<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=633097343493783&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">
canal-comstor-logo
O blog dos negócios de TI.
Comstor Americas
  • Partner Portal
  • 14 dicas de marketing para revendas de TI
  • Baixar agora
  • Baixar E-book grátis
  • Serviços Gerenciados Cisco Meraki
  • Partner Portal
  • 14 dicas de marketing para revendas de TI
  • Baixar agora
  • Baixar E-book grátis
  • Serviços Gerenciados Cisco Meraki

5 tendências de mobilidade importantes na área de serviços financeiros

Publicado em 6/abr/2017 5:00:00

Tornar as plataformas mais simples e fáceis de usar é uma das ações da TI.

5 tendências de mobilidade importantes na área de serviços financeiros

Em poucos anos, o mercado financeiro vivenciou uma grande revolução no relacionamento com os clientes, especialmente no que se refere à tecnologia e as possibilidades de acesso de contas correntes, poupanças e outros tipos de investimentos, através de desktops ou de forma móvel.

 

A grande preocupação com a segurança das informações tem sido atendida de forma satisfatória por parte das instituições financeiras, o que gera confiança do usuário, que a cada dia se familiariza com as interfaces dos sistemas e diminuem a presença física em agências bancárias.

 

Estima-se hoje que 15% dos usuários correntistas utilizam apenas dispositivos móveis para acessarem suas contas. Os outros 85% utilizam uma combinação de móvel, desktops e ida física a agência para executar tarefas bancárias diárias. A tendência para os próximos anos é aumentar a base de usuários via aplicativos, diminuindo o custo com mão-de-obra e contratação de pessoas, com a manutenção de uma infraestrutura de agências físicas muito grandes, entre muitos outros custos que envolvem esta operação.

 

O HSBC, por exemplo, estima que desde 2009 houve uma queda de 30% no número de clientes que visitam seus estabelecimentos bancários. A expectativa seria que, reduzindo os custos das agências, que os bancos seriam mais competitivos cortando custos e podendo repassar algumas das economias aos clientes.

 

Entre as principais expectativas para a utilização de dispositivos móveis na área de serviços financeiros, podemos citar:

 

1- Desenvolvimento das ferramentas de biometria

Através dos smartphones já é possível utilizar impressões digitais ao invés de digitar senhas ou utilizar pincodes. Outros mecanismos de biometria ganharão relevância em breve, como por exemplo, reconhecimento fácil e de voz.

 

2- Aplicativos de controles financeiros

Já existem aplicativos no mercado que possibilitam fazer anotações sobre gastos pessoais e classificá-los por tipo de investimento. A novidade está nos aplicativos que fazem análises sobre o comportamento do correntista, sincronizando as anotações com informações da conta corrente. O app fornece ainda notificações para ajudar os usuários a evitar taxas e encargos indesejados.

 

14 dicas de marketing para revendas de TI

 

3- Aprendizado da máquina e Inteligência Artificial

Para facilitar ainda mais a usabilidade das tecnologias, as máquinas vão personalizar as plataformas financeiras para atender às principais demandas do usuário, colocando em destaque nos programas e aplicativos, por exemplo, os botões e comandos mais acessados. A aprendizagem da máquina é um tipo de Inteligência Artificial que fornece computadores com capacidade de aprenderem sem serem programados.

 

4- Gamification para melhorar a experiência do cliente

São muitas as pessoas que gostam de ser desafiadas, especialmente se os prêmios do jogo forem em dinheiro. Ou melhor ainda, a economizar o dinheiro que já é dele. Esta é uma tendência forte para o setor financeiro. Bancos podem e devem usar aplicativos que permitem aos consumidores monitorarem suas contas e trabalharem em cima de uma meta de gastos. Assim, é possível desenvolver um quiz, por exemplo, sobre produtos e conceitos financeiros, envolvendo ainda mais o correntista com a marca.

 

5- Computação Cognitiva

Identificar o perfil do usuário através de seus históricos de navegação e comportamento na Internet é possível a partir de ferramentas de análise de Big Data, que vão transformar esses números em informações para que as instituições financeiras podem usar para sugerir um tipo de investimento específico, sabendo que a pessoa é mais conservadora ou se gosta mais de arriscar. Computadores terão a capacidade de processar informações e aprender de forma orgânica.

 

Envolver o cliente, facilitando a sua vida são os principais pontos propostos nas tecnologias criadas para mobile. Especialmente se oferecem segurança no acesso, o número de usuários tende a crescer, mantendo as idas em agências somente para funções que realmente necessitem de presença física.

 

Fonte:

https://waracle.net/7-key-mobile-trends-financial-services/

 

Categorias: Mobilidade