<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=633097343493783&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">
canal-comstor-logo
O blog dos negócios de TI.
Comstor Americas
  • Baixar E-book
  • Westcon-Comstor lança o BlueSky Solutions Marketplace
  • Partner Portal
  • Baixar agora
  • Baixar agora
  • Baixar E-book
  • Acesse agora
  • Partner Portal
  • Baixar agora
  • Baixar agora

5 motivos para utilizar uma solução hiperconvergente

Publicado em 30/mai/2018 5:00:00

Oferecer agilidade na implantação e expansão do Data Center é uma das razões. 

 

5 motivos para utilizar uma solução hiperconvergente

 

Com o avanço diário e em alta escala da tecnologia de processamento de dados, estão no mercado diferentes opções de construção de um Data Center empresarial, desde a infraestrutura tradicional, passando pela convergente e chegando agora na hiperconvergente, que de acordo com especialistas, dominará o mercado até 2022.


A solução hiperconvergente adota componentes definidos por software, combinando recursos de computação, armazenamento e rede em uma camada unificada de gestão, oferecendo benefícios de um Data Center virtualizado em um sistema mais econômico, com fácil implantação e gerenciamento.


São muitos os motivos para utilizar esta solução, que se resume basicamente no alcance de performance, agilidade, confidencialidade, segurança, flexibilidade e escalabilidade. Veja:


1. Automação total: recursos de computação, armazenamento e rede automatizados, oferecendo grande agilidade na implantação e expansão do Data Center. O que muito antes era feito de forma braçal, agora com a infraestrutura simplificada e unificada, é possível ser feito pela própria inteligência definida por software.


2. Gestão unificada: com os recursos de servidor, armazenamento e rede integrados, o gerenciamento ganha um centro de comando único, facilitando o dia a dia da equipe de TI.


3. Dimensionamento de recursos independente: a configuração do sistema por carga de trabalho pode ser feita de forma fácil e simples apenas adicionando novos nós à configuração. Esta possibilidade permite dimensionar os recursos de forma modular, sem a necessidade de alterar ou ajustar o software, nem a configuração de rede ou interromper as operações de um determinado grupo de máquinas.


4. Arquitetura de Data Center diferenciada: a infraestrutura hiperconvergente pode ser considerada uma Nuvem dentro do Data Center, sendo que servidor, storage e rede em uma solução única e integrada reduz custo de gestão e facilita entregas estratégicas dos departamentos de TI, a partir da utilização de todos os seus benefícios de flexibilidade e agilidade que uma Nuvem oferece.

 

5. Densidade maior da VM e menos latência: a plataforma usa uma distribuição inteligente de dados, em que é feita a segmentação das informações que são distribuídas em todo o cluster, usando todos os recursos disponíveis para um desempenho otimizado de entrada e saída (E/S). Ao usar a distribuição de dados dinâmicos em todos os nós dos agrupamentos de máquinas, a plataforma de dados evita gargalos de desempenho e proporciona latência e desempenho consistentes.

 

 

Baixar Agora 

 

Casos de sucesso animam o mercado

 

Casos reais de ganho de produtividade das empresas já podem ser ouvidos pelo mercado. Especialmente para as corporações que se preparam para entrar na Indústria 4.0 ou empresas que pretendem modernizar suas bases tecnológicas. A infraestrutura hiperconvergente tem se mostrado efetiva na simplificação dos processos.


Um dos exemplos é a empresa EagleBurgmann, fabricante especializada em soluções de vedação, com a matriz em Campinas (SP), que precisava implementar uma solução com baixo custo de propriedade (TOC), que reduzisse falhas de seus servidores, diminuísse tempo de parada dos sistemas, ampliasse recursos de armazenamento e aumentasse a capacidade de storage.


Especialmente porque no ano de 2015 a situação ficou insustentável ao atualizar o ERP usado, criando nove servidores virtuais para atender toda a demanda que seria necessária. A infraestrutura foi elevada à sua capacidade máxima e se sobrecarregou quando a companhia precisou digitalizar seus documentos, aumentando consideravelmente a necessidade de armazenamento.


O desafio era muito grande para uma equipe de TI com apenas 2 analistas e 1 gestor. A empresa, então, escolheu implantar uma infraestrutura hiperconvergente. O projeto teve início em janeiro de 2017 e em maio já era possível ver os benefícios e ganhos de produtividade do time com a solução.

 

O retorno mais rápido visto pela equipe foi o desafogamento de suas atividades diárias, praticamente desconsiderando os chamados da equipe interna por falta de espaço no armazenamento interno e disponibilidade do servidor.


De acordo com a própria empresa, o ganho foi de 25% na ocupação do rack, liberando espaço físico do Data Center, 90% de storage livre, 90% de ganho operacional quando comparado com a infraestrutura anterior e ainda uma ampliação de capacidade de infraestrutura, que seriam necessários três racks para atender o mesmo trabalho, na mesma velocidade.

 

 

Categorias: Hiperconvergência