<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=633097343493783&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

CANAL COMSTOR
O blog dos negócios de TI.

Capex e Opex: como otimizar os investimentos em TI?

Escolher entre um e outro requer a consideração do cenário atual da empresa e as peculiaridades do projeto.

 

 

Com constante avanço na tecnologia, a rapidez das informações e a velocidade nas atualizações de produtos tecnológicos fica cada vez mais difícil adquirir um produto ou solução de TI visando sua longa duração.

No ramo empresarial esta dúvida prevalece: é melhor investir em CAPEX ou OPEX? Antes de decidir qual o melhor para os negócios, entenda o que significa cada termo.

CAPEX:

Capital expenditure ou despesas de capital, significa investimentos de bens de capital, ou seja, são equipamentos que podem ser utilizados por um longo período e visam o retorno financeiro a empresa.
Exemplo:

  • Computadores;
  • Servidores;
  • Tablets;
  • Automóveis;
  • Imóvel;
  • Entre outros.

OPEX

Operational Expenditure se refere às despesas operacionais, que são pagamentos relativos à atividade de gestão empresarial e a utilização de serviços de terceiros.
Exemplo

  • Manutenção de equipamento;
  • Combustível;
  • Soluções Cloud;
  • Entre outros.

Agora que ficou claro a diferença entre a operação CAPEX e OPEX saiba qual a melhor para investir na otimização dos investimentos em TI.

Qual metodologia você deve escolher?

Essa é uma pergunta difícil de ser respondida, porque requer a consideração do cenário atual da empresa e as peculiaridades do projeto. É necessário adequar os gastos da empresa a partir de um conhecimento aprofundado dos desembolsos com capital.

Além disso, esses itens precisam ser avaliados, pois quando se opta pela modalidade CAPEX o patrimônio da empresa sofre um impacto, imobilizando os bens do negócio devido às despesas geradas para a aquisição do projeto.

Diferentemente do OPEX que é considerado um resultado consequência do decorrer do projeto, isso permite pagar pelo produto ou serviço apenas quando usar e não por um longo período, como no outro modelo.

Mas, afinal, é melhor investir em produtos de longa ou curta duração? CAPEX ou OPEX?

Muitos produtos ou serviços tecnológicos precisam ser atualizados constantemente ou, muitas vezes, aparecem outras soluções melhores no mercado, por isso, ao pensar nestes itens é necessário avaliar o melhor custo-benefício para o cenário atual da empresa, visando a sua presença no mercado.

São grandes os desafios de administrar uma empresa e conduzi-la ao êxito, identificar oportunidades de economia e de rentabilidade é crucial para ampliar a competitividade no próprio segmento.

Uma das soluções tecnológicas que está permitindo isso é a migração da infraestrutura para a Nuvem e os recursos de locação de infraestrutura de TI.

Empresas que utilizam o armazenamento de dados em Nuvem possuem mais vantagens no OPEX. É possível investir em soluções que atendam à demanda do negócio, podendo ampliar ou diminuir o valor contratado no momento desejado.

Por outro lado, aplicações em CAPEX, ou seja, investimento em um produto ou serviço a longo prazo, comprometem a renda da empresa com o valor financiado, sem contar os gastos com contratempos que podem aparecer, como é o caso da manutenção de um servidor interno.

Soluções Tecnológicas

Uma maneira de economizar com soluções tecnológicas é utilizando a solução SaaS - Software as a Service, que significa Software como um Serviço. Esta plataforma é ideal para reduzir os custos com servidores internos, pois o investimento para adquirir o produto, a manutenção e um profissional que saiba lidar com o equipamento é bem maior do que apenas “alugar” esse serviço.

Ao se utilizar hospedagem na Nuvem, é possível colocar toda a infraestrutura como um custo operacional já que não se realiza a compra dos equipamentos, somente se paga pela utilização.

Um dos grandes benefícios da operação OPEX e investir em soluções Cloud sem dúvidas é pagar apenas o que utilizar, já que com o Cloud Computing é possível investir apenas na demanda necessária para a empresa, otimizando os investimentos com TI.

Além das soluções em Nuvem é possível investir em locação de equipamentos como notebooks e computadores. Há empresas que já fornecem esses itens como serviços, assim os gastos extras como a manutenção ou troca dos aparelhos ficam por conta da locadora.

Com esse modelo de locação, a manutenção e administração são realizadas pelo provedor ou empresa contratada e é possível atribuir todas as despesas referentes a OPEX, removendo assim, pagamentos em CAPEX da tabela financeira da. empresa.


Posts relacionados

Como as revendas de TI podem ajudar os clientes com a Transformação Digital?

Entenda como seu canal de TI pode agir ativamente para contribuir com a adaptação dos clientes nesse processo.

6 tecnologias disruptivas que afetarão os negócios em 2020

Hoje não é possível falar de tecnologia de maneira isolada. É como se todos os dispositivos estivessem interligados.

Deep Learning: o que é e como pode ajudar as empresas?

Esse conceito é derivado do Machine Learning e é capaz de treinar computadores para aprender e realizar tarefas como se fossem seres humanos.

Escreva seu comentário