<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=633097343493783&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

CANAL COMSTOR
O blog dos negócios de TI.

5 dicas para profissionais de TI aprenderem Machine Learning

Os benefícios dessa tecnologia podem gerar vantagem competitiva para as empresas no mercado. Por isso, ser um especialista na área é um grande diferencial.

 

5 dicas para profissionais de TI aprenderem Machine Learning

As empresas estão em busca de novas ferramentas e soluções tecnológicas para se tornarem cada vez mais competitivas no mercado. Devido a isso, tendências como Inteligência Artificial e o Machine Learning estão sendo inseridas no ambiente corporativo por CIOs com visão de futuro.

Aquelas corporações que não apostarem no aprendizado automático de máquinas para o desenvolvimento de seus serviços e operações comerciais, correm o risco de ficar para trás dos concorrentes. Por isso, é fundamental se focar nessa tecnologia e aprender como ela pode ser aplicada aos negócios.

O Machine Learning é capaz de fazer com que máquinas aprendam a partir de análises de Big Data, possibilitando que as organizações melhorem seus processos, identifiquem tendências de mercado e compreendam melhor as suas necessidades internas e também as de seus clientes.

Devido a importância que essa tecnologia tem assumido para as estratégias de negócio das organizações, é fundamental contar com profissionais de TI especializados no assunto.

No entanto, os cursos acadêmicos voltados para o Machine Learning ainda são escassos no Brasil. Então como adquirir conhecimento sobre a área? Para ajudá-lo nessa missão, preparamos algumas dicas para você começar sua aprendizagem. Não perca!

 

New call-to-action


5 dicas para aprender Machine Learning


1. Compreender o conceito

Primeiramente, é necessário que o profissional de TI entenda exatamente o significado do termo Machine Learning. Muitas vezes, ao iniciar os estudos, as pessoas ainda possuem uma visão errada sobre o que essa tendência é e não é.

Machine Learning é uma das abordagens da Inteligência Artificial, focada no uso de algoritmos para a realização de coleta e interpretação de dados a partir de regras predefinidas. Ela busca padrões nos hábitos e ações dos clientes, gerando insights precisos para aprimorar as tomadas de decisões corporativas.

É fundamental que o profissional procure conhecer o tema a fundo e como ele funciona, qual sua importância para as empresas, onde está presente e que tipo de metodologia é utilizada.


2. Saber diferenciar os termos mais comuns

Inicialmente, é comum que as pessoas confundam os temas envolvendo essa área. Por isso, o profissional deve saber diferenciá-lo de termos como:
- Inteligência Artificial: que não mais é do que um conceito mais amplo, derivado da computação cognitiva. Ele segue várias abordagens diferentes para criar sistemas autônomos para a gerir suas próprias regras e uma delas é o Machine Learning.

- Deep Learning: esse conceito é uma das técnicas utilizadas pelo Machine Learning para que as máquinas consigam interpretar dados e aprender com eles. Ele é capaz de de buscar conexões inteligíveis para aprimorar o processo.


3. Conhecer as qualificações exigidas pela área

A maioria dos profissionais de TI conhecem superficialmente o conceito de Machine Learning e suas aplicações. No entanto, para se tornar um especialista e se destacar na área é preciso adquirir algumas qualificações.

Portanto para ser reconhecido como um profissional qualificado nessa carreira, você deve adquirir algumas habilidades, como:

 

  • Os fundamentos da ciência da computação e de programação para ser capaz de lidar com a complexidade do Machine Learning;
    Conhecimentos de probabilidade e estatística para criar e validar modelos capazes de aprimorar cada vez mais a tomada de decisão;
    Capacidade de modelar dados e realizar avaliações constantes para tornar o processo mais preciso;
    Conhecimento estratégico para utilizar o Machine Learning focado no mercado;
    Ter boa experiência com engenharia de software e design de sistemas para realizar a integração da tecnologia aos sistemas corporativos.


4. Investir em cursos online

Embora seja difícil encontrar cursos acadêmicos presenciais sobre essa tendência, é possível realizar cursos onlines para se especializar. Há diversas opções renomadas disponíveis no mercado que poderão enriquecer seus conhecimentos sobre o assunto e agregar valor ao seu currículo.


5. Acompanhar a evolução do Machine Learning no mercado

Não basta adquirir todo conhecimento técnico sobre essa tecnologia e se esquecer de acompanhar sua evolução no mercado e compreender a forma que ela tem impactado os negócios.

É necessário estar por dentro da Transformação Digital vivida pelas empresas e conhecer as novas práticas e tecnologias adotadas. Por isso, busque se atualizar constantemente sobre como o Machine Learning vem sendo utilizado e os benefícios que ele pode proporcionar para os diferentes setores.

As vantagens de se adotar o Machine Learning nas estratégias das empresas são enormes. Ele pode ser aplicado para aumentar a satisfação dos clientes, reduzir custos operacionais, reforçar a segurança e até mesmo melhorar as ações de marketing e vendas. Portanto, as corporações buscarão, cada vez mais, por profissionais de TI capacitados. Comece agora a investir nesse aprendizado e aprimore a sua carreira.

Posts relacionados

Como o Machine Learning pode ajudar contra o cibercrime?

Saiba como essa tecnologia pode ser aplicada nas estratégias de segurança da informação nas empresas e aprimorar a defesa contra as ciberameaças.

Machine Learning e Varejo: como essa relação pode aumentar as vendas?

Essa tecnologia permite que as empresas tomem decisões inteligentes e saibam exatamente o que seus clientes desejam.

Quais as principais aplicações de Machine Learning?

Confira como essa tecnologia pode ser utilizada no ambiente de trabalho e quais são as vantagens para os negócios.

Escreva seu comentário

Categorias