<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=633097343493783&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">
canal-comstor-logo
O blog dos negócios de TI.
Comstor Americas
  • Transformação Digital e oportunidades para revendas de TI na educação
  • 7 benefícios da videoconferência: colaboração e comunicação a favor de bons negócios
  • 14 dicas de marketing para revendas de TI
  • Transformação Digital e oportunidades para revendas de TI na educação
  • 7 benefícios da videoconferência: colaboração e comunicação a favor de bons negócios
  • 14 dicas de marketing para revendas de TI

5 vilões que roubam a bateria do seu smartphone

Publicado em 4/ago/2014 15:52:00

Conheça algumas das estratégias utilizadas para deixar seu dispositivo conectado, mas não à tomada.

140409 VilõesSmartphone blog resized 600

Com a BYOD consolidada e muitos dos colaboradores já adaptados à utilização de smartphones no ambiente corporativo, o uso constante desse dispositivo móvel para verificar e-mails, detalhes de projetos, entre outras tarefas, tem se tornado quase que uma necessidade para alcançar um aumento na produtividade.

No entanto, apesar da praticidade e agilidade que um smartphone pode fornecer ao colaborador, a duração da bateria geralmente deixa a desejar. Quantas vezes você já se encontrou na situação de estar quase sem bateria, precisando falar ao telefone, enviar um e-mail via 3G ou Wi-Fi e não ter nenhuma forma de recarregar seu dispositivo? Essa é uma cena comum para os usuários de smartphones.

Muitos usuários têm a rotina de recarregar a bateria do aparelho no carro, enquanto dirigem para o trabalho ou na própria mesa de trabalho, mas isso nem sempre é possível.

Pensando nesse problema, o Canal Comstor criou uma lista com as melhores formas de otimizar o desempenho da bateria do seu smartphone.

Vilão #1 - Retorno com vibração

O retorno com vibração é um recurso que faz o smartphone vibrar toda vez que alguma interação ou atividade acontece no dispositivo. Apesar de parecer prático, essa função utiliza o motor de vibração do aparelho, que consome muita bateria em troca.

Talvez seja melhor deixar essa função ligada apenas em interações na interface do celular (digitar uma mensagem, por exemplo) ou quando seu aparelho está em seu bolso, e desligar a vibração do smartphone toda vez que você toca a tela, ou que alguma notificação chegar.

Vilão #2 - Live Wallpapers

Live Wallpapers se tornaram uma mania em smartphones e muita gente gosta de deixar o dispositivo mais vivo e bonito. Mas essa opção de fundo de tela pode drenar boa parte da bateria do seu aparelho. Não é possível saber quanto da bateria que se vai, mas sabemos que eles consomem mais energia, pois utilizam os recursos da CPU e GPU (Graphics Processing Unit) para animar o fundo de tela.

#DICA - Fundos de tela escuros

Essa dica serve mais para dispositivos com telas OLED ou AMOLED e não telas de LCD. Isso porque os pixels em uma tela OLED produzem sua própria luz, diferentemente de uma tela LCD. E quanto mais brilhante o pixel é (o branco, por exemplo), mais energia é usada. A cor preta é praticamente um pixel sem brilho, por isso usa pouca energia. Logo, quanto mais escuro for o fundo de tela, menos bateria seu dispositivo irá consumir.

New Call-to-action

Vilão #3 - Nível de brilho da tela

Basicamente falando: quanto maior o nível de brilho da tela, maior a quantidade de bateria utilizada. Isso também serve para tablets. Quando você estiver em algum lugar fechado, o ideal é definir o menor nível de brilho possível que seja confortável para os seus olhos, pois você geralmente não precisa de brilho extra quando está em algum lugar iluminado, o que poupa bastante sua bateria.

A função de auto definição de brilho também pode ser bem útil. No entanto, a economia de energia dessa função é relativa, pois para que essa ferramenta funcione, é necessário que o sensor de luz do smartphone esteja ligado. Esse sensor consome um pouco de energia do equipamento para detectar a luz ambiente, o que pode exatamente gastar mais energia do seu aparelho.

Vilão #4 - Altas temperaturas

Outro dos grandes inimigos das baterias de lítio-íon que são comumente utilizadas nos atuais aparelhos é o calor. A bateria do seu dispositivo vai se degradar muito mais rápido quando está muito calor, quer o aparelho esteja usado ou só em stand-by.

Para se ter ideia, em uma temperatura média de 25ºC, a taxa de degradação anual da capacidade máxima da bateria de um smartphone é de 20%. Se a temperatura for de 40º C (algo bem próximo do verão brasileiro), a porcentagem aumenta para 35%. A ideia, no entanto, não é guardar seu dispositivo na geladeira, mas evitar de deixá-lo no carro por muito tempo.

Vilão #5 - Carregador sem fio

O carregamento em dispositivos sem fio pode ser bastante conveniente, mas tem uma desvantagem. Os carregadores sem fio indutivos que existem hoje no mercado carregam a bateria, mas automaticamente geram um pouco de calor residual. E apesar do desperdício de energia por calor parecer algo insignificante, o calor vai torrar sua bateria no processo de carregamento.

Por isso, é melhor utilizar os carregadores com fio padrão que vão manter sua bateria em melhor forma, especialmente se você já estiver em algum local mais quente do que o ideal. É um pouco menos conveniente, mas não destrói seu equipamento.

describe the image

Dicas para aumentar sua produtividade no trabalho 

Fonte: 

http://www.techrepublic.com/article/10-tips-for-improving-android-battery-life/#ftag=RSS56d97e7

http://www.androidauthority.com/android-battery-saver-tips-tricks-189882/

http://www.techradar.com/news/phone-and-communications/mobile-phones/12-android-battery-life-tips-and-tricks-697772

http://gizmodo.com/how-to-take-care-of-your-smartphone-battery-the-right-w-513217256

Categorias: Curiosidades, Produtividade