<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=633097343493783&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">
canal-comstor-logo
O blog dos negócios de TI.
Comstor Americas
  • Partner Portal
  • 14 dicas de marketing para revendas de TI
  • Baixar agora
  • Baixar E-book grátis
  • Serviços Gerenciados Cisco Meraki
  • Partner Portal
  • 14 dicas de marketing para revendas de TI
  • Baixar agora
  • Baixar E-book grátis
  • Serviços Gerenciados Cisco Meraki

8 tecnologias importantes para as empresas nos próximos anos

Publicado em 2/mar/2017 5:00:00

Quais serão essencialmente fundamentais para oferecer resultados paras empresas nos próximos anos?

8 tecnologias importantes para as empresas nos próximos anos

Diante do cenário da transformação digital em constante evolução e que acarretam mudanças estruturais e comportamentais a todos os componentes da empresa, um desafio se apresenta aos profissionais de TI: quais as tecnologias serão essencialmente fundamentais, robustas o suficiente e capazes de suportar as mudanças e inovações cada vez mais rápidas nesse contexto?

 

Para tentar trazer luz a esse assunto, a Computerworld norte-americana, por meio da pesquisa Forecast 2017, indica algumas áreas prioritárias, como segurança, Analytics, XaaS ou “tudo de como serviço", virtualização e aplicativos móveis. Já o Gartner aponta como tendência qualquer tecnologia que tenha potencial disruptivo, entre elas aprendizado avançado de máquinas e a inteligência artificial, aplicativos/coisas inteligentes e realidade virtual.

 

Veja abaixo algumas apostas dos especialistas para os próximos anos:

 

1- Segurança

A pesquisa da Forecast 2017 mostrou que a preocupação com segurança, sobretudo após incidentes como o poderoso ataque DDoS em outubro de 2016 (saiba mais aqui), levou 47% dos profissionais de TI entrevistados a aumentar os gastos com segurança. 14% deles indicam também projetos de segurança como os mais importantes entre as estratégias de TI para o ano. Outra tática compartilhada entre muitos dos líderes entrevistados é a contratação de pessoas para enfrentar os desafios de segurança. E a maioria já encontra dificuldade de encontrar talentos nessa área.



2- Analytics

Saber como utilizar a gigantesca quantidade de dados produzidas atualmente (cerca de 90% dos dados que existem hoje foram criados nos últimos dois anos) é mais um desafio. Por isso, o Analytics figura como uma alavanca para traduzir esses dados em ações práticas e que gerem resultados. Mais uma vez citando a pesquisa Forecast 2017, 38% dos participantes do levantamento afirmaram que planejam aumentar os investimentos para análise de dados. Isto inclui Big Data, mineração, Business Intelligence (BI) e Analytics.

 

Além disso, em consonância com a análise da consultoria Gartner, 30% dos entrevistados apontam o Big Data/Analytics como a tecnologia disruptiva de maior impacto para as organizações nos próximos cinco anos. Também os governos se preparam para essa tendência. Em Edmonton, Alberta (Canadá), a administração cidade está utilizando a análise de dados como um foco organizacional desde 2016 com o objetivo de construir um data warehouse federado ligado a data marts, utilizando ferramentas de dados como a Tableau.

 

3- XaaS,  tendência  “tudo como serviço”

A migração dos mais diversos serviços para a Nuvem possibilitou que as organizações montassem suas  infraestruturas de TI para transformação digital. E essa ainda será uma tendência que ganhará força, uma vez que 33% dos participantes da pesquisa da Forecast 2017 citam que suas empresas planejam elevar os gastos com SaaS (software-como-serviço) enquanto outros 24% vão investir em tecnologias de plataforma como serviço (PaaS). A pesquisa revelou também que 27% irão gastar mais em infraestrutura como serviço (IaaS) e que 29% dos entrevistados apostam nos sistemas de Nuvem ou que SaaS seja a tecnologia disruptiva com maior impacto em seus negócios nos próximos três a cinco anos.

 

4- Mobilidade

A popularização de dispositivos como smartphones e tablets exige da TI uma nova configuração para o desenvolvimento de aplicativos em busca de vantagem competitiva. Por esse motivo, 35% dos participantes da Forecast 2017 citam que planejam um aumento em sistemas móveis para os próximos anos e, inclusive, 21%  já estão procurando pessoas para atuar no gerenciamento de dispositivos móveis.

 

5- Virtualização

Essa tecnologia segue na liderança entre as opções de CIOs de empresas. Algumas organizações já estão expandindo para virtualizarem não só sistemas e desktops, como também servidores, redes, armazenamento e infraestrutura móvel.

 

10 dicas de tecnologia para aumentar sua produtividade no trabalho

 

6- AI (Inteligência Artificial)  e Aprendizagem Avançada de Máquinas  

A tendência é que as técnicas neste setor avancem para criarem sistemas que entendam, aprendam, prevejam e também para que atuem de forma autônoma, como robôs, veículos autônomos e outros eletrônicos. A Inteligência Artificial (AI) e Machine Learning (ML) são compostos por muitas tecnologias e técnicas que utilizam aprendizado profundo, como as redes neurais, processamento de linguagem natural [NLP]).

 

7- Aplicativos e coisas Inteligentes

Ligados ao desenvolvimento da AI e ML, os aplicativos inteligentes, como os VPAs serão capazes de funcionar como um assistente humano, realizando tarefas para tornar a rotina mais fácil, como por exemplo, priorizar e-mails e permitindo que os usuários sejam mais eficazes ao destacar os conteúdos e informações mais relevantes. Entre outras tendências em aplicativos inteligentes estão os assistentes virtuais do cliente, os VCAs, cuja especialidade é realizar tarefas como vendas e serviços. Um fato extremamente importante no caso de aplicativos inteligentes é que eles têm o potencial de transformar profundamente as estruturas de trabalho.

 

Já as coisas inteligentes são aquelas que vão além dos modelos programados e exploram a AI e aprendizagem das máquinas para comportamentos em níveis mais sofisticados de interação com o ambiente e com as pessoas. Entre os exemplos, estão os drones e veículos autônomos. De acordo com o Gartner, estaríamos em migração de um processo de coisas inteligentes autônomas para um modelo colaborativo da inteligência das coisas.

 

8- Realidade Virtual e Aumentada

Essas duas tecnologias se estabelecem com o grande potencial de transformar as interações entre indivíduos e entre pessoas e sistemas e será bastante explorada no cenário do consumidor imersivo e também como conteúdo comercial.

 

 

Fontes:

http://cio.com.br/gestao/2017/02/01/tech-forecast-2017-cinco-tecnologias-chave-para-as-empresas/

http://www.spread.com.br/personalizado/iv2eox2b17/As-10-tend%C3%AAncias-tecnol%C3%B3gicas-para-2017-segundo-o-Gartner

https://endeavor.org.br/12-tendencias-de-tecnologia-para-2017/

http://www.devmedia.com.br/data-warehouse-ou-data-mart-por-onde-comecar/6996