<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=633097343493783&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">
canal-comstor-logo
O blog dos negócios de TI.
Comstor Americas
  • 7 benefícios da videoconferência: colaboração e comunicação a favor de bons negócios
  • 14 dicas de marketing para revendas de TI
  • Baixar agora
  • 7 benefícios da videoconferência: colaboração e comunicação a favor de bons negócios
  • 14 dicas de marketing para revendas de TI
  • Baixar agora

Transformação digital: 5 formas de amadurecer as empresas

Publicado em 19/out/2017 5:00:00

Descubra de que maneira as revendas de TI devem se preparar para aproveitar as novas possibilidades e superar os desafios que surgem com a evolução da tecnologia.

Transformação digital: 5 formas de amadurecer as empresas

A transformação digital tem imposto mudanças profundas na forma como produtos e serviços são oferecidos. Em decorrência dos avanços tecnológicos, com a intensificação das exigências dos consumidores e o aumento da concorrência, esta tendência se torna responsável por oferecer diversas oportunidades para os negócios, ao mesmo tempo que apresenta novos desafios.

 

Entre os principais benefícios que as empresas podem perceber estão a agilidade, produtividade e redução dos custos que os processos de digitalização podem proporcionar. As tecnologias de transformação digital permitem a execução de ideias inovadoras, capazes de mudar a forma como as empresas fazem negócios e oferecem seus produtos e serviços, incentivando o surgimento de startups e empreendimentos disruptivos e competitivos.

 

O mais comum quando mudanças assim acontecem na área de tecnologia é que surjam novos cargos e funções, no caso, voltadas para o digital. Foi dessa maneira que surgiu o Chief Digital Officer (CDO). No entanto, de nada adianta que novos cargos sejam criados e especializações sejam oferecidas se as empresas não amadurecerem, investindo em integração das funções e buscando maior alinhamento.

 

Como amadurecer evitando armadilhas e se preparando para o mercado?

 

Existem características que são consideradas presentes em toda empresa digitalmente madura. O insight sobre essas características foi oferecido pela pesquisa sobre negócios digitais “Aligning the organization for its digital future”, em português Alinhando a organização para seu futuro digital, feita em 2016 pelo jornal da Universidade de Deloitte em parceria com o Instituto Tecnológico de Massachusetts (MIT).

Os pontos que merecem maior destaque são:

 

1. Integrar estratégias tradicionais e digitais

 

Muitas empresas, quando iniciam os processos de digitalização, tratam iniciativas e estratégias digitais como elementos extras ao negócio e separados do direcionamento central. Alcançar maior maturidade, no entanto, é tratar o digital como elemento integrado ao planejamento estratégico do negócio como um todo, mas principalmente entre as equipes de TI.

 

2. Estabelecer uma cultura digital

 

Promover mudanças no comportamento corporativo é essencial para que se desenvolva uma cultura digital nas empresas, buscando investir em inovações contínuas e efetivas, criando novas bases para a motivação de colaboradores e para que as hierarquias sejam reorganizadas. Isso torna os processos mais horizontais, característica de empresas mais maduras.

 

É essencial estabelecer posturas de liderança em lugar de chefia para conquistar maior engajamento dos colaboradores em prol de um mesmo objetivo, focando os esforços no resultado final.

 

3. Buscar o comprometimento dos executivos seniores

 

É nos executivos seniores que a transformação das empresas para uma postura mais digital tem início. Eles têm grande influência na aceitação de uma nova cultura e valores e, por meio de sua liderança, conseguem gerar o engajamento necessário para reter e transformar talentos, evitando que colaboradores, e próprios executivos que possuem maior experiência sobre o negócio, sejam perdidos.

Cloud Computing: o futuro chegou ao mercado de TI

4. Investir no talento, desenvolvimento de capacidades e habilidades pessoais de colaboradores que já fazem parte da empresa

 

A transformação digital e a digitalização das empresas criam a necessidade constante de aprimoramento e desenvolvimento de novas habilidades, de forma que a empresa precisa sempre pensar nas necessidades que as futuras demandas podem criar e estar constantemente investindo para acompanhar metodologias de desenvolvimento e planejamento para que as demandas possam ser identificadas e atendidas.

 

Tomar iniciativas que garantam acompanhar o desenvolvimento das demandas, como a Supply Chain, conceito que abrange todo o processo logístico de um produto ou serviço, permite que a empresa planeje o desenvolvimento de capacidades e habilidades para atender ao que os produtos, serviços e cliente podem exigir.

 

Além disso, investir nos colaboradores é essencial para mantê-los motivados, aumentando a produtividade e a qualidade dos resultados.

 

5. Incentivar o desenvolvimento de soft skills

 

Soft skills são a combinação de habilidades sociais, de comunicação, traços de caráter, atributos de carreira e atitudes. Elas são essenciais para manter um bom ambiente de trabalho, para um envolvimento entre a equipe e para resultados mais proveitosos, sendo um grande complemento para as qualificações, que só suprem as necessidades de conhecimentos de tecnologia, gerenciamento e outros elementos mais técnicos e administrativos.

 

Estas habilidades não substituem as qualificações, mas as complementam.

 

 

Vemos, assim, que a transformação essencial depende da integração da cultura, das pessoas, dos processos, das estruturas e atividades de uma empresa. É essencial alinhar estratégias, aproveitando o tradicional e inserindo o digital de maneira harmônica e com objetivos claros.

 

Apenas dessa forma é possível superar os desafios e aproveitar as oportunidades que essa tendência da tecnologia pode apresentar, direcionando as atividades para ações práticas que garantam resultados e evitem falhas, caminhando em direção a uma maior maturidade digital.

 

 

Fontes:

http://computerworld.com.br/desafios-da-transformacao-digital

http://www.ey.com/Publication/vwLUAssets/The_digitisation_of_everything_-_How_organisations_must_adapt_to_changing_consumer_behaviour/%24FILE/EY_Digitisation_of_everything.pdf

 

 

Categorias: Mercado de TI, Revendas de TI, Transformação Digital, Digitalização