<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=633097343493783&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">
canal-comstor-logo
O blog dos negócios de TI.
Comstor Americas
  • Baixar E-book
  • Westcon-Comstor lança o BlueSky Solutions Marketplace
  • Partner Portal
  • Baixar agora
  • Baixar agora
  • Baixar E-book
  • Acesse agora
  • Partner Portal
  • Baixar agora
  • Baixar agora

A oportunidade de US$ 7 bilhões que fornecedores de TI ignoraram

Publicado em 12/out/2016 5:00:00

O desafio dos CIOs de TI é oferecer uma experiência que contemple facilidade de uso e rápido provisionamento de infraestrutura.

A oportunidade de US$ 7 bilhões que fornecedores de TI ignoraram

A TI tradicional – com seus sistemas que pouco se importavam com a necessidade cada vez mais frequente de seus clientes por mudanças nas formas de uso de aplicações e armazenamento motivou o desenvolvimento do fenômeno conhecido como Shadow IT, sistemas que funcionam, literalmente, à sombra do setor de TI.

 

Esse modelo, acelerado pela computação em Nuvem, permitiu que áreas ou departamentos comprassem pequenos servidores e aplicativos, sem que o departamento de TI soubesse, suprindo a demanda por soluções mais rápidas e viáveis às suas necessidades e que não fossem custosas em termos de dinheiro e infraestrutura.

 

Graças a disponibilidade cada vez mais abundante de ofertas em Nuvem, sobretudo os provedores de serviços de Nuvem Pública, os usuários buscam atender suas próprias demandas passando por cima das barreiras impostas pela TI, que geralmente se baseiam em prioridades como segurança e compatibilidade, enquanto os usuários priorizam a funcionalidade.

 

A questão é que com esse modelo surgiu um novo desafio para os CIOs: pensar em como oferecer uma experiência semelhante, que contemple facilidade de uso e rápido provisionamento de infraestrutura, visando competir com os provedores de serviços de Nuvem, se distanciando dos modelos tradicionais de entrega de soluções nesse quesito.

 

Enquanto alguns insistiam em antigos modelos, novos fornecedores, atentos a esse cenário, aproveitaram a oportunidade e criaram as plataformas hiperconvergentes, solução que revigorou o mercado de infraestrutura de TI. A infraestrutura hiperconvergente ou HCI (Hyperconverged Infrastructure) se configura como o novo servidor de computação com Armazenamento de Conexão Direta (DAS). As infraestruturas hiperconvergentes permitem que o disco DAS seja compartilhado entre alguns servidores tornando a unidade de computação mais resistente.

 

No entanto, como as demandas dos clientes são bastantes mutáveis, os fornecedores devem ficar atentos a outros novos desafios que podem se impor diante dessa implementação.

 

8 motivos para contratar uma revenda de TI especializada

 

Desenvolvimento hiperconvergentes de Sistemas de Mercado

A necessidade de uma infraestrutura ágil, rentável e de gestão simplificada para a implementação das plataformas hiperconvergentes irá representar, até 2020, um mercado de quase US$ 7 bilhões. Os dados são de um estudo recente da Technology Business Research (TBR) que mostrou também que, em razão da grande adesão de empresas de pequeno porte a esse modelo, a atenção ao processo deve se concentrar no tempo de processo de implantação, para que ela não leve mais tempo do que o provisionado para uma infraestrutura tradicional.

 

Isso porque a implementação do sistema hiperconvegente, que inclui configuração, otimização e até mesmo a própria compra, deve priorizar o seu conceito inicial de simplificar a TI, garantindo as expectativas do cliente de uma transição suave para a nova tecnologia.

 

Além disso, as linhas de negócios dentro das organizações são focadas nos benefícios que as plataformas hiperconvergentes pode gerar pós implantação, como redução de custos e níveis mais elevados de produção de TI.

 

Os analistas da área indicam que os enfoques nos benefícios levam a uma antecipação que amplia a urgência e a pressão em torno da TI das empresas para que as implantações sejam rápidas, de forma a valorizar os investimentos nas tecnologias hiperconvergentes.

 

Um aspecto fundamental, portanto, é trabalhar no local com os clientes, através de demonstrações, implantações de teste e treinamento em todo o processo, da compra à implementação. Esse processo colabora para que não ocorra a frustração do cliente enquanto se adaptam à sua nova tecnologia.

 

Fontes:

https://goo.gl/2UDKFf

https://goo.gl/pW89ic

https://goo.gl/DR6oUc

https://goo.gl/moRfjG

 

Categorias: Revendas, Hiperconvergência