<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=633097343493783&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">
canal-comstor-logo
O blog dos negócios de TI.
Comstor Americas
  • Transformação Digital e oportunidades para revendas de TI na educação
  • 7 benefícios da videoconferência: colaboração e comunicação a favor de bons negócios
  • 14 dicas de marketing para revendas de TI
  • Transformação Digital e oportunidades para revendas de TI na educação
  • 7 benefícios da videoconferência: colaboração e comunicação a favor de bons negócios
  • 14 dicas de marketing para revendas de TI

A TI como aliada da Supply Chain

Publicado em 1/nov/2017 5:00:00

Entenda como soluções de TI podem auxiliar na otimização da gestão de cadeias de suprimentos, oferecendo melhores resultados aos negócios.

 

A TI como aliada da Supply Chain

Supply Chain, em português chamado de cadeia de suprimentos, é o nome que se dá ao conjunto de processos e aos diferentes possíveis caminhos que são percorridos pelos produtos desde o momento em que a matéria-prima é retirada até a chegada dele ao consumidor final, atendendo à demanda.

 

Em termos mais práticos, Supply Chain é o processo de compra de insumos ou matérias-primas, de logística de transporte e armazenamento, de produção do produto ou serviço a ser oferecido, de desenvolvimento, produção e uso de embalagens, de gerenciamento interno, venda, distribuição, além da estruturação da infraestrutura física e de todas as etapas de suportes necessários para que o produto seja idealizado, projetado, produzido e vendido.

 

Ainda que muito pensem que Supply Chain considera apenas a gama de atividades relacionadas aos processos da empresa, é necessário destacar que leva em consideração, também, o atendimento e relacionamento com o consumidor, o fluxo financeiro e o marketing desenvolvido.

 

Assim, mais do que um conjunto de atividades corporativas, esse conceito observa a relação entre empresas, mercado, fornecedores, distribuidores, vendedores e clientes.

 

Buscar pela estruturação de uma cadeia de suprimentos é essencial para garantir a eficiência e eficácia dos processo, melhorando as vantagens competitivas das empresas. Mas para que melhores resultados sejam alcançados, é necessário gerenciar essa cadeia.

 

Uma gestão eficiente de Supply Chain é aquela capaz de reduzir custos e aumentar a produtividade e alinhamento de suas etapas. Existem diversas tecnologias capazes de auxiliar os gestores a alcançarem melhores resultados.

 

Conheça 4 formas de utilizar soluções de TI para reduzir custos e otimizar a Supply Chain das empresas.

 

1. Analytics, Big Data e a redução de desperdícios

 

Informação é uma das principais ferramentas para que os negócios obtenham melhores resultados. A aplicação de ferramentas de analytics para analisar os fluxos de dados da empresa, avaliando onde os recursos estão sendo utilizados e onde a cadeia apresenta falhas, é uma das principais formas de identificar os pontos que podem ser otimizados e de que maneira é possível remanejar os investimentos para tornar o processo mais eficiente.

 

Muitas das informações essenciais para o crescimento de um negócio podem ser encontradas analisando o Big Data, observando os padrões e processos para identificar novas oportunidades que possam alavancar a lucratividade da empresa.

Supply Chain Westcon-Comstor Americas

2. Automação dos processos

 

Por meio da automatização de funções repetitivas é possível tornar os preços mais acessíveis aos consumidores e permitir uma realocação dos profissionais para atividades mais críticas, adotando um posicionamento estratégico para todo o negócio.

 

Além disso, esse melhor aproveitamento da mão de obra dos colaboradores da empresa e de suas expertises contribui para que a produtividade do negócio seja ampliada, gerando melhores resultados para todo o processo.

 

3. Softwares e a escolha de fornecedores

 

Os softwares destinados à gestão de Supply Chain permitem que uma rede privada seja criada entre negócio e fornecedores. Essa facilidade de comunicação e avaliação garante que o negócio seja feito com os parceiros adequados, capazes de atender necessidades e expectativas.

 

Um controle mais eficiente dos fornecedores permite, ainda, que negociações sejam mais eficientes e que se tenha uma visão mais ampla da relação com fornecedores, garantindo que investimentos sejam readequados quando necessário e que gastos desnecessários sejam eliminados.

 

4. Acompanhamento em tempo real

 

Existem diversas ferramentas de TI, principalmente as relacionadas à virtualização de processos, que permitem acompanhar os processos em tempo real, não apenas as compras que clientes efetuam, mas toda a evolução da produção, transporte e entrega. Com a computação em nuvem se torna mais fácil disponibilizar informações e manter os dados atualizados para toda a equipe.

 

 

O conceito de Computação em Nuvem já é bem popular entre empresas de diversos segmentos, sendo considerada uma das tecnologias que podem auxiliar no aumento da produtividade, mas ela é apenas um primeiro passo na inserção de Supply Chain na Transformação Digital.

 

É necessário que empresas comecem a adotar tecnologias de Big data, Internet das Coisas, Business Intelligence e Analytics, que oferecem suporte para que os processos de gestão de Supply Chain se tornem mais lineares. São conceitos de tecnologia voltados para melhorar a visibilidade de processos, resultados e oportunidades e que oferecem dados para prever futuros imprevistos e riscos, dando tempo para que a empresa prepare o negócio para enfrentá-los.

 

 

Fontes:

https://www.imam.com.br/logistica/noticias/supplychain/3023-5-maneiras-de-economizar-com-ferramentas-de-gestao-de-supply-chain

https://ibid.com.br/blog/supply-chain-o-que-e-e-quais-areas-abrange/

http://blog.patrus.com.br/entenda-de-uma-vez-por-todas-o-que-e-supply-chain/

http://convergecom.com.br/tiinside/services/12/06/2017/o-supply-chain-ainda-nao-passou-pela-transformacao-digital/

 

Categorias: Soluções de TI, Transformação Digital, Supply Chain, Cadeia de Suprimentos