<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=633097343493783&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">
canal-comstor-logo
O blog dos negócios de TI.
Comstor Americas
  • Westcon-Comstor lança o BlueSky Solutions Marketplace
  • Partner Portal
  • Baixar agora
  • Serviços Gerenciados Cisco Meraki
  • Baixar agora
  • Acesse agora
  • Partner Portal
  • Baixar agora
  • Serviços Gerenciados Cisco Meraki
  • Baixar agora

6 grandes mitos sobre a nuvem que prejudicam a transformação digital

Publicado em 5/dez/2018 5:00:00

A nuvem é um dos pontos críticos para a transformação digital das empresas. Não deixe os mitos atrapalharem esse processo tão importante para os negócios.

 

6 grandes mitos sobre a nuvem que prejudicam a transformação digital

 

Com o boom do conceito de nuvem, muito tem se falado sobre essa tecnologia. E junto com o imenso hype, diversos mitos sobre a segurança, custos e estratégias do cloud computing invadiram o ambiente corporativo e estão atrapalhando a transformação digital das empresas.


Com o objetivo de esclarecer inverdades, trouxemos 6 mitos sobre a computação em nuvem. Acompanhe para descobrir a verdade sobre eles, bem como diversas informações que vão te ajudar a entender melhor essa tecnologia e todas as suas vantagens e desvantagens.


1. A computação na nuvem é muito cara: Mito!

O primeiro e um dos maiores mitos sobre a computação em nuvem é o de que este é um processo extremamente caro. Na verdade, o cloud computing é bastante flexível e com ele só é pago aquilo que é efetivamente utilizado.

 

Uma empresa de e-commerce, por exemplo, não utiliza uma grande quantidade de processamento e armazenamento durante quase todo o ano. Mas em datas comemorativas, quando o volume de acessos e compras aumenta muito, ela consegue comprar mais espaço e poder de processamento.


Depois que as datas comemorativas passam, ela tem a flexibilidade de retornar facilmente às configurações anteriores. Em uma estrutura de TI física interna ou terceirizada, seria necessário investir pesado para suprir a demanda esperada.


Todavia, a aplicação inicial pode ser, sim, bastante cara. De qualquer forma, os benefícios a médio e longo prazo compensam esse investimento.


2. Cloud computing sempre reduz custos: Mito!

Por outro lado, é comum ouvir dizer que a computação em nuvem vai reduzir os custos. Mas nem sempre isso acontece. Os ganhos advindos do cloud computing são variados e vão muito além da economia gerada.


Seguindo com o exemplo anterior, o e-commerce pode ter decidido migrar para a nuvem por conta da flexibilidade que ela proporciona. E essa flexibilidade é apenas um dos muitos atrativos proporcionados por essa tecnologia.


Por isso, na hora de avaliar uma possível migração, é bom analisar todas as questões e a situação específica da empresa. Assim é possível alinhar as expectativas para o que realmente virá.


3. Apenas grandes empresas podem se beneficiar da nuvem: Mito!

Outra ideia errônea em relação à nuvem é a de que apenas grandes empresas podem usufruir das suas vantagens. Mas isso está longe de ser verdade.

 

Na realidade, o cloud computing é bastante democrático e sua flexibilidade consegue beneficiar até mesmo os pequenos negócios. Com ele, pequenas e médias empresas podem melhorar seus processos e prover um melhor atendimento ao consumidor. Isso gera maior competitividade e crescimento.

Os números dessas empresas no Brasil mostram o quanto elas podem se beneficiar da computação em nuvem. Com uma receita anual 16% maior do que aquelas com menor adoção dessa tecnologia e uma geração de novos empregos 11% mais rápido, elas estão crescendo e ganhando cada vez mais mercado.

 

Baixar e-book grátis


4. A nuvem não é segura: Mito!

Essa é mais uma das muitas falácias sobre o Cloud Computing ouvidas por aí. Mas a realidade é completamente diferente.


Seja em termos de integridade das informações ou privacidade, a nuvem consegue prover uma segurança de dados muito superior ao que a maioria das empresas conseguem implementar.


Com dados armazenados em cloud, não é preciso se preocupar com problemas técnicos de servidor ou quedas de energia, por exemplo. E tudo é bem protegido por softwares de última geração, serviços de criptografia e uma equipe especializada que monitora a infraestrutura em regime 24x7.


Entretanto, o fato de migrar os dados para a nuvem não exime a empresa da sua responsabilidade. Afinal, assim como é um erro pensar que a ela não é segura, é um erro pensar em 100% de proteção.


Por isso é fundamental que boas práticas de segurança sejam seguidas por todos os usuários para garantir a proteção necessária às informações sensíveis da companhia.


5. Cloud computing serve para tudo: Mito!

Com tantas funções, usos e aplicações, é normal pensar que a computação em nuvem serve para tudo. Porém, nem sempre é necessário adotar essa tecnologia para se obter o resultado desejado. E em alguns casos, fazer a adoção pode gerar mais custos e prejudicar o projeto.


Existem diversas soluções de TI no mercado e o correto a fazer é buscar entender qual delas é a melhor opção para um caso em específico. Não é porque a nuvem tem inúmeros benefícios que ela é a resposta certa para tudo, é necessário analisar caso a caso.


6. É preciso optar por uma única nuvem: Mito!

Cada serviço de computação em nuvem oferecido hoje no mercado tem os seus pontos fortes e fracos. Cada um possui um atrativo principal e não é preciso se privar de alguns recursos em detrimento de outros por conta disso.
É possível utilizar nuvens diferentes, de fornecedores diferentes, para aproveitar o melhor de cada uma delas.


Esse é um conceito conhecido como Multi Cloud e serve para suprir as diferentes necessidades e propósitos de trabalho das empresas.

A transformação digital é um processo necessário a qualquer companhia que almeje evoluir e não ficar estagnada no tradicionalismo. E a nuvem é uma das bases para essa transformação.

Categorias: Cloud Computing, Transformação Digital