<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=633097343493783&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">
canal-comstor-logo
O blog dos negócios de TI.
Comstor Americas
  • Partner Portal
  • 7 benefícios da videoconferência: colaboração e comunicação a favor de bons negócios
  • 14 dicas de marketing para revendas de TI
  • Baixar agora
  • Baixar E-book grátis
  • Partner Portal
  • 7 benefícios da videoconferência: colaboração e comunicação a favor de bons negócios
  • 14 dicas de marketing para revendas de TI
  • Baixar agora
  • Baixar E-book grátis

Como fazer a gestão da sua carreira como profissional de TI?

Publicado em 27/jul/2017 5:00:00

Gestores de RH e CEOs buscam profissionais com perfil empreendedor, capazes de oferecer soluções para o negócio.

Como fazer a gestão da sua carreira como profissional de TI?

Fazer a gestão da carreira de TI implica em pensar estrategicamente como se posicionar dentro de uma área que tenha afinidade, em uma vaga de remuneração suficiente para os anseios financeiros e que tenha possibilidade de desenvolvimento de novos conhecimentos.

 

Outros pontos que muitos especialistas em tecnologia apontam em pesquisas como uma gestão de carreira eficiente, são a possibilidade de horário flexível e ter um equilíbrio entre a vida pessoal e a profissional. Um bom gestor tem todos esses itens sob controle.

 

Gestores de recursos humanos que atuam no mercado de TI acreditam que uma gestão de carreira no setor começa pela escolha de um nicho, como Healthcare, por exemplo, que eles acreditam que seja um mercado de alta demanda para profissionais de tecnologia e que por muitos anos vai precisar de mão de obra para manutenção de seus sistemas. Outro nicho que tem alta dependência em inovação é o varejo, em que novas ferramentas são adicionadas constantemente, alterando algum processo e que acabam necessitando de gestores para coordenar essas ações.

 

Outra dica dos RHs é se especializar em alguma habilidade necessária hoje e no futuro. Estão recebendo maiores salários neste momento, por exemplo, especialistas que atuam com analytics e inteligência artificial, em detrimento de posições como manutenção de redes e help desk.

 

O especialista em TI deve antecipar as tecnologias que estão ainda surgindo no mercado e já buscar capacitações. Em 2015, por exemplo os salários mais altos estavam sendo pagos a especialistas em Nuvem, cientistas de dados e desenvolvedores de aplicativos mobile. Dois anos depois, essas áreas ainda estão aquecidas, mas já são muitos os profissionais capacitados a atuarem nestes mercados, aumentando a concorrência e estabilizando os salários.

 

Ponto importante levantado por CEOs de revenda de TI a empresas das mais variadas áreas, porém, é a capacidade de comunicação e relacionamento interpessoal. O que muito se ouve em grandes empresas é que a parte técnica é possível de ser ensinada, mas a parte pessoal e de habilidades emocionais no ambiente de trabalho precisa ser trabalhada individualmente.

 

7 problemas que impedem o sucesso da equipe de TI e como resolvê-los

 

As empresas querem investir, na verdade, em um profissional de TI já pronto e com conhecimento técnico suficiente, mas que entenda o negócio como um todo e seja capaz de propor ações que vão afetar os negócios de forma positiva. Espera-se que saiba circular entre os departamentos, contribuindo com outras áreas da organização e que tenha capacidade para se comunicar com o cliente e convencê-lo de uma nova aquisição.

 

A falta de inteligência emocional por parte dos profissionais de TI está abrindo ainda mais a concorrência para pessoas que têm outro tipo de formação, como administradores de empresas, engenheiros, relações públicas e profissionais de marketing, por exemplo. Por isso, é importante considerar o comportamento pessoal e formas de melhorar as questões de comunicação entre os itens de gestão em uma carreira de TI.

 

Os RHs sugerem ainda que outro ponto de atenção na coordenação de uma carreira é ter um currículo de experiências. Logicamente todos os certificados, conhecimentos técnicos adquiridos ao longo dos anos de estudo e trabalho devem compor o documento, mas também listar aprendizados, processos vivenciados e resultados obtidos são vistos com bons olhos por quem está coordenando um processo seletivo em busca de talentos.

  

Mercado aquecido mantém oferta de salários mesmo em momento de crise

Mesmo com a economia instável em países como Brasil e México, o setor de Tecnologia da Informação é um dos que não para de contratar e que mantém salários acima da média de outros setores. Uma pesquisa da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) mostra que no final do ano passado, em um dos momentos mais turbulentos do cenário econômico brasileiro dos últimos 30 anos, o setor de TI estava registrando ofertas de vagas, com aumento real nos salários, que estavam acima da inflação.

 

As empresas precisam aumentar faturamento, melhorar e experiência do cliente e mesmo cortar custos em períodos de recessão e apostam na tecnologia para ajudar nesses processos. Por isso, buscam no mercado profissionais talentosos que valham a pena o investimento e que serão cobrados para trazerem bons resultados.  

 

Conclusão

Concluindo, um especialista em TI que se preocupa com a própria carreira é aquele que busca se realizar pessoalmente, estando posicionado em vagas estratégicas. É o profissional que antecipa necessidades do mercado pesquisa inovações futuras e quais serão os pré-requisitos de profissionais para atuarem com novas ferramentas. Além disso, é um estudioso, estando constantemente atualizado, assim como um funcionário intra empreendedor, que mesmo não sendo o dono de uma empresa, consegue enxergar os gaps e oferecer soluções que impactam diretamente os negócios.

 

Fontes:

http://cio.com.br/carreira/2017/06/05/tres-etapas-para-melhorar-o-gerenciamento-da-carreira-em-ti/

http://exame.abril.com.br/carreira/demanda-cresce-por-profissionais-de-ti-durante-a-crise/

https://daryus.com.br/blog/aprenda-a-gerenciar-a-sua-carreira-profissional/

http://g1.globo.com/concursos-e-emprego/noticia/2016/01/emprego-na-crise-veja-13-profissoes-que-estarao-em-alta-em-2016.html

 

Categorias: Profissionais de TI, Revendas de TI