<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=633097343493783&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">
canal-comstor-logo
O blog dos negócios de TI.
Comstor Americas
  • Westcon-Comstor lança o BlueSky Solutions Marketplace
  • Partner Portal
  • Baixar agora
  • Serviços Gerenciados Cisco Meraki
  • Baixar agora
  • Acesse agora
  • Partner Portal
  • Baixar agora
  • Serviços Gerenciados Cisco Meraki
  • Baixar agora

5 sinais de que as empresas passarão a adotar o blockchain em seus negócios

Publicado em 5/nov/2018 5:00:00

Mercado aguarda melhoria nas plataformas para realizar investimentos mais altos.  

 

5 sinais de que as empresas passarão a adotar o blockchain em seus negócios

 

Relatório da consultoria Deloitte aponta que o mercado de blockchain está em processo de amadurecimento, mesmo que a tecnologia ainda esteja sendo pouco adotada pelas empresas.


De acordo com uma pesquisa do Gartner, apenas 1% dos CIOs entrevistados sobre o tema disseram que já haviam adotado algum tipo de blockchain dentro de sua organização, e apenas 8% disseram que estavam em planejamento de curto prazo ou experimentação ativa.


Para a Deloitte, o que explica esta baixa adoção – por enquanto – são as velocidades baixas de transação, falta de padrões e interoperabilidade entre diferentes plataformas e soluções, preocupações legais e regulatórias em torno da privacidade dos dados e a complexidade técnica envolvida na implementação de soluções.


Porém, são 5 os sinais de amadurecimento do mercado, conforme apontou relatório da consultoria:


1 – Desenvolvedores da tecnologia estão trabalhando em mecanismos para melhorar o desempenho do blockchain para especialmente melhorar a velocidade das transações, o que vai incentivar empresas a investirem no setor.


2 – Empresas de tecnologia e desenvolvedoras estão firmando parcerias comerciais para criar interconectividade entre as cadeias de blocos e padronização das plataformas, o que vai ajudar muito os departamentos de TI a preferirem o blockchain para transações comerciais que precisam de criptografia e maior segurança de troca de dados.


3 – Grandes fornecedoras de tecnologia estão oferecendo Blockchain as a Service, via Nuvem, para ajudar a diminuir os custos e reduzir a complexidade da plataforma.


4 – Questões regulatórias são mesmo preocupantes, mas aos poucos, a partir das demandas das empresas e instituições, os governos começam a regulamentar as leis que vão reger o uso do blockchain. Nos EUA este ano, já foram aprovadas ao menos 17 legislaturas estaduais, apoiando projetos referentes à adoção da cadeia de blocos.


5 – Quanto mais usuários envolvidos, mais rápido a infraestrutura se desenvolve, assim como leis a favor da tecnologia, redução de custos e mais concorrentes no mercado para disputarem com preço e qualidade. É o que está sendo visto em movimentos recentes, que tem crescido o número de empresas que estão se envolvendo no mercado de blockchain com a expectativa de atender uma demanda futura.


Enfim, por se tratar de uma tecnologia nova, mesmo que trazendo muitos benefícios, os investidores ainda aguardam os primeiros movimentos para saber se realmente haverá estrutura para que o blockchain se desenvolva e ganhe cada vez mais adeptos.


De qualquer forma, pesquisa do IDC mostra que esses cinco movimentos já estão sendo percebidos pelo mercado e os investimentos em blockchain devem dobrar em 2018. Sinal de que as empresas vão apostar na tecnologia.

 

Baixar e-book grátis

 

 

De acordo com o levantamento, investimentos mundiais em soluções de blockchain devem chegar a U$$ 11,7 bilhões em 2022, apresentando uma taxa de crescimento anual composta para os próximos 5 anos de 73,2%. Somente este ano, a previsão de investimentos na tecnologia é de US$ 1,5 bilhão, o dobro gasto no ano passado.


Os Estados Unidos terão os maiores investimentos em blockchain, sendo responsáveis por 36% dos gastos mundiais ao longo da previsão.


Os setores que mais apostam na tecnologia são o financeiro, seguido pelo setor de distribuição e serviços – especialmente entre os varejistas. São fatias do mercado que exigem especialmente transparência e agilidade na troca de informações corretas e com maior segurança.


Ainda de acordo com o IDC, os serviços de TI e os serviços empresariais (combinados) serão responsáveis por aproximadamente 70% de todos os gastos com blockchain ao longo da previsão, com gastos razoavelmente equilibrados nas duas categorias.


Em resumo, o blockchain tem se destacado em diversos mercados como solução para transições de dados reais, incorruptíveis, descentralizados e que agilizam o trânsito de informações em todo mercado mundial. Porém, por se tratar de uma tecnologia nova, o mercado aguarda a melhoria de infraestrutura para poder apostar mais alto.

Categorias: Blockchain