<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=633097343493783&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">
canal-comstor-logo
O blog dos negócios de TI.
Comstor Americas
  • Aguarde
  • 7 benefícios da videoconferência: colaboração e comunicação a favor de bons negócios
  • 14 dicas de marketing para revendas de TI
  • Baixar agora
  • Baixar E-book grátis
  • 7 benefícios da videoconferência: colaboração e comunicação a favor de bons negócios
  • 14 dicas de marketing para revendas de TI
  • Baixar agora
  • Baixar E-book grátis
  • Aguarde

5 dicas para gerenciar um banco de dados de clientes

Publicado em 15/fev/2016 5:00:00

Ser um consultor no momento de criar, alimentar e configurar os bancos de dados é essencial.

5 dicas para gerenciar um banco de dados de clientes

Qual o empresário que nunca ouviu falar da importância de se ter um cadastro de clientes? Saber quem são, seus dados pessoais como e-mail, telefone e endereço, além de ter registrado suas últimas compras e pedidos, ajuda a definir o público-alvo de uma empresa.

 

A junção de vários cadastros é o banco de dados de uma empresa. Com ferramentas específicas de gerenciamento, é possível saber o hábito de consumo de um cliente, por exemplo, e a partir de cruzamentos entre vários clientes, saber propor uma campanha de marketing em datas determinadas ou para segmentos específicos.

 

Para os gestores da empresa, é possível também antecipar compras, controlar estoques de forma mais eficiente e definir estratégias mais assertivas para o negócio.  

 

Especialmente em um momento em que se fala muito de Big Data e seus benefícios para os negócios, ter um banco de dados é o primeiro passo para evoluir na questão de busca de informações dos clientes e tentar antecipar as suas necessidades. No entanto, isso não é o suficiente para alimentar o banco de dados. Para que ele esteja sempre a favor da empresa, é preciso um bom gerenciamento das informações.

 

Veja algumas dicas:

 

1- Mantenha as informações atualizadas

Todas as vezes que o cliente fizer um pedido, não esqueça de checar seus dados e, se necessário for, atualizá-los. Essa é uma forma, inclusive, de se evitar a inadimplência: caso um cheque volte, é possível saber onde encontrar o cliente.

 

2- Saiba quais informações são necessárias para o seu negócio

Nome completo, e-mail e telefones são dados básicos de um cadastro. Porém, se a empresa pretende fazer uma ação no dia do aniversário da pessoa, deve perguntar sua data de nascimento. Se pretende emitir uma nota fiscal com o nome da pessoa, precisa pedir o CPF. Se pretende enviar uma correspondência, peça o endereço. Faça um levantamento das informações que serão necessárias ao seu negócio e crie uma tabela padrão para ser preenchida por qualquer colaborador.

 

14 dicas de marketing para revendas de TI

 

3- O banco de dados vale ouro

Um bom banco de dados leva tempo para ser construído. Além disso, as informações dos clientes são de grande valia e, por isso, precisam ser protegidas como um tesouro. Tenha um sistema eficiente de segurança. Faça backup periodicamente ou salve as informações em Nuvem, tendo a garantia que se houver alguma pane no computador ou rede, as informações estarão seguras. Também, limite o acesso a colaboradores de confiança. Os dados dos clientes são confidenciais e devem ser usados de forma correta.

 

4- Sistema de gerenciamento eficiente

São muitos os programas e aplicativos que fazem a gestão de banco de dados. O empresário deve escolher o que tenha melhor custo-benefício para a sua empresa e que tenha a interface mais fácil de ser usada, dependendo das informações que vai precisar. A equipe de TI deve sugerir as principais ferramentas e configurá-las para que seja possível buscar as informações desejadas.

 

5- Entenda a necessidade do cliente

Especialistas em TI devem ser consultores em todo esse processo. Saber exatamente o que o empresário precisa e medir suas reais necessidades é papel fundamental de quem conhece as ferramentas de gerenciamento. Crie o formulário padrão de cadastro e oriente como preenchê-lo. Encontre as melhores ferramentas de segurança e faça sugestões de acordo com o grau de investimento que o empresário esteja interessado em fazer. Busque as melhores ferramentas de gestão e ensine como elas poderão ser 100% aproveitadas.

 

Tendo as informações dos clientes, as ferramentas certas de gerenciamento e uma equipe treinada para alimentar o banco de dados, a empresa poderá se beneficiar dele para otimizar os seus processos e melhorar seus resultados. Por outro lado, a falta de manutenção, acompanhamento, padrões e métricas de controle podem gerar uma grande complicação para as companhias, afetando seus processos e impactando praticamente todas as áreas.

 

E você, já possui um banco de dados na sua empresa?

 

Fontes:

http://www.opservices.com.br/4-dicas-para-gerir-um-banco-de-dados-de-clientes-com-sucesso/

http://www.opservices.com.br/importancia-gerenciamento-banco-dados/

 

Categorias: Big Data, Análise de Dados, Banco de Dados, Gerenciamento de Banco de Dados