<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=633097343493783&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">
canal-comstor-logo
O blog dos negócios de TI.
Comstor Americas
  • Nextmove Security 2019
  • Baixar E-book
  • Westcon-Comstor lança o BlueSky Solutions Marketplace
  • Partner Portal
  • Baixar agora
  • Baixar agora
  • Nextmove Security 2019
  • Baixar E-book
  • Acesse agora
  • Partner Portal
  • Baixar agora
  • Baixar agora

Como as redes intuitivas podem ajudar o setor da Saúde?

Publicado em 25/abr/2018 5:00:00

Corpo clínico e hospitais ganham agilidade no atendimento dos pacientes e segurança para transitar prontuários eletrônicos.

 

 

Como as redes intuitivas podem ajudar o setor da Saúde?

 

Em um contexto em que mais dispositivos do que pessoas estão se conectando, a Internet ganha mais complexidade, assim como mais automação, o que exige que as empresas busquem mais proteção para suas informações.


Para encarar esse desafio que vem se desenhando ao longo dos anos, as redes precisam ser diferentes e mais inteligentes. A rede intuitiva surge neste momento apostando que a intuição é um dos elementos mais humanos e que seja capaz de programar em um sistema tecnológico da mesma forma como funciona o pensamento humano.


Os humanos testam, erram, aprendem, se adaptam e agem. Este é o mesmo sentido da rede intuitiva, que tem por objetivo usar a intuição para se direcionar. Entender insights e contextos, sendo capaz de prever os acontecimentos e corrigir erros.


É uma rede capaz de fazer milhões de conexões em questão de minutos, oferecendo proteção com base nos conhecimentos adquiridos com cada ataque em que foi submetida. Enxerga ameaças mesmo escondidas no tráfego criptografado antes mesmo que se concretizem.


Se implantada no setor da saúde, esta rede pode oferecer ganhos em todo sistema, uma vez que é capaz de garantir um atendimento personalizado, de melhor qualidade e mais eficiente ao paciente.


Imagine dispositivos usados por pacientes conectados à Internet das Coisas, em que dados de comportamento de pressão arterial, batimentos cardíacos, funcionamento de órgãos, por exemplo, pudessem ser coletados em tempo real e enviados para um sistema monitorado por médicos especialistas.

 

A própria máquina alerta o doutor sobre comportamentos diferentes do padrão, que foram programados ou aprendidos pelo próprio sistema. O médico indica se há anormalidade e reprograma a máquina para que aprenda que a partir daquele momento, a repetição de determinada situação é normal.

A rede intuitiva se adapta à nova informação e continua seu monitoramento com a aprendizagem. 

 

Cisco Meraki: redes empresariais 100% gerenciadas por Nuvem

 

Este recurso seria uma revolução na telemedicina, especialmente na formação e orientação de novos especialistas. Casos mais complexos poderiam ser acompanhados pessoalmente por residentes, por exemplo, e de forma remota por médicos especialistas, mais experientes em determinados casos.

 

Também para atender a população que vive em locais mais distantes de grandes centros hospitalares, ampliando a possibilidade de ser acompanhado por um especialista em qualquer parte do mundo.


O controle, acesso remoto e possibilidade de acompanhar constantemente o quadro dos pacientes de forma segura são diferenciais desta tecnologia, melhorando – e muito! – os índices da saúde da população por meio da prevenção.


Os hospitais também se beneficiam dos recursos da rede intuitiva pois conseguem otimizar o desempenho e a segurança de processos de fluxo de trabalho clínico, envolvendo, por exemplo, prontuário eletrônico e outros sistemas em que a equipe de cuidado do paciente são capazes de interagir e discutirem seu caso de forma digital.


Enfermeiros, médicos e administradores são capazes de acompanhar o trabalho de toda equipe e cada um provisiona a sua ação a partir do grau de dependência que tem com outro profissional.


A enfermeira, por exemplo, preenche o prontuário e o médico consegue se organizar para visitar o paciente no momento em que ele não estiver tomando medicamento. O administrativo consegue avaliar o tempo em que o paciente ainda vai permanecer no leito e quais os materiais que deverão ser solicitados para atender este cliente.

 

A rede intuitiva colabora também no controle de processos de hotelaria do hospital, na gestão e localização de ativos e equipamentos hospitalares.

 

A segurança é essencial nesta questão. A rede intuitiva aprende a se defender de acordo com os ataques a que ficou vulnerável e cria um antídoto contra o mesmo tipo de invasão. Neste sentido, os prontuários médicos eletrônicos transitam entre os que podem acessá-los de forma segura.

 

Categorias: Saúde, Redes, Healthcare