<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=633097343493783&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">
canal-comstor-logo
O blog dos negócios de TI.
Comstor Americas
  • Transformação Digital e oportunidades para revendas de TI na educação
  • 7 benefícios da videoconferência: colaboração e comunicação a favor de bons negócios
  • 14 dicas de marketing para revendas de TI
  • Transformação Digital e oportunidades para revendas de TI na educação
  • 7 benefícios da videoconferência: colaboração e comunicação a favor de bons negócios
  • 14 dicas de marketing para revendas de TI

IT as a Service: uma tendência em crescimento

Publicado em 17/fev/2017 5:00:00

O principal objetivo da ITaaS é criar uma organização verdadeiramente colaborativa.

IT as a Service: uma tendência em crescimento

Infraestrutura como serviço (IaaS – Infrastructure as a Service), Plataforma como serviço (PaaS – Platform as a Service) e Software como Serviço (SaaS – Software as a Service) são nomenclaturas já conhecidas e consolidadas no mercado de TI. São as camadas que formam a Computação em Nuvem e que atualmente podem ser contratadas de formas personalizadas, com diferentes fornecedores em todo mundo.

 

O crescimento deste mercado é progressivo, fechando 2016 com incremento de 38% nas vendas com relação ao ano passado, de acordo com levantamento da consultoria ISG. IaaS é a grande tendência atual, tendo um salto de comercialização em 54%, enquanto que SaaS cresceu 13%. Para se ter uma ideia, há 2 anos a relação era invertida, sendo o SaaS a maior categoria de serviço de TI de Nuvem alcançando 57,9% do mercado, de acordo com uma pesquisa do IDC.

 

Essa divisão em camadas facilitou a vida dos técnicos em TI, que puderam focar o trabalho em uma categoria ou outra, e também gerou novas possibilidades para as revendas ao poderem oferecer upgrades nas divisões, gerando receita recorrente.

 

Para os clientes, abriu a possibilidade de investir em fases na adequação de seus sistemas, priorizando as funções mais necessárias em cada momento, facilitando a diluição dos pagamentos, mantendo sempre um software atualizado com infraestrutura flexível, podendo continuar recebendo os benefícios que a Computação em Nuvem oferece.

 

Porém, ter Plataforma, Infraestrutura e Software as a Service denomina a IT as a Service (ITaaS), que tem como principal objetivo criar uma organização verdadeiramente colaborativa. Esse é o escopo principal da utilização do ITaaS e se encaixa perfeitamente nas empresas que buscam uma base comum para a implementação de inovação e tecnologia.

Essa solução cria plataformas integradas de pessoas, processos, práticas, estrutura de governança e ferramentas específicas para reunir todo o negócio e a TI.

 

A virtualização total dos serviços de TI possibilita a consolidação dos sistemas, agilidade e a redução de custos, já que inclui ferramentas para armazenar, criar, partilhar e utilizar dados de negócios. O ITaaS transfere a tecnologia de uma empresa no número exato de servidores, softwares, redes e oferece apoio integral a uma empresa como se fosse uma equipe de TI terceirizada, atendendo de forma remota, em troca de uma taxa mensal.

 

Entre outros benefícios, o ITaaS fornece supervisão técnica dedicada; é altamente escalável recebendo atualizações regulares de software e aplicações de patches de forma mais eficiente, além de requerer investimentos iniciais baixos se comparados aos custos de manter a própria equipe de TI na empresa.

 

O controle financeiro é outro ponto positivo do ITaaS e que ajuda a justificar ainda mais seu crescimento, já que o serviço é contratado por demanda, podendo haver uma revisão correta de investimento mês a mês com a nova plataforma tecnológica.

 

Cloud Computing: o futuro chegou ao mercado de TI

 

IT as a Service como ponto de transformação

Os departamentos de TI encontram-se em um ponto de inflexão. À medida que as empresas desenvolvem suas estratégias de digitalização, elas devem decidir se seus departamentos de TI são criadas para permitir seu sucesso. Os silos organizacionais tradicionais não permitem que a TI forneça serviços de forma rápida, segura, econômica ou com uma experiência de usuário positiva. A luta para fazer isso faz com que o negócio terceirize as demandas de tecnologia, o que cria uma cultura de evitar a TI.

 

É por isso que nos últimos 8 anos, a Cisco focou seus esforços em Serviços e se tornou uma organização conduzida por arquitetura de TI e todo o tipo de Serviços de TI. Com uma organização de operações de classe mundial, nosso modelo de organização de TI como Serviço e uma próspera prática de Arquitetura Empresarial, desenvolvemos uma metodologia Fast IT que possibilita nossa transformação digital, o que facilita a vida dos profissionais responsáveis por determinar as soluções de TI para cada uma de suas estratégias de negócios.

 

Fontes:

http://reseller.com.mx/index.php?section=page&idArticulo=2908

http://www.itforum365.com.br/tecnologias/paas/mercado-migra-de-outsourcing-tradicional-para-as-a-service

http://www.cio.com/article/2986122/cloud-computing/how-cios-can-reinvent-it-with-itaas.html

Categorias: Cloud Computing, IT as a Service