<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=633097343493783&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">
canal-comstor-logo
O blog dos negócios de TI.
Comstor Americas
  • 7 benefícios da videoconferência: colaboração e comunicação a favor de bons negócios
  • 14 dicas de marketing para revendas de TI
  • Baixar agora
  • 7 benefícios da videoconferência: colaboração e comunicação a favor de bons negócios
  • 14 dicas de marketing para revendas de TI
  • Baixar agora

IoT industrial exige novos conhecimentos do profissional de TI

Publicado em 7/jul/2017 5:00:00

Conhecimentos de diversas áreas serão exigidos a somente um profissional.

IoT industrial exige novos conhecimentos do profissional de TI

Estamos vivendo a era da Indústria 4.0, considerada a Quarta Revolução Industrial, marcada especialmente pela implementação de tecnologias como Internet das Coisas, automação e de robotização nas indústrias.

 

Esse contexto é pautado pelo uso de dispositivos inteligentes que são capazes de se comunicarem entre si e fornecem possibilidade de interação com os humanos. São novos processos que estão sendo desenvolvidos com a utilização de uma gama variada de tecnologias, somando novas às antigas, e que estão exigindo um novo tipo de profissional para atuar no segmento.

 

Especialmente na Industrial Internet of Things (IIoT), existe a intersecção entre seres humanos, dados e máquinas inteligentes que vão impactar a produtividade, eficiência e operações na indústria, criando novos modelos de negócios, explorando tecnologias para acelerar inovações, além da transformação na força de trabalho das empresas.  

 

Em recente estudo divulgado pela PWC, intitulado 2016 Global Industry 4.0 Survey, uma parte significativa da indústria mundial planeja investir 907 bilhões de dólares em soluções para a Indústria 4.0 até 2022. As que mais se destacaram na fala dos gestores foram as tecnologias digitais como sensores ou dispositivos de conectividade, bem como software e aplicações como Sistemas de Execução de Fabricação.

 

Para que todo este processo funcione, são necessários especialistas multidisciplinares que tenham conhecimento de tecnologias existentes há mais de 40 anos, assim como as mais recentes e, ao final de tudo, saber como conectá-las e fazê-las trabalhar em consonância com os demais equipamentos da fábrica e de forma eficiente.

 

Como a IoT está transformando o futebol

 

Dificilmente existirá hoje no mercado um profissional pronto para encarar todas essas transformações, mas muitos estão se capacitando para estarem em posições estratégicas em pouco tempo. Os principais conhecimentos a serem adquiridos são nas áreas de informação, eletrônica, hardware, segurança e controle.

 

Para lidar com todo esse novo cenário, ser programador e desenvolvedor apenas não basta. Serão exigidas, por exemplo, habilidades de engenharia de rede, segurança cibernética, desenvolvedores de aplicativos, arquitetos de dados, designers de interface do usuário e muito outros.

 

Veja quais são as primeiras habilidades desejáveis em um profissional de IIoT:

 

Segurança Digital:

Se há uma certeza neste ambiente é de que a cibersegurança é uma área que exige legítima preocupação. Com mais equipamentos conectados, gerando dados, aumentam-se as portas de entradas para ataques.

 

A situação envolverá um rigoroso processo de segurança, desenhado desde o início dos projetos. Até mesmo sistemas de controle existentes que não são conectados, também precisarão ser protegidos contra ataques externos, já que estão inseridos em um ambiente online.  

 

Cientistas de dados:

A grande quantidade de informações geradas precisam ser selecionadas, armazenadas e analisadas para que possam efetivamente ser utilizadas em prol do negócio, visando melhorias como o desempenho da máquina, a redução do consumo de insumos, o auxílio no controle de qualidade de fabricação, entre outros pontos que vão influenciar diretamente na manutenção das máquinas.  

 

Redes:

Esse é um setor crucial para a Indústria 4.0 e exigirá conhecimentos avançados de engenharia de rede, uma vez que as máquinas estarão não só conectadas entre si, mas também com sistemas de comando e controle. Outro desafio do profissional estará na conexão de máquinas e equipamentos que não foram projetados para trabalharem em rede.

 

Nuvem:

A Nuvem também é um setor de destaque, uma vez que serão exigidos o menor número de atrasos possível no envio de dados para que sejam lidos e analisados em tempo real, garantindo eficiência a todo processo. Conhecimento sobre migração de dados para Nuvem, controles de acesso, criação de perfil de usuários e todas as outras tecnologias que envolvem Cloud, também serão necessárias para os profissionais que irão atuar na Indústria 4.0.

 

Engenheiros de software, desenvolvedores de aplicações e programadores:

Cada vez mais, essas funções e atribuições serão necessárias para o novo ecossistema industrial, já que possivelmente os fabricantes vão precisar criar programas personalizados para máquinas e desenvolver novas interfaces para interação com os humanos.

 

Outro desafio será ligar sistemas e máquinas de fabricantes diversos, com idades discrepantes e que tem codificações em linguagens diferentes.

 

Arquitetos de TI:

Estes profissionais atuarão ao lado de engenheiros de sistemas para interligar todos os dispositivos. A ideia é que, além de cuidar de sistemas corporativos e tecnologias, ele adquira uma panorama geral da empresa no aspecto da infraestrutura de TI. Por ser um profissional que lida bastante com inovação, ele precisa se especializar mais no lado técnico da TI, mas também precisa ter bom desenvolvimento de habilidades emocionais e executivas.

 

Entre todas essas habilidades técnicas, vale a pena reforçar uma habilidade emocional que deve ser vista como exigência: saber trabalhar em equipe. Como listado, são muitos os profissionais envolvidos neste momento nas indústrias e deve haver minimamente um engajamento entre os profissionais de TI para que possam atuar em conjunto e trazer resultado para a empresa.

 

Fontes:

http://www.logpyx.com/iot-industria-4-0-e-o-novo-profissional-de-ti/

http://computerworld.com.br/iot-como-tecnologia-esta-permitindo-quarta-revolucao-industrial&gws_rd=cr&ei=JqdAWdK9JYGMwgTd1IWIAw

http://cio.com.br/tecnologia/2017/02/18/por-que-os-profissionais-de-ti-devem-se-preocupar-desde-ja-com-a-internet-das-coisas/&gws_rd=cr&ei=NKpAWaXKDoKDwgTDt4PADg

http://cio.com.br/tecnologia/2017/06/06/cinco-habilidades-necessarias-para-a-internet-das-coisas-industrial/

 

Categorias: Internet das Coisas