<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=633097343493783&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">
canal-comstor-logo
O blog dos negócios de TI.
Comstor Americas
  • Transformação Digital e oportunidades para revendas de TI na educação
  • 7 benefícios da videoconferência: colaboração e comunicação a favor de bons negócios
  • 14 dicas de marketing para revendas de TI
  • Transformação Digital e oportunidades para revendas de TI na educação
  • 7 benefícios da videoconferência: colaboração e comunicação a favor de bons negócios
  • 14 dicas de marketing para revendas de TI

Infraestrutura como Serviço cresce à medida que aumenta a adoção de Cloud pelas empresas

Publicado em 17/mar/2017 5:00:00

O modelo representa atualmente 42% da tecnologia de Nuvem adotada pelas empresas.

Infraestrutura como Serviço cresce à medida que aumenta a adoção de Cloud pelas empresas

A computação em Nuvem deve superar os ambientes tradicionais de TI nos próximos anos e, nesse contexto, a adoção da Infraestrutura como um Serviço (IaaS) desponta com um crescimento significativo.

De acordo com um estudo elaborado pela CompTIA intitulado “Trends in Cloud Computing”, que contou com a participação de 500 executivos de TI e de negócios, o SaaS ainda é o modelo mais utilizado, com  74% de adoção entre as empresas pesquisadas, embora a IaaS, representando atualmente 42%, tenha potencial para se tornar o modelo de crescimento mais rápido nos próximos anos, seguida do modelo de Plataforma (33%).

 

Para mostrar que IaaS é mesmo uma tendência, embora ainda dividindo opiniões, uma pesquisa da Synergy Research Group mostrou que o total da receita do mercado de infraestrutura e serviços até setembro de 2016 alcançou US$ 148 bilhões, o que representa um crescimento de 25% considerando quatro trimestres, tendo nos serviços de IaaS e PaaS  os maiores representantes desse aumento.

 

O Gartner, por sua vez, aponta ainda que o maior crescimento no mercado de serviços de Nuvem pública deve vir do IaaS. De acordo com a consultoria, o mercado mundial de serviços em Nuvem pública em 2016 cresceu 16,5% em comparação a 2015, passando de US$ 175 bilhões e alcançando a cifra de US$ 208,6 bilhões. Para 2017, o Gartner prevê um crescimento anual de  17,3% e um crescimento um pouco menor, mas ainda em destaque em 2018, na ordem de 14,6%. Nesse contexto, a IaaS deve representar 42,8% da escolha das empresas.

 

Outro fator aliado na expansão da é que as organizações estão economizando cerca de 14% de seus orçamentos como resultado da utilização de tecnologias “como serviço”. O estudo do CompTIA confirma esses dados, colocando o corte de custos em primeiro lugar na lista de benefícios da Nuvem de empresas consideradas médias e grandes, com mais de 500 funcionários.

 

Segundo o estudo da CompTIA, o corte de custos voltou ao primeiro lugar na lista de benefícios da Nuvem nas grandes empresas.

O crescimento do IaaS, portanto, será impulsionado por essas médias e grandes empresas que antes haviam evitado a IaaS em favor da infraestrutura tradicional. Até então, era mais comum que a IaaS fosse uma opção para pequenas empresas e startups, uma vez que essas organizações normalmente não tinham recursos financeiros e humanos para investir e  gerenciar sua própria infraestrutura de TI. No entanto, hoje a realidade é outra: a consolidação da computação em Nuvem, acompanhada de soluções híbridas, ajudou as médias e grandes empresas a adotarem IaaS. O modelo atualmente ainda figura, de acordo com especialistas, como um risco menor ao negócio, pois a IaaS vai funcionar como um trampolim para a modernização, uma vez que as empresas vão precisar cada vez mais de infraestrutura para equilibrar aplicativos com versões mais modernas. Além disso, como mostrado, a IaaS tem sido bastante eficaz na redução de orçamentos de TI e reescrever aplicativos ou simplesmente migrar essas aplicações são opções caras. No entanto, uma combinação híbrida de IaaS e de reescritas de aplicativos, por exemplo,  pode ser eficiente e menos custosa, ao mesmo tempo em que permitirá atualizar e modernizar o ambiente de TI.

 

New Call-to-Action

 

Segurança e privacidade

 

Um assunto que sempre perturba gestores de TI frente a uma nova tecnologia gira em torno da segurança e privacidade dos dados. Com IasS não é diferente.

A segurança e a privacidade dos dados permanecem preocupantes, mas, uma vez tratadas, espera-se que a padronização da computação empresarial em plataformas IaaS ofereça ainda mais oportunidades para provedores de Nuvem do que SaaS.

Outra preocupação é com tecnologias que possam substituir a IaaS num futuro próximo, como a Arquitetura sem servidor, nas quais funções como um serviço irá eliminar e substituir IaaS em alguns contextos, especialmente quando uma função ou série de funções pode fornecer a agilidade de aplicativos necessários, escalabilidade e flexibilidade sem a responsabilidade do gerenciamento de ciclo de vida do aplicativo.

Por enquanto, a Iaas desponta como uma tendência bastante promissora e em crescimento nos próximos anos e, entre as empresas de médio e grande porte que adotaram ou vão adotar a tecnologia em Nuvem, IaaS pode vir a ser uma substituição viável para a infraestrutura de envelhecimento.

 

 

Fontes:

http://www.techrepublic.com/article/the-state-of-iaas-growing-as-cloud-adoption-continues/

http://cio.com.br/tecnologia/2016/11/15/familiaridade-com-a-nuvem-cresce-e-adocao-do-modelo-passa-a-ser-mais-criteriosa/

http://convergecom.com.br/tiinside/06/01/2017/pesquisa-diz-que-mercado-de-servicos-e-infraestrutura-para-nuvem-cresce-25-ao-ano/

 

Categorias: Cloud Computing