<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=633097343493783&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">
canal-comstor-logo
O blog dos negócios de TI.
Comstor Americas
  • Baixar E-book
  • Westcon-Comstor lança o BlueSky Solutions Marketplace
  • Partner Portal
  • Baixar agora
  • Baixar agora
  • Baixar E-book
  • Acesse agora
  • Partner Portal
  • Baixar agora
  • Baixar agora

3 tipos de outsourcing de TI e as vantagens para os negócios

Publicado em 10/set/2019 5:00:00

Contar com a parceria de uma empresa especializada é um grande diferencial para ficar à frente dos concorrentes no mercado.

 

3 tipos de outsourcing de TI e as vantagens para os negócios

 

A TI se consolidou como um componente fundamental para as estratégias de negócio das corporações que buscam melhorar seus resultados e qualidade na entrega de seus produtos e serviços.

Contar com ferramentas inovadoras e robustas para conseguir se diferenciar no mercado e atender a todas as novas demandas dos consumidores passou a ser essencial para qualquer empresa.

Portanto, aquelas que não possuem orçamentos suficientes para investir em novas tecnologias precisaram começar a buscar alternativas para não ficarem para trás. É devido a isso, que o outsourcing de TI tem ganhado cada vez mais espaço entre as empresas.

Esse tipo de prestação de serviço fornece uma maior redução de custos, aprimorando o desempenho interno e aumentando a qualidade dos serviços, o que possibilita às organizações se tornarem mais competitivas e eficientes no mercado.

Mas, para que isso aconteça, é fundamental conhecer como o outsourcing de TI funciona a fundo. Para ajudar seus clientes nisso, listamos os principais tipos e vantagens desse serviço para os negócios. Acompanhe!

 

Treinamentos Comstor Americas


Quais os tipos de outsourcing de TI?

O outsourcing de TI é um tipo de serviço oferecido por empresas especializadas que buscam suprir as necessidades de seus clientes em relação à tecnologia. O fornecedor desse modelo se torna responsável por ações estratégicas, como gestão de ativos, execução de novos projetos, prestação de suporte aos usuários e troca de equipamentos.

Ele permite que as empresas transfiram suas tarefas de TI, promovendo melhorias em tecnologia para os negócios. Dessa forma, é possível que os seus funcionários se foquem em atividades mais importantes para o core business.

Esse tipo de trabalho possui três modelos diferentes, confira a seguir quais deles para descobrir qual se encaixa melhor nos negócios de seus clientes:


1. Offshore

Nesse modelo de outsourcing de TI, a empresa irá contar com um parceiro localizado em outro país para executar suas atividades de desenvolvimento de softwares, suporte e manutenção de infraestrutura.

Normalmente, focado em países em desenvolvimento, esse modelo oferece baixos custos para a contratação de profissionais capacidades. Porém, a organização deve ficar atenta às diferenças de cultura e linguagem para que não haja nenhum impacto negativo nos serviços.


2. Onshore

Essa opção trabalha com profissionais situadas no mesmo país que a empresa contratante. Consequentemente, seus preços são maiores, mas a organização não precisa se preocupar com barreiras culturais, o que garante uma integração mais ágil e segura.


3. Nearshore

Enquanto isso, o tipo nearshore consistem em um serviço localizado em países próximos da empresa parceira. Ele representa um equilíbrio entre as duas opções anteriores, ou seja, a organização pode amenizar as diferenças relacionadas a distância e ainda contar com melhores ofertas de preço.


Quais as vantagens para os negócios?

Agora que você já conhece todas as alternativas de outsourcing de TI, é preciso definir com seus clientes qual é o melhor modelo para as demandas deles.

Para ajudá-los a tomar essa decisão, conheça ainda as principais vantagens dessa prática:

  • Economia de orçamento e recursos: não precisar manter uma equipe de TI especializada internamente, permite investimento em outras áreas e atividades da empresa;
    Foco no core business: ao contar com uma parceria capacitada, os funcionários do empreendimento podem direcionar seus esforços em processos mais estratégicos para o negócio;
    Acesso a recursos inovadores: investir em novas tecnologias internamente, não é uma tarefa fácil, exige altos orçamentos, equipe capacitada e planejamento. No entanto, com o outsourcing é possível conseguir um pool de capacidades e recursos que o time interno não possui de forma rápida;
    Aumento da produtividade: ao trabalhar com profissionais externos altamente capacitados, a organização pode fechar acordos mais exigentes, definindo quando e o que deve ser entregue. Assim, é possível agilizar o desenvolvimento de seus projetos de TI, sem depender dos colaboradores internos.



As empresas estão em busca de soluções que possam cada vez mais oferecer flexibilidade e agilidade para seus negócios. Portanto contar com uma parceria de outsourcing de TI pode ser um grande diferencial para que elas estejam um passo à frente de suas concorrentes.

Categorias: Outsourcing