<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=633097343493783&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

CANAL SYNNEX COMSTOR
O blog dos negócios de TI.

Arquitetura em Nuvem: o que é e qual a importância para o sucesso de uma migração?

Essa estrutura é fundamental para que qualquer projeto de Cloud Computing seja bem-sucedido.



A maioria das empresas já migrou parte de seus sistemas e dados para Cloud Computing devido aos inúmeros benefícios que essa tendência pode proporcionar. Ela oferece maior mobilidade para os colaboradores desenvolverem suas tarefas, flexibilidade, escalabilidade para a infraestrutura corporativa, além de aumentar a segurança e reduzir gastos com a troca de equipamentos.

No entanto, para aproveitar todas as oportunidades da Cloud Computing, é necessário contar com uma estrutura física adequada, com equipamentos e serviços que possibilitem a execução de todos os serviços sem interrupção.

A estrutura física necessária é o que chamamos de arquitetura em Nuvem. Ela é essencial para o sucesso dos projetos de Cloud Computing para qualquer empresa. Você já conhecia esse termo? Sabe os benefícios que ela pode proporcionar para uma estratégia de migração?

Leia o artigo a seguir e saiba a importância da arquitetura em Nuvem para os negócios. Boa leitura!

O que é arquitetura em Nuvem e como implementá-la?

Arquitetura em Nuvem é a infraestrutura física que reúne os componentes necessários para que a Cloud Computing seja uma realidade. Ela é destinada a fornecer todos os recursos para que os usuários tenham acesso ininterrupto aos dados e aplicativos migrados.

Além disso, é a arquitetura que possibilita o acesso ágil e sob demanda à rede, garantindo uma movimentação rápida, segura e eficiente entre servidores e até mesmo entre Nuvens.

Webex for free

Ela permite que as empresas integrem e gerenciem seus serviços em Nuvem, extraindo as vantagens de inovação e flexibilidade de TI necessárias para atender as demandas atuais do mercado.

A arquitetura em Nuvem pode ser dividida em três pilares, que são conhecidos como as principais modalidades da Cloud Computing, as quais podem operar tanto separadamente quanto em paralelo. São eles:
• SaaS (Software como Serviço): neste modelo, os fornecedores disponibilizam seus softwares por meio da internet para que as empresas possam acessá-los de qualquer lugar, sem a necessidade de se preocupar com licenças, atualizações ou manutenções;

• IaaS (Infraestrutura como Serviço): nesta opção, o cliente substitui sua infraestrutura de TI local por um serviço de Nuvem terceirizado. Assim é possível eliminar capital parado de hardware e software, ganhando flexibilidade e economia;

• PaaS (Plataforma como Serviço): enquanto isso, o PaaS é utilizado como base para hospedagem e implementação de ferramentas em uma plataforma escolhida, como Java. Além disso, é muito usado para o desenvolvimento de softwares próprios disponíveis em Cloud.

Por meio dessas diferentes abordagens, as organizações podem tornar a arquitetura mais eficiente e aproveitar os melhores benefícios da Cloud Computing em seus negócios.

Quais os benefícios da arquitetura em Nuvem?

Ao contar com uma arquitetura em Nuvem, as empresas podem eliminar os trabalhos que seriam relacionados à infraestrutura local e TI, permitindo que a equipe realize tarefas mais importantes, assumindo um papel estratégico para os negócios.

Ela pode oferecer inúmeros benefícios para as organizações, tais como:

Praticidade e produtividade

Ao investir em uma arquitetura em Nuvem para a execução de seus projetos de migração, os funcionários das empresas passam a contar com maior mobilidade e flexibilidade para desenvolver suas tarefas.

Desse modo os colaboradores podem acessar os dados e recursos que necessitarem de onde estiverem e pelo dispositivo que desejarem, o que ajuda na produtividade de toda a equipe.

Redução de consumo de energia elétrica

A maioria das empresas consome grandes quantidades de energia elétrica. No entanto, com uma boa arquitetura em Nuvem, é possível realizar todos os processos que anteriormente eram executados em Data Centers locais na Cloud.

Isso elimina a necessidade de manter esses equipamentos que consomem muita energia para armazenar dados e rodar softwares e aplicativos - tudo passa a ser executado na Nuvem.

Otimização dos negócios

Quando você tem uma arquitetura em Nuvem adequada para executar os projetos de Cloud Computing de forma eficaz, é possível otimizar seu empreendimento como um todo. Isso porque os colaboradores passam a contar com melhores recursos para executar suas tarefas, além de não se preocupar com interrupções, contratempos ou falhas no sistema.

Desse modo, é possível investir tempo e energia em tarefas estratégicas para o core business, potencializando os resultados da empresa no mercado.

Como você pôde perceber, a arquitetura em Nuvem é crucial para que qualquer empresa coloque seu projeto de Cloud Computing em prática de modo bem-sucedido. Portanto, é importante buscar por uma parceria de sucesso para adquirir as melhores soluções em Cloud do mercado.

Posts relacionados

Cloud Computing e coronavírus: 6 princípios para uma migração segura

Devido ao aumento do home office causado pelo isolamento social, muitas empresas estão precisando aumentar a utilização da Computação em Nuvem. Veja como fazer uma migração de ativos segura. 

Quais são os impactos de Edge Computing nas empresas?

Edge Computing otimiza o tempo de resposta do processamento de dados corporativos, aumenta a segurança e melhora o compliance, já é uma tecnologia essencial. 

4 práticas recomendadas para ter sucesso com a Hybrid Cloud

Quando gerenciada corretamente a Hybrid Cloud pode oferecer o melhor dos dois mundos para o negócios dos seus clientes.

Escreva seu comentário

Categorias