<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=633097343493783&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">
canal-comstor-logo
O blog dos negócios de TI.
Comstor Americas
  • Partner Portal
  • 14 dicas de marketing para revendas de TI
  • Baixar agora
  • Baixar E-book grátis
  • Serviços Gerenciados Cisco Meraki
  • Partner Portal
  • 14 dicas de marketing para revendas de TI
  • Baixar agora
  • Baixar E-book grátis
  • Serviços Gerenciados Cisco Meraki

A transformação digital das empresas: pontos que as revendas de TI precisam observar

Publicado em 22/mai/2017 5:00:00

Descubra como as corporações estão trabalhando essa mudança com base no cliente.

A transformação digital das empresas: pontos que as revendas de TI precisam observar

Os avanços tecnológicos têm criado mais recursos e poder para as empresas. A tecnologia oferece a elas a capacidade de se conectar com clientes e prospects sempre e onde quiserem. Ela também abre as portas para as equipes de vendas e marketing para reunir dados valiosos e insights dos clientes. Esse desenvolvimento contínuo da automação de vendas e marketing nos últimos anos tornou as tarefas diárias mais fáceis para vendedores e profissionais de marketing. No entanto, há uma tendência emergente em 2017 que todos os departamentos - incluindo o de TI - precisam saber antes de tomar decisões para a compra de tecnologia.

 

O futuro digital dos negócios

Os clientes de hoje estão constantemente distraídos, e isso está afetando mais do que o gerenciamento do tempo. Em 2017 e nos próximos anos, nós veremos uma abordagem de tecnologia “menos é mais” na maior parte dos negócios, para evitar o paradoxo da produtividade, que aponta que, apesar dos rápidos avanços tecnológicos, a produtividade como um todo está decaindo.

 

Ainda não está muito claro porque isso realmente acontece, mas acreditam que as megatendências de transformação digital como as redes sociais, os dispositivos móveis, a Nuvem e o Big Data estão modificando  todos os aspectos das nossas vidas e, por isso, as organizações precisam adaptar os processos-chave da empresa para criar experiências de compra fantásticas, algo que os clientes de hoje estão esperando. Apenas as empresas que se adaptam suficientemente rápido e permanecem ágeis vão conseguir ficar à frente da concorrência. Isso resume a transformação digital dos negócios.

 

Mas à medida que os smartphones e dispositivos móveis se tornam as telas primárias para os negócios, dispositivos que desencorajam seus proprietários de usá-los parecem um desperdício de dinheiro. As empresas devem aprender a combater isso com a tecnologia que agiliza as interações em vez de criar mais delas. As melhores soluções fornecem experiências de usuário que são intuitivas, sem atrito e consistentes em todos os dispositivos. O futuro digital dos negócios deve incluir interfaces que aumentem a produtividade, exigindo tão poucos pontos de contato intencionais quanto possível.

 

New Call-to-Action

 

Dados: a arma nem tão secreta assim

Há alguns anos, os dados eram tidos como o grande diferencial para as empresas. Hoje, as grandes corporações já têm acesso à ferramentas e plataformas de análise poderosas. Mas para aquelas que constroem soluções para dar suporte e acelerar as interações de negócios, usar esses dados para agilizar os processos de rotina é uma estratégia que pode derrotar a fragmentação de aplicativos. Integrações que se escondem perfeitamente por trás de uma experiência de usuário podem economizar tempo não apenas por exigir menos atenção, mas por alavancar dados de outros sistemas para fazer a comunicação, negociações e distribuição de geração de documentos quase instantaneamente.

 

Soluções que podem coletar dados de uma variedade de fontes e permitir que os usuários conectem dados em diferentes tipos de documentos ou outras interfaces, moverão o negócio digital um passo além da comunicação simples. Isso também significa que as revendas de TI devem considerar como eles se encaixam com outros produtos disponíveis no mercado.

 

Quem é responsável pela transformação digital dentro da empresa?

A transformação digital dos negócios pode ser abordada de diversas formas. Mas a primeira pergunta sempre se resume a: quais profissionais na organização devem ser responsáveis por liderar os esforços dessa transformação? A TI? O CEO? O Marketing? Na realidade, não há um consenso sobre qual diretor é responsável por essa iniciativa. Por exemplo, 34% das empresas direcionam a responsabilidade para o CMO, enquanto em 19% dos casos, o CIO fica com a responsabilidade.

 

Há um argumento a ser feito para cada um desses papéis. O CMO é provavelmente o mais próximo do cliente, mas está longe de aplicar a tecnologia com êxito. O CDO (Chief Digital Officer) tem uma boa compreensão sobre a visão digital, juntamente com a experiência guiando a mudança em vários departamentos. E o CIO é o vencedor claro quando se trata de compreender e aplicar tecnologias novas e emergentes. Em cada caso, você tem um especialista com potencial para liderar negócios digitais. O desafio é decidir quem é o mais adequado, não apenas quem é adequado.

 

E agora que muitas empresas têm empreendido este enorme desafio organizacional, podemos começar a enxergar os casos de sucessos e as falhas mais comuns. O que já dá para saber é que o maior progresso ocorreu em companhias que permitem, com sucesso, a colaboração multifuncional entre as linhas de negócio e a TI.

 

Por que as transformações digitais feitas apenas pela TI fracassam?

