<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=633097343493783&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">
canal-comstor-logo
O blog dos negócios de TI.
Comstor Americas
  • Cibersegurança para pequenas empresas
  • Baixar E-book
  • Westcon-Comstor lança o BlueSky Solutions Marketplace
  • Partner Portal
  • Baixar agora
  • Cibersegurança para pequenas empresas
  • Baixar E-book
  • Acesse agora
  • Partner Portal
  • Baixar agora

A oportunidade do varejo online no México

Publicado em 3/set/2015 5:00:00

O comércio mexicano está em expansão e entre os anos de 2009 e 2013 registrou um crescimento de 400%.

A oportunidade do varejo online no México 

Os olhos dos investidores na área de TI começaram a voltar-se para o México. Há inúmeros motivos para esta mudança de comportamento. Isso porque comparando com o Brasil, o México tem muitas vantagens. Apesar de ser menor em população, o México possui PIB per capta 30% maior.

 

Sendo assim, a economia mexicana apresenta sinais mais sólidos do que a brasileira. Além disso, segundo o Grupo do Banco Mundial, o México ocupa a 39ª posição entre as 189 economias mundiais classificadas em ter facilidade na realização de transações comerciais. O Brasil ocupa a 120ª posição. Ainda de acordo com o Grupo do Banco Mundial, os Estados Unidos estão na 7ª colocação.

 

Isso tudo facilita os acordos comerciais entre os dois países. Outras questões também estão despertando a oportunidade de varejo no México. Tratam-se das Leis Trabalhistas e as fiscais, que embora rigorosas, são mais flexíveis no território localizado na América do Norte. Todos esses incentivos proporcionaram que as vendas de bens e serviços online no México crescessem 0,2% entre os meses de abril e maio deste ano, segundo o Instituto Nacional de Estatística e Geografia (Inegi). E comparando maio do ano passado com este ano, o crescimento foi de 4,1%, ainda segundo a mesma fonte.

 

Diante destes fatos, fica claro que a concorrência no e-varejo mexicano é forte e está em pleno desenvolvimento. Varejistas importantes como, por exemplo, os norte americanos Wal-Mart, Lowe e Home Depot Inc e o espanhol Inditex, mais conhecido por sua marca Zara, Amazon.com, estão fazendo grandes investimentos nos sites de e-varejo mexicano nos últimos meses.

 

A Zara, por exemplo, vende produtos para consumidores mexicanos desde 2013. Outras marcas, como por exemplo, a Alibaba do China Group e o Mercado Livre estão ativamente à procura de um gerente que possa trabalhar exclusivamente no México. Tudo para expandir o comércio no país.

 

A Amazon também está atuando no México. Quando iniciou as operações por lá, em meados de 2013, a empresa oferecia e-books Kindle em seu site online. Como o retorno foi muito positivo, a Amazon desenvolveu um endereço eletrônico exclusivo para os usuários do México (amazon.com.mx), ou seja, tudo em espanhol e oferecendo milhões de itens, indo de itens de cozinha, equipamentos esportivos, ferramentas, produtos de saúde e cuidados pessoais, jóias, música, livros, filmes a software.

 

Um estudo do comportamento do consumidor também foi elaborado revelando que os mexicanos poderiam fazer suas compras por meio de seus aparelhos celulares usando o aplicativo Amazon no iTunes e Google Play. Com isso, a empresa passou a competir com outras empresas de comércio eletrônico, como o Mercado Livre e Waltmart. Esta, por sinal, oferece 30 mil itens e proporciona a entrega no mesmo dia, aumentando as vendas no México em 66% desde que entraram no mercado local.  

 

 

Plena expansão

O comércio online no México está em plena expansão e entre os anos de 2009 e 2013 registrou um crescimento de 400%, segundo a  Euromonitor International. Os bons números de vendas via Internet devem crescer ainda mais. A Forrester Research Inc estima que entre os anos de 2014 e 2018 o e-commerce do país (com exceção do marketplaces e viagens) deverá duplicar e chegar à casa dos 5,5 bilhões dólares.

 

A empresa eMarketer Inc. calcula que este crescimento será ocasionado por mais e mais consumidores que passarão a acessar a Internet para fazer suas compras de forma rápida, prática e segura. E somente para esse ano de 2015, a eMarketer espera que 65,1 milhões de mexicanos estarão online, tornando o país a 8ª população de usuários de Internet no mundo.

 

Fontes:

https://www.internetretailer.com/2014/12/30/e-retail-opportunity-mexico

http://www.parana-online.com.br/editoria/economia/news/894147/?noticia=MEXICO+VENDAS+NO+VAREJO+SOBEM+02+E+NO+ATACADO+10+ENTRE+ABRIL+E+MAIO

http://onegociodovarejo.com.br/brasil-china-mexico-e-lojas-line-sao-chave-para-expansao-wal-mart/

http://pt.egg-life.net/article/68043

 

Categorias: Varejo