<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=633097343493783&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

CANAL COMSTOR
O blog dos negócios de TI.

Big Data e chatbot: qual a relação entre essas tecnologias?

  • Categoria:

    Big Data

    | Tempo para ler: 3 min

Compreender quais são os desejos e necessidades dos clientes é fundamental para se destacar no mercado. Entenda como essas duas tecnologias podem ajudar.

 

Vivemos hoje em uma sociedade hiperconectada em que as pessoas realizam diversas atividades de seu dia a dia, tanto profissionais quanto pessoais por meio de dispositivos móveis conectados à internet, inclusive para realizar a compra de novos produtos e serviços.

Diante dessa nova realidade, as empresas passaram a contar com um enorme fluxo de dados gerados diariamente por essa sociedade e para atender às novas demandas que vieram com esse novo estilo de consumo, é necessário saber interpretar essas informações e utilizá-las a favor dos negócios.

O termo utilizado para demonstrar todo esse volume de dados é o Big Data. As corporações precisam utilizar ferramentas capazes de coletá-lo, armazená-lo, tratá-lo e analisá-lo. Assim será possível gerar insights relevantes para aprimorar as estratégias de marketing e vendas da empresa e atender melhorar os consumidores que estão mais exigentes.

Devido a isso, o Big Data tornou-se fundamental para o atendimento aos clientes e, quando aliado a outras tecnologias, como o chatbot, pode trazer resultados ainda melhores para os negócios.

Quer saber como essa relação funciona? Confira o conteúdo a seguir e aprenda como essas tecnologias podem ajudar as empresas na organização dos dados de seu negócio para melhorar a qualidade de seu atendimento. Acompanhe!

Qual a relação entre Big Data e chatbot?

As empresas precisam realizar um atendimento cada vez mais personalizado e ágil para seus clientes, os quais estão mais exigentes e sendo impactados diariamente por inúmeras marcas diferentes na internet. Por isso é necessário se destacar, oferecendo experiências positivas em suas jornadas de compra para criar um relacionamento com seu público-alvo.

Para que isso seja possível, as empresas precisam ter uma compreensão mais aprofundada dos desejos e necessidades de seus consumidores. Logo, precisam realizar análises de dados que reflitam o momento atual de seus clientes.

Assim é necessário aplicar o Big Data nesse processo, analisando cada uma das interações que uma pessoa faz nos canais da companhia. Qualquer interação realizada, seja para tirar dúvidas, fazer reclamações, buscar por novos produtos, entre outras ações, podem ajudar as empresas a entenderem o contexto do consumidor.

New call-to-action

A partir disso, as informações coletadas e analisadas podem ser aplicadas nas estratégias de marketing e vendas da organização e para tomar decisões sobre qual experiência entregar para o público-alvo.

No entanto, transformar essa imensa massa de dados brutos em informações úteis não é uma tarefa fácil e com frequência vai além das capacidades do cérebro humano. Por isso, o chatbot pode ser um excelente aliado nas análises de Big Data.

Contar com um assistente autônomo, cujas horas são gastas captando e acomodando milhões de dados pode ser essencial para o processo. Os chatbots possuem capacidades de análise e processamento mais aprimoradas, podendo ajudar a empresa a categorizar e a interpretar o Big Data.

Além disso, a inteligência dessa tecnologia pode ser utilizada para destacar padrões e tendências importantes que podem contribuir para melhorar os serviços, processos e produtos da organização, adicionando valor aos negócios.

Em resumo, podemos dizer que a relação entre Big Data e os chatbots pode trazer grandes resultados para seu empreendimento. Em primeiro lugar, contar com um assistente autônomo é fundamental para oferecer uma nova forma de interação mais ágil entre os clientes e sua marca. Em segundo lugar, as análises realizadas fornecem dados úteis à empresa para aprimorar todas as suas estratégias de negócio.

Um chatbot otimizado é capaz de gerar dados relevantes que serão essenciais para vendas futuras e novas oportunidades de marketing. É importante, portanto, que as empresas saibam combinar essas duas tecnologias para aprimorar as análises dos dados de comportamento dos consumidores e assim, gerar maior vantagem competitiva para sua marca em relação à concorrência.

Posts relacionados

Como melhorar a qualidade dos dados corporativos?

Todas as empresas têm qualidade de dados, o objetivo é sempre melhorar.

Análises preditivas e Big Data: como essa relação pode otimizar os negócios?

Atualmente, para que uma empresa consiga se destacar no mercado competitivo, é necessário saber utilizar todo o potencial de seus recursos digitais e dados coletados. Veja como essa relação pode ajudar!

Como fazer uma análise de Big Data eficaz?

As análises de dados estão se popularizando rapidamente entre as empresas e, quando realizadas corretamente, podem gerar insights úteis para os negócios.

 

Escreva seu comentário