<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=633097343493783&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">
canal-comstor-logo
O blog dos negócios de TI.
Comstor Americas
  • Partner Portal
  • 7 benefícios da videoconferência: colaboração e comunicação a favor de bons negócios
  • 14 dicas de marketing para revendas de TI
  • Baixar agora
  • Baixar E-book grátis
  • Partner Portal
  • 7 benefícios da videoconferência: colaboração e comunicação a favor de bons negócios
  • 14 dicas de marketing para revendas de TI
  • Baixar agora
  • Baixar E-book grátis

7 políticas corporativas que podem acabar com a inovação dentro das empresas

Publicado em 2/jun/2016 5:30:00

Entenda como as regras e normas internas podem minar os processos de inovação tecnológica.

7 políticas corporativas que podem acabar com a inovação dentro das empresas

Inconscientemente as empresas podem estar minando seus potenciais pontos de inovação. Por falta de informação, por falta de equipe preparada que possa bancar as novas atividades ou mesmo pelo medo de errar e tirar os trens dos trilhos.

Vamos apontar alguns possíveis erros que podem estar acontecendo na sua empresa e sugestões para resolvê-los para que os diferenciais voltem a transformar as estratégias de negócios.

 

1- Medo de mudar o foco do negócio

Especialmente em empresas de tecnologia, além de acompanhar o que está sendo apresentado de novo no mercado, as empresas precisam estar sempre um passo a frente, buscar por tenfências e desenvolver novos produtos e serviços. Não é porque a empresa tem como core business a segurança em redes, por exemplo, que ela não pode atuar com Computação em Nuvem. Os assuntos sempre se relacionam e há uma forma de utilizar a expertise da empresa, adquirida ao longo dos anos, e desenvolver algo novo em outro setor.


2- Investir

Uma empresa que espera um departamento de TI inovador, precisa fazer investimentos suficientes para a que a equipe experimente novas tecnologias e as transforme em soluções. No momento do planejamento anual financeiro, é importante destinar parte da verba para inovações em tecnologia.

 

3- Foco no médio e longo prazo

A empresa que espera por resultados imediatos, pode interromper um projeto que tinha potencial para se transformar em algo inovador. Focar demais em resultados de curto prazo pode esgotar a oportunidade da empresa de inovar. Especialmente no departamento de TI em que as experimentações demandam tempo, avaliação dos processos e seus resultados para definir pela sua continuidade ou não.

 

4- Ouvir os clientes

Antecipar as necessidades de um cliente é inovar. Entregar aquilo que não era esperado, mas que vai atender ainda melhor a sua demanda é um ponto mais que positivo. Como disse Steve Jobs, “as pessoas não sabem o que querem até você mostrar a elas”.

É preciso ouvir o que o cliente diz, suas necessidades, mas também dificuldades ao utilizar os sistemas. O que pode ser melhorado e quais outras tecnologias e possibilidades podem ser oferecidas são questões que precisam entrar na linha de produção para serem respondidas.

 

5- Aprender com falhas anteriores

Ter um histórico do que não funcionou em todos os anos de experimentação é extremamente valioso. Recuperando as informações, é possível descartar possibilidades e ganhar tempo, mas também resgatar alguns projetos que foram interrompidos por falta de tecnologia ou investimento suficiente na época, mas que poderiam ser retomados agora.  

 

6- Encoraje a equipe

Boas ideias podem vir de pessoas que menos se espera. Logicamente que a vivência dos mais experientes deve ser totalmente considerada. Mas um estagiário tem muito a acrescentar também. Às vezes, por ser mais novo e não estar tão inserido nas questões corporativas, um estagiário pode dar um start em uma ideia que pode ser desenvolvida por toda equipe na sequência. Além disso, o usuário final também pode ser encorajado a falar sobre suas dificuldades tecnológicas e apontar soluções que estão fora de sua alçada, mas que podem virar ideias.  

 

7- Trabalho em conjunto

Equipes de TI que têm os especialistas trabalhando em ambientes físicos separados, precisam repensar sua estratégia. O que uma pessoa tem a acrescentar em um projeto, pode ser válido para outro colaborador que esteja em uma área diferente. Cabe ao CIO agrupar a equipe e exigir o desenvolvimento de projetos em conjunto.  

Muitas das sugestões são atividades simples e que podem impactar diretamente no crescimento das inovações nas empresas. Ter um bom planejamento, traçando metas para as equipes é fundamental para a motivação do pessoal e a certeza de que estão trabalhando focados em um caminho comum e estratégico para os negócios da companhia.

 

7 problemas que impedem o sucesso da equipe de TI e como resolvê-los

 

Fonte:

http://www.zdnet.com/article/ten-ways-businesses-kill-innovation/

 

Categorias: Mercado de TI, Empresas de TI, Inovação