<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=633097343493783&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">
canal-comstor-logo
O blog dos negócios de TI.
Comstor Americas
  • Transformação Digital e oportunidades para revendas de TI na educação
  • 7 benefícios da videoconferência: colaboração e comunicação a favor de bons negócios
  • 14 dicas de marketing para revendas de TI
  • Transformação Digital e oportunidades para revendas de TI na educação
  • 7 benefícios da videoconferência: colaboração e comunicação a favor de bons negócios
  • 14 dicas de marketing para revendas de TI

Os principais problemas na comunicação corporativa

Publicado em 4/jan/2018 5:00:00

Descubra quais são as falhas na troca de informações e de que maneira elas afetam os resultados do negócio.

 

Os principais problemas na comunicação corporativa

Os processos de comunicação corporativa têm se colocado como principal preocupação entre as instituições, destacando a necessidade de identificar e solucionar seus problemas como forma de garantir maior produtividade e eficiência. Cada vez mais, estratégias genéricas se tornam insuficientes para gerar resultados, não cumprindo com as expectativas e, muitas vezes, prejudicando os negócios.

 

Não é raro encontrar em empresas reclamações vindas de gerentes e administradores de que os informativos não estão sendo lidos, que não há interesse pelos conteúdos, que os canais deveriam ser todos digitais, mas raramente é feita uma análise dos problemas reais que causam as falhas na transmissão de informações.

 

Existem alguns problemas que a maioria das organizações acabam enfrentando. Veja alguns deles a seguir.

 

Falta de segmentação de público-alvo

 

Ainda que a preocupação central dos responsáveis seja em determinar qual conteúdo oferecer a seus colaboradores e por meio de qual canal, o principal problema nos processos de comunicação corporativa está na inexistência de uma segmentação do público a quem os conhecimentos são direcionadas.

 

Mesmo que todos os colaboradores estejam inseridos em um único contexto, não é possível conversar da mesma maneira, por meio de conteúdos e canais específicos, com a equipe operacional e com os executivos, são duas realidades distintas dentro da organização, com interesses e necessidades diferentes.

 

Prolixidade e muita formalidade

 

Afastar o discurso das pessoas a quem ele é direcionado e insistir em apresentações e transmissão de dados que não sejam concretas e objetivas torna impossível garantir uma eficiência. Progressivamente se mostra essencial que a comunicação corporativa se torne mais humanizada, criando maior proximidade entre organização e colaboradores.

 

O uso de jargões e de formalidade excessiva deve ser substituído por um diálogo mais aberto, simples e menos formal. Esse tipo de troca de informações permite que todas as hierarquias das empresas recebam e compreendam as informações referentes ao negócio, reduzindo as interpretações equivocadas que costumam prejudicar o alinhamento dos objetivos estratégicos que causam desmotivação e conflitos.

 

Inexistência de canais de comunicação direta com o colaborador

 

Não estabelecer canais que permitam o contato entre colaboradores e a alta gestão pode causar uma série de problemas no compartilhamento de ideias. É por meio deles que a administração mostra sua abertura e flexibilidade em relação a sugestões e reclamações dos funcionários e, como resultado, acabam por motivar e engajar esses indivíduos, conquistando sua lealdade e gerando maior produtividade e qualidade para o negócio.

 

Os canais de comunicação direta com os colaboradores podem ser tanto online, por meio de intranet, quanto offline.

 7 benefícios da videoconferência: colaboração e comunicação a favor de bons negócios

Resistência à mudança e à inovação

 

A rapidez com que as mudanças ocorrem atualmente representa um grande risco para empresas que não se preparam para enfrentá-las. Inovações e alterações em processos e atividades afetam, diretamente, os colaboradores, de forma que as transformações dependem de sua aceitação ou o negócio pode ser afetado negativamente.

 

O ideal é ter, entre seus colaboradores, profissionais de áreas especializadas, capazes de pegar as novas informações e dados para aplicá-los de maneira estratégica, adequando a forma como a empresa se estrutura internamente. É essencial que esses profissionais e os demais funcionários estejam cientes das mudanças que vão ocorrer e da necessidade delas para a empresa.

 

Quando ocorre a resistência à modificações e inovações, seja por parte da empresa ou dos empregados, é comum que a taxa de turnover aumente, reduzindo o mercado, elevando custos de operações e prejudicando os negócios.

 

Não alinhar planejamento de comunicação

 

A comunicação corporativa alcança clientes, comunidade interna, fornecedores e diversos outros grupos envolvidos com as atividades da empresa. Essa heterogeneidade de perfis acaba exigindo diferentes estratégias comunicativas para que seja possível alcançar o alinhamento entre informações divulgadas e objetivos que se pretende alcançar com elas.

 

Assim, é essencial que seja desenvolvida uma pesquisa de interesses, linguagem e plataformas, oferecendo dados sobre de que maneira é melhor conversar com cada um dos grupos para que os resultados sejam positivos. Esta é a forma mais eficiente de garantir que a comunicação ofereça retorno e que as informações sejam compreendidas e cumpram com as metas estabelecidas.

 

A incorporação dessas pesquisas ao plano de comunicação permite que ela seja planejada de maneira a alcançar a todos os envolvidos nos processos corporativos, garantindo que, como consequência, não apenas a troca de informações seja mais positiva, mas o negócio como um todo.

 

É necessário destacar que resolver os problemas identificados na troca de informações pode melhorar os processo internos, os resultados finais dos produtos e serviços oferecidos e o alinhamento estratégico da empresa. Assim, quanto melhor a comunicação corporativa, melhor a imagem no mercado. Resolver as falhas e problemas deve ser, então, a prioridade.

 

Além disso, a adoção de ferramentas eficientes para facilitar a troca de informações é essencial, permitindo que colaboradores tenham consciência dos objetivos e metas e que a administração consiga alinhar melhor os processos internos.

 

 

Fontes:

http://www.stellacom.com.br/comunicacao-corporativa-segmentada/

http://www.racecomunicacao.com.br/blog/como-identificar-problemas-de-comunicacao-corporativa/

http://certificacaoiso.com.br/os-3-erros-mais-comuns-na-comunicacao-empresarial/

 

Categorias: Produtividade, Videoconferência, Soluções de TI, Transformação Digital, Comunicação Corporativa