<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=633097343493783&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

CANAL SYNNEX COMSTOR
O blog dos negócios de TI.

Magazine Luiza investe em projeto de Big Data

  • Categoria:

    Big Data

    | Tempo para ler: 4 min

Iniciativa busca direcionar recomendações de produtos em tempo real para seus clientes.

140206 BigDataLuiza blog

Com o surgimento das novas tecnologias, surgiram também as novas fontes de informação. Conteúdo digital das mais diversas áreas ao alcance de qualquer usuário. Esse empoderamento garantiu que o consumidor pudesse acessar informações sobre produtos e fazer comparações de preços pela Internet, até mesmo se estiver dentro da loja, por meio do smartphone.

Essa mudança teve grande impacto sobre o setor de varejo e transformou também o modelo de atuação desse setor. Aproveitar o momento da compra e ter assertividade nas ações de marketing e vendas agora são pontos-chave para enfrentar a concorrência. Uma das grandes estratégias utilizadas pelas gigantes do varejo como o Magazine Luiza é a implementação de tecnologias de análise de dados por meio do Big Data. A inovação que essa tecnologia trouxe, analisando dados sobre o comportamento de compra dos clientes em canais online e offline possibilitou que a loja ganhasse o primeiro lugar na categoria Varejo e Consumo do prêmio “As 100+ Inovadoras no Uso de TI” com o sistema de recomendação de produtos Bob.

A nova plataforma, que tem como base um Big Data gerenciado por meio de um banco de dados, possibilitando o relacionamento entre objetos e pessoas, levou ao aumento de 35% da receita em relação ao sistema de recomendação que era utilizado. Essa plataforma surgiu a partir de um projeto criado em 2012, o social commerce Magazine Você, que permite às pessoas escolher produtos e criar suas próprias lojas virtuais, com a possibilidade de compartilhá-las nas redes sociais.

André Fatala, gerente de Pesquisa e Desenvolvimento do Magazine Luiza, afirma que “a partir do comportamento das pessoas dentro dessa plataforma social de vendas, verificamos que era possível armazenar todas essas informações sobre preferências e conexões entre pessoas, amigos e lojas para entender melhor o comportamento do consumidor e montar um sistema de recomendação em cima disso”. Os dados são coletados tanto de canais online, como o site tradicional, até a versão mobile e lojas virtuais. A intenção é utilizar cada interação do usuário dentro do site na próxima página visualizada, direcionando algum tipo de recomendação.

Diferencial da plataforma

O conceito básico do sistema de recomendação é que ele seja quase um assistente de compra, e ajude o cliente a escolher o melhor produto para ele. O diferencial da plataforma Bob são as comunidades, que permitem identificar o impacto da recomendação de determinada pessoa, seja de uma compra, sugestão ou avaliação de produto, dentro de sua rede de amigos.

Outro ponto interessante é o investimento em inovação. Para continuar com o projeto e criar novos conceitos, a rede Magazine Luiza tem investido pesado em seu departamento de TI. Através de um núcleo dedicado à pesquisa e desenvolvimento, constituído basicamente por engenheiros de software, a companhia trouxe mais agilidade e assertividade aos projetos. Com base em pesquisas, as ideias surgem dentro do núcleo de P&D, que monta a prova de conceito para ser encaminhada e aprovada pela diretoria.

“Conseguimos cortar alguns passos e mitigar questões, como se o projeto vai ser muito caro ou demorar muito tempo. Quando chegamos com a prova de conceito, é possível demonstrar a viabilidade, fazendo com que a decisão seja mais fácil para a empresa. E o desafio é colocar projetos no ar em até três meses”, acrescenta Fatala. Outro foco, além da inovação, é a adoção e disseminação de novas tecnologias. A Cloud Computing tem ajudado bastante na viabilização destes projetos, oferecendo inovação, escalabilidade e flexibilidade.

A criação de um departamento de TI e de um núcleo de Pesquisa e Desenvolvimento transformou completamente a abordagem da rede Magazine Luiza, com relação aos seus clientes. Utilizando-se das novas tecnologias e da inovação, conseguiu aumentar sua receita e se estabilizar como uma das grandes empresas do setor varejista. Agora, a rede planeja a criação de projetos ainda focados em Big Data, Mobile e Social Commerce.

12 previsões para o futuro da Internet of Everything

Fonte: http://informationweek.itweb.com.br/17278/magazine-luiza-investe-em-inteligencia-analitica/

Posts relacionados

Big Data: Como gerar valor com Data Analytics?

Para ter sucesso em um mercado que exige acertos rápidos, é indispensável ter o apoio de tecnologias como o Data Analytics.

Gestão de Dados: quais os benefícios de utilizar a análise preditiva na TI?

Muito mais do que antecipar problemas na organização, a análise preditiva é uma ferramenta estratégica de gestão de dados.

O que é process mining e qual a importância para revendas de TI?

Como uma das etapas da implementação da indústria 4.0, o process mining é um processo praticamente obrigatório para acompanhar as demandas do mercado.

Escreva seu comentário