Tradicionalmente, selecionar, comprar e implementar tecnologias sempre foi uma tarefa sob responsabilidade do departamento de TI. Ele tinha um orçamento pré-definido para comprar as aplicações, infraestrutura e soluções de Nuvem requisitadas pela diretoria. Eles normalmente são os que determinam a estratégia de tecnologia de longo prazo da empresa, além de possuírem a expertise técnica para implementar e dar manutenção para essas soluções. Com isso, parece natural que a TI fique responsável por gerenciar as iniciativas de transformação digital.

 

Infelizmente, a maioria dos departamentos de TI vê as iniciativas de transformação de negócios como uma maneira de reduzir custos, modernizar seus aplicativos ou substituir/modernizar sua infraestrutura. Isso é o que eles fazem há décadas. No entanto, a tecnologia por si só não consegue criar um "processo de criação de valor colaborativo baseado em negócios para alavancar os dados e análises".

 

Transformação bem-sucedida é liderada por negócios e ativada pela TI

Se você olhar para exemplos notáveis de empresas que têm implementado com sucesso a transformação digital, uma característica comum se destaca: eles começaram com a necessidade do cliente mais urgente e, em seguida, criaram uma solução digital para ele. Todo o processo foi totalmente orientado pelos consumidores.

 

Em outras palavras, para transformar com sucesso o negócio do seu cliente, para se destacar neste mundo digital, você deve compreender intrinsecamente quais iniciativas de negócios e experiências de clientes que cada empresa precisa e deve investir para garantir a criação de experiências mais atraentes e que sustentem a transformação contínua. Portanto, a transformação de negócios bem-sucedida é direcionada pelas unidades de negócios.

 

CIOs negligenciados apesar de ser a escolha mais lógica

CIOs são a escolha lógica em termos de competência tecnológica e visão sobre o negócio, mas eles estão sendo ignorados. De acordo com um levantamento de 750 empresas e líderes de TI, 42% acreditam que os CIOs devem liderar a transformação digital de negócios. Apenas 18% dos entrevistados achavam que o CEO deveria liderar, enquanto menos ainda escolheram o CDO (9%). Se os CIOs são preferidos duas a quatro vezes mais do que suas contrapartes de nível C para ter um papel de liderança importante no negócio digital, o que está os impedindo?

 

5 razões para os CIOs liderarem a inovação de negócios digitais

Os CIOs podem estar lutando para conquistar essa responsabilidade, mas eles já estão bem adaptados para trazer suas empresas para a era do negócio digital. E aqui temos 5 razões para justificar porque os CIOs estão tendo sucesso na transformação digital dos negócios:

 

>> Expertise tecnológica: eles sabem como integrar todas as áreas de negócio, como construir a infraestrutura de tecnologia e manter a segurança dos dados do usuário final.

 

>> Foco no cliente: a transformação digital dos negócios leva a uma mudança no foco do cliente interno para o cliente externo. O CIO projeta experiências do cliente e integra-se no ecossistema de valor pessoal do cliente através de avanços tecnológicos.

 

>> Gerenciamento de TI ágil: o CIO não está mais atolado nos processos de TI de execução empresarial. Eles otimizaram seus processos e planejamento de custos, obtendo transparência total em gastos e flexibilidade para reduzir estrategicamente os custos de execução de TI - liberando um novo orçamento para inovação.

 

>> TI como um negócio: eles falam sobre TI como tecnologia que contribui para a linha de fundo da empresa. Eles têm as ferramentas e linguagem para discutir os custos de TI no contexto de serviços que fornecem valor aos líderes empresariais. Com a cooperação desses líderes, eles moldam a demanda de serviços e usam a capacidade de Nuvem elástica para atender a demanda.

 

>> Cultura do “falhe rápido”: o CIO não tem medo de risco e nem as equipes que desenvolvem. A inovação é tão ágil quanto os processos de TI subjacentes. Eles minimizam o risco através da capacidade de iterar rapidamente em implantações de tecnologia com base no feedback dos clientes.

 

Qual é o próximo passo para os CIOs em negócios digitais?

Com o CIO comandando a transformação digital, as empresas solidificam suas chances de sucesso. As empresas que criarem um novo papel ou puxar em um líder que não é tão incorporado em tecnologia têm uma maior chance de perder marketshare. Daniel Newman, especialista em transformação digital da Forbes, comenta sobre o papel dos CIOs na transformação digital dos negócios:

 

"O CIO deve assumir um importante papel de liderança em 2017, criando alianças baseadas em digital em toda a empresa. À medida que a tecnologia avança, os CIOs serão responsáveis pela construção de pontes entre as equipes de tecnologia de negócios e o departamento de TI da empresa, além dos outros departamentos. O CIO também terá a função de capacitar as mudanças de toda a empresa em pensamento, cultura e práticas. Como a transformação digital continua a alterar radicalmente a forma como as empresas operam, um CIO com uma mentalidade estratégica pode estar na vanguarda dessas mudanças.”

 

As revendas de TI precisam ter isso em mente: trabalhar a venda de soluções focadas em transformação digital diretamente com os CIOs de cada organização, buscando sempre entender exatamente quais são as necessidades da empresa. Entender a infraestrutura e o tamanho da companhia para oferecer as soluções certas para o líder de TI.

 

Fontes:

https://www.bsminfo.com/doc/what-it-departments-should-know-for-0001

http://www.apptio.com/blog/5-reasons-cio-should-lead-digital-business-transformation-and-3-reasons-they-aren%E2%80%99t

https://blog.juriba.com/digital-business-transformation

 

Categorias: Revendas, Internet das Coisas, Transformação Digital