<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=633097343493783&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">
canal-comstor-logo
O blog dos negócios de TI.
Comstor Americas
  • Transformação Digital e oportunidades para revendas de TI na educação
  • 7 benefícios da videoconferência: colaboração e comunicação a favor de bons negócios
  • 14 dicas de marketing para revendas de TI
  • Transformação Digital e oportunidades para revendas de TI na educação
  • 7 benefícios da videoconferência: colaboração e comunicação a favor de bons negócios
  • 14 dicas de marketing para revendas de TI

Colaboração intensa é importante para inovar na Internet das Coisas

Publicado em 24/set/2015 5:00:00

Empresas que querem investir no setor precisam estar alinhadas com parceiros para buscar novas soluções.

Colaboração intensa é importante para inovar na Internet das Coisas

É impossível medir a quantidade de informações que é produzida a cada momento e é certo que ninguém é capaz de acompanhar tudo. Por isso, quando se fala em inovar, as melhores ideias surgem do coletivo.

As mudanças e evolução na Internet são ininterruptas. Hoje, se fala muito de um conceito que além de ligar as pessoas, por meio da rede, conecta as mesmas com objetos, processos e dados de um modo inteligente e sensorial. A combinação de um sistema de identificação eficaz e do uso de tecnologias sensoriais: a Internet das Coisas.

Um facilitador para a evolução desse conceito foi a mobilidade que as pessoas ganharam com instrumentos tecnológicos como smartphones, tablets e notebooks. Com a Internet das Coisas, objetos que antes só poderiam interagir com o ser humano em filmes de ficção, agora estão cada vez mais facilitando a vida de seu usuário como: televisores, geladeiras, óculos, relógios e carros, entre uma gama imensa de facilitadores.

Porém, para que essa evolução continue e inovações aconteçam, é necessário que haja colaboração. Especialmente em um momento em que as pessoas estão conectadas entre si e com objetos, tudo é convergente. Para inovar, empresas devem interagir com outras empresas, com universidades, startups, incubadoras, desenvolvedores, sociedade, especialistas e todos se relacionarem entre si.

Inovação embute muitos conceitos, muitas competências e é raro uma pessoa tê-las sozinha, por isso é mais fácil inovar fazendo parcerias. Especialmente dentro de uma empresa, manter uma equipe que tenha conhecimentos múltiplos seria necessário um investimento de milhares de dólares. O interessante é que se realizem mudanças culturais como aprender a trabalhar em equipe, mas também que se busque especialistas de fora, que tenham uma linha de pesquisa que possa completar uma linha de raciocínio e mesmo trazer novas visões para o negócio.

A Cisco, por exemplo, abriu seu oitavo centro de inovações, desta vez em Perth, na Austrália. Neste centro, seus colaboradores estão alavancando Computação em Nuvem, analytics, segurança na Internet, sensores e plataformas para serem utilizados na rede de Internet das Coisas (IoE). Tudo isso, porém, trabalhando em parceria com pesquisadores, startups locais, especialistas da indústria e desenvolvedores.

No centro de inovação em Londres, está sendo pesquisado iluminação em rede, que pode falar com sensores, telefones, computadores e pessoas. Também estão investigando a relação entre a luz e a percepção de calor e como o conforto térmico e de cor sensibilizam as pessoas que estão no ambiente. Os resultados vão sugerir formas de consumo consciente de energia. Já na cidade de Songdo, na Coréia, a Cisco está colocando em prática toda as suas tecnologias em IoE e testando suas funcionalidades e necessidades de ajuste. Recebem o apoio da comunidade, órgãos governamentais, pesquisadores locais.

Enfim, são exemplos que apontam a necessidade de colaboração intensa para que novos métodos sejam desenvolvidos e outros que já existam sejam inovados. Uma das propostas vistas pela Internet das Coisas é que o individualismo nos projetos e desenvolvimentos ficará cada vez mais no passado.

 

 

 

Fontes:

http://blogs.cisco.com/ioe/ioe-innovation-hinges-on-hyper-collaboration

http://www.fiercedevops.com/story/ge-yes-ge-enters-cloud-services-market/2015-08-06

http://www.computerweekly.com/news/2240220964/Shell-thinks-technology-first-in-preparation-for-internet-of-everything

http://canaltech.com.br/coluna/internet/Internet-de-Todas-as-Coisas-uma-nova-internet-para-uma-nova-era/

http://www.tiespecialistas.com.br/review/ericsson-discute-internet-das-coisas-na-fiesp/

Categorias: Internet of Everything, Collaboration, Profissionais de TI