. Reforça-se neste ponto a necessidade do diálogo constante e a abertura para mudanças que porventura forem identificadas, como necessidade de mudança entre equipes, alterações de funções, tarefas e atribuições e até mesmo reposicionamento dentro de novos projetos.

 

8- Invista no ambiente de trabalho agradável  

Uma vez que os funcionários passam grande parte do tempo dentro da empresa, é fundamental tornar esse período agradável para todos. Pode-se investir em espaços que sirvam de interação do pessoal em intervalos do expediente, como uma sala de TV ou áreas com assentos para descanso, por exemplo. Em locais onde não há áreas sobrando para esse uso, pode-se melhorar a qualidade dos espaços que já existem, como a personalização da copa para o cafezinho. Nesse caso, apenas algumas modificações nas regras internas, como a limitação de tempo ou de conversa no local, além de estimular que cada colaborador dê seu toque ao espaço,  pode tornar o ambiente mais informal, trazendo realmente uma sensação de bem estar.  

 

9- Valorize os relacionamentos

Como líder, procure não cultivar a competitividade negativa entre os colaboradores. Isso não significa não saber reconhecer bons resultados, mas sim relacionar o que está dando certo e replicar boas práticas. Estimular o ambiente colaborativo e aberto ao diálogo transparente é fundamental para atingir os objetivos da área e dos negócios como todo.

 

 

Fontes:

http://ipnews.com.br/cinco-passo-para-manter-equipes-de-ti-motivadas/

http://exame.abril.com.br/pme/3-estrategias-para-manter-sua-equipe-motivada-de-graca/

https://findup.com.br/7-maneiras-de-manter-os-funcionarios-de-ti-motivados-no-trabalho/

http://www.itforum365.com.br/gestao/governanca/como-engajar-e-estimular-colaboradores




Categorias: Equipe de TI