<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=633097343493783&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">
canal-comstor-logo
O blog dos negócios de TI.
Comstor Americas
  • Transformação Digital e oportunidades para revendas de TI na educação
  • 7 benefícios da videoconferência: colaboração e comunicação a favor de bons negócios
  • 14 dicas de marketing para revendas de TI
  • Transformação Digital e oportunidades para revendas de TI na educação
  • 7 benefícios da videoconferência: colaboração e comunicação a favor de bons negócios
  • 14 dicas de marketing para revendas de TI

O que é TI bimodal?

Publicado em 31/ago/2015 5:00:00

TI bimodal chega como uma possível solução para algumas limitações da TI tradicional.

O que é TI bimodal?

A mobilidade, o BYOD e a Cloud Computing (Computação em Nuvem) faz com que haja uma mudança de perfil das organizações no modo como irão usar a TI nos seus negócios. Respostas mais imediatas - mas não menos criteriosas - são esperadas pelo mercado impaciente em aguardar. Este mercado exige um dinamismo maior, pois oportunidades surgem com tamanha velocidade e esperar uma solução tradicional - muitas vezes - não é mais o caminho a ser seguido.

Uma das possíveis soluções para este tipo de limitação que vem surgindo no mercado foi a criação da TI biomodal, um termo criado em 2014 para descrever o conceito da necessidade que as organizações tenham a disposição, não apenas a TI tradicional, ou como alguns denominam TI empresarial, que é aquela que tem como objetivo determinado a estabilidade, integração e eficiência, mas também a TI experimental, a qual tem como objetivo usar a rapidez, agilidade e experimentação.

É um desafio no qual a área de TI deve permanecer conservadora, mantendo a estrutura dos processos e ao mesmo tempo sendo eficiente, criativa e inovando sempre. Alguns analista perceberam que as empresas precisavam da criação de algo que resolvesse os problemas que vinham surgindo e que até então não haviam sido solucionados diretamente. A TI bimodal veio com essa proposta de trabalhar com duas vertentes de soluções e desenvolvimento, o que possibilita a conciliação de uma aplicação desenvolvida para um servidor e aplicativos em Nuvem.

Com a TI bimodal, ela se torna um pouco antifrágil, ou seja, no lado da TI empresarial se detecta as limitações e se aplica ações que venham diminuir os danos causados por estas fragilidades. Já no lado da TI experimental, busca-se aumentar os eventos positivos por meio de experimentações, adaptações, aprendizado e tudo isso com uma velocidade maior do que a usada na TI conservadora.

A TI bimodal consegue lidar com problemas muito prontamente, porém com ela aparecem alguns riscos, mas é preciso incorporá-lo ao negócio como uma decisão consciente e de liderança, pois um bom profissional terá competência para gerenciá-los. A imprevisibilidade é uma das partes que vem no pacote, e é uma novidade no mundo digital. Quando novos usuários começam a influenciar o andamento do negócio digital, ocorre uma mudança no comportamento da tecnologia digital como um todo, e é papel do responsável observar e saber ouvir, pois com isso ele se tornará mais competitivo no mercado com novidades em produtos.

Segundo especialistas a implantação dos sistemas de TI bimodal deve ocorrer em grande parte das grandes empresas nos próximos anos. Porém, acredita-se que nas empresas de médio e pequeno porte isto deva ocorrer mais lentamente devido aos riscos que elas ficariam sujeitas.

A tecnologia digital afetou, afeta e afetará todos os setores industriais. Mesmo com a proteção, por meio de leis, e o respaldo fiscal que eles possuem, eles não vão conseguir evitar as interferências que as mudanças tecnológicas podem acarretar. O setor financeiro, o setor industrial e o setor farmacêutico começam a ser incomodados por inovações digitais, criando rupturas em toda a cadeia industrial. Uma saída para este problema seria apoiar e desenvolver uma forma de pensamento digital dentro de todos os setores, deixando de lado todo o processo vagaroso e burocrático antes praticado, para que a mudança seja posta em prática.

Os prestadores de serviços que oferecerem ao seu cliente a proposta da TI bimodal com uma quantidade inferior de pontos fracos, terá para si um trunfo, pois tornará seu negócio mais atraente aos olhos de quem o irá contratar, pois este mercado ainda gera muitas dúvidas e insegurança.

 

8 motivos para contratar uma revenda de TI especializada

 

Fontes:

http://cio.com.br/opiniao/2015/06/29/a-ti-bimodal-e-a-industria-de-software/

http://www.tiespecialistas.com.br/2015/08/disrupcoes-quem-vai-sobreviver-a-era-pos-internet/

http://www.thoughtsoncloud.com/2015/05/some-reality-about-cloud-from-the-trenches-of-enterprise-it/

http://www.cmswire.com/information-management/rethinking-bimodal-it/

http://computerworld.com.br/ti-bimodal-primeiro-passo-para-uma-ti-antifragil

http://computerworld.com.br/dez-coisas-que-voce-deveria-saber-sobre-ti-bimodal

http://www.baselinemag.com/cloud-computing/meeting-the-challenges-of-bimodal-it.html

http://itforum365.com.br/noticias/detalhe/114316/cios-precisam-de-ti-bimodal-para-obter-sucesso-com-negocios-digitais

http://convergenciadigital.uol.com.br/cgi/cgilua.exe/sys/start.htm?infoid=37714&sid=16

Categorias: Mercado de TI, Profissionais de TI, TI Bimodal