<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=633097343493783&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">
canal-comstor-logo
O blog dos negócios de TI.
Comstor Americas
  • Nextmove Security 2019
  • Baixar E-book
  • Westcon-Comstor lança o BlueSky Solutions Marketplace
  • Partner Portal
  • Baixar agora
  • Baixar agora
  • Nextmove Security 2019
  • Baixar E-book
  • Acesse agora
  • Partner Portal
  • Baixar agora
  • Baixar agora

Como a Inteligência Artificial pode revolucionar o varejo?

Publicado em 14/mar/2019 5:00:00

Veja 6 atuações pontuais que podem alterar a competitividade de um negócio.

 

Como a Inteligência Artificial pode revolucionar o varejo?

 

A IBM divulgou um estudo durante a NRF – National Retail Federation, maior feira sobre o varejo do mundo, realizada na segunda quinzena de janeiro em Nova York -, que apontou que o varejo adotará cada vez mais tecnologias inteligentes de automação para ajudar a reduzir erros humanos e melhorar a experiência de consumo de seus clientes.


A pesquisa apontou como o comércio varejista pretende utilizar Inteligência Artificial:


1 – Planejando melhor a cadeia de suprimentos: adequar pedidos, organizar melhor a parte logística, diminuir produtos em estoque, negociar melhor com fornecedores e ajudá-los a se organizar para entregarem uma demanda no prazo. São todas possibilidades de melhoria no supply chain que a AI pode ajudar.


2 – Prevendo demandas: acompanhar o comportamento de consumo dos clientes e prever as suas necessidades é um dos grandes benefícios da AI. Quanto mais próxima essa previsão for do real, melhor as empresas conseguem se organizar e atender ainda melhor seus clientes.


3 – Oferecendo ainda mais ações inteligentes em prol do cliente: analisando a forma como cada cliente prefere consumir, a empresa varejista consegue oferecer ferramentas de compra melhores.


4 – Marketing e publicidade dirigida: o que se dizia anteriormente sobre clusters, grupos de pessoas com hábitos semelhantes, a Inteligência Artificial conseguiu transformar em personalização. É possível hoje oferecer ofertas exclusivas e diferentes para pessoas diferentes.


5 – Melhorar o gerenciamento das lojas, tanto físicas quanto virtuais: posicionar melhor os produtos de valor agregado, oferecer a peça correta para o cliente que sempre frequenta a loja física e ainda contar com tecnologias de reconhecimento facial que dão um histórico de compras de uma pessoa são ferramentas espetaculares para o varejo ser cada vez mais certeiro.


6 – Controle de preços e promoções: acompanhar a variação de preços de um produto no mercado, os valores praticados por concorrentes, juntamente com o controle de estoque e previsões do tempo, por exemplo, podem ajudar as empresas a criarem campanhas específicas para pessoas e de regionalidades diferentes.

 

Baixar e-book grátis


Uso da Inteligência Artificial no varejo

O principal uso da Inteligência Artificial no varejo é conhecer o comportamento dos seus consumidores para poder oferecer os produtos corretos.


A partir de então, é possível gerenciar melhor o estoque, desenhar ofertas customizadas e geolocalizadas, definir formas de pagamento e políticas de preço. Além de melhorar a prevenção de fraudes e prever o volume de chamadas recebidas nas centrais de atendimento ao cliente.


Outro uso da AI é oferecer experiências para os clientes, especialmente no mundo digital para que ao final, o usuário se engaje com a marca. Algumas possibilidades que já podem ser vistas em grandes varejistas mundiais, por exemplo é o cliente enviar uma foto de uma peça do vestuário que o bot sugere um acessório, dentro do estoque da loja, que combine.


Ou é possível hoje encaminhar à loja o seu roteiro de viagens que a partir de análises meteorológicas dos locais que a pessoa vai visitar, o varejista sugere as melhores jaquetas que deverão estar na mala.


Para comprar maquiagens, basta enviar uma foto do rosto que a AI faz todo o trabalho de sugerir as tonalidades das bases, sombras que combinam com os olhos e ainda ensina a fazer o contorno perfeito para o tipo de rosto.


As possibilidades são inúmeras e há cada dia os varejistas tentam superar as ideias de seus concorrentes para estarem sempre à frente no pensamento do consumidor, antes que ele comece a digitar o endereço da loja onde vai pesquisar.

Categorias: Inteligência Artificial