<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=633097343493783&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">
canal-comstor-logo
O blog dos negócios de TI.
comstor-logo.png
  • 11 dicas de Big Data para Pequenas e Médias empresas
  • VoIP: hospedada, On-Premise ou híbrida?
  • A Cisco e a Internet de todas as Coisas
  • 11 dicas de Big Data para Pequenas e Médias empresas
  • VoIP: hospedada, On-Premise ou híbrida?
  • A Cisco e a Internet de todas as Coisas

Por que estações de trabalho são tão importantes para sua revenda de TI?

Publicado em 25/mai/2017 5:00:00

O desempenho global do mercado de workstations deve registrar CAGR de quase 10% nos próximos 10 anos.

Por que estações de trabalho são tão importantes para sua revenda de TI?

O mercado de estações de trabalho (Workstation) vai registar um aumento significativo nos próximos anos, com um aumento no CAGR na ordem de 9,8%, em termos de valor,  e 4,3% em termos de volume até 2026. Os dados são de um  novo relatório dirigido pelo Future Market Insights (FMI), intitulado "Mercado de Estações de Trabalho: Análise Global de Oportunidades e Avaliação de Oportunidades: 2016-2026.

 

As estações de trabalho podem ser definidas como computadores avançados projetados para aplicações técnicas e científicas. Profissionalmente, os sistemas são formatados para aplicações de alto nível, tais como criação de conteúdo digital na indústria gráfica e de animação,  modelagem de finanças e engenharia de software.

 

Uma grande vantagem de sua utilização – e que evidencia as oportunidades de crescimento nesse segmento – é que as estações de trabalho podem executar sistemas operacionais multiusuários e ainda possuem uma variedade de recursos, como GPUs otimizadas, discos independentes e SSDs.

 

A aposta é que Workstations vão se firmar como um sistema de computador popular nos próximos anos. Isso se deve, sobretudo, ao seu desempenho altamente eficiente associado a recursos de ponta, que são adaptáveis a vários setores já mencionados.

 

O desempenho nessas áreas também refletem no crescimento da popularidade das estações de trabalho móveis. O segmento representou uma participação de 23,7% no mercado global de estações de trabalho até o final de 2016 e estima-se um CAGR de 5,9% ao longo do período de previsão (2016-2026) da Future Market Insights. O relatório aponta ainda que o crescimento do segmento móvel será impulsionado pela crescente demanda por redes e gráficos.

 

Cloud Computing em detalhes

 

Mercado segmentado

As estações de trabalho estão sendo amplamente utilizadas em um grande número de aplicações em todas as indústrias, mas de forma geral, esses sistemas se apresentam como o hardware ideal para os softwares de animação 3D, usado na arquitetura e no design, nas indústrias de construção e até na criação de conteúdo digital e criação de redes e gráficos. Tendo como referência o relatório da FMI, espera-se que o segmento de estação de trabalho para Criação de Conteúdo Digital se expanda em um CAGR de 11,6% em termos de valor durante o período de previsão, devido a um aumento na aplicação do usuário final.

 

O modelo possui ainda o padrão exigido por profissionais como engenheiros, analistas, criadores de conteúdo, uma vez que possuem níveis significativamente elevados de desempenho, integridade de dados e visualização.

 

Outros dados importante a observar nesse cenário promissor são as tendências que podem se firmar nos próximos 10 anos, como a migração de usuários de PC e Apple Mac para estações de trabalho, o aumento na demanda global por estações de trabalho virtuais, além da crescente preferência por estações de trabalho móveis em aplicações de engenharia de software, petróleo e gás.

 

Tendo como base o mercado de 2016, as estações mais vendidas foram as baseadas em sistemas operacionais Windows. Essa situação deve se conformar também como tendência em um futuro próximo. De acordo com o relatório da FMI, estima-se que o Sistema Operacional Windows alcance um CAGR de 9,9% no período de previsão (2016 a 2026). Já o Linux representou uma parcela de receita de 5,8% no mercado global de estações de trabalho até o final de 2016 e se espera registrar um CAGR de 8,1%.

 

Mas o cenário também apresenta desafios para um crescimento sustentável, como os  ciclos de substituição mais longos e concorrência crescente de plataformas de computação alternativas, que oferecerão qualidade, alto desempenho e valor.

 

Por fim, a América do Norte representa atualmente o maior mercado de estações de trabalho, representando 40,4% de participação de valor no mercado global de estações de trabalho em 2016. Isso se deve a grande demanda por criação de conteúdo digital nesta região. Outros mercados de destaque são a Ásia-Pacífico, especialmente em países emergentes como China e Índia, além da europa Ocidental.

 

Fontes:

http://www.readitquik.com/articles/personal-computing/why-workstations-are-so-important-for-improving-work-culture/

http://www.futuremarketinsights.com/press-release/workstation-market

 

Categorias: Revendas de TI, Workstation, Estação de Trabalho