<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=633097343493783&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

CANAL COMSTOR
O blog dos negócios de TI.

Como funciona a governança de TI na Nuvem?

Os serviços de TI para o Cloud podem melhorar o desempenho, agilidade e escalabilidade de aplicações internas.



A computação em nuvem já é uma realidade no universo corporativo mundial. Isso permite que empresas de todos portes compitam entre si usufruindo da disponibilidade das mesmas tecnologias.

Em Cloud, tamanho e orçamento não são mais desculpas que justificam a competitividade. Agora, é preciso de estratégia de mercado e inteligência tecnológica para assegurar visibilidade.

Um exemplo claro dessa realidade é o domínio de startups diante de grandes empresas, inclusive nos segmentos mais tradicionais como o bancário. A gestão de tecnologia em cloud vem se popularizando e a compreensão do seu funcionamento passa a ser obrigatório.

Continue a leitura para entender como funciona a governança de TI na nuvem, e conheça suas principais vantagens.

Como funciona a governança de TI na cloud?

Para entender como funciona a governança de TI na nuvem, é preciso considerar suas atribuições individuais.

O papel da governança de TI é modernizar, simplificar, organizar, corrigir e monitorar com inteligência o fluxo de dados de uma empresa. Por meio da criação de um ambiente virtual estruturado e apropriado, o setor de TI facilita a gestão operacional de todos os departamentos.

Já a computação em nuvem tem o papel de oferecer o suporte tecnológico para esse conjunto de atividades, por meio da automação de tarefas, da coleta de informações de uso, da oferta de controle sobre eles, dentre outros.

Unindo essas duas inteligências, a empresa ganha velocidade, segurança de dados, autonomia, e ainda, consegue extrair dados para otimizar a produtividade da sua força de trabalho. Em outras palavras, levar os workloads para cloud computing é uma medida imprescindível.

Garanta a conformidade com a LGPD

Por que investir na governança de TI na nuvem?

Em um cenário mercadológico que se mostra cada vez mais digital e competitivo, gerir com eficiência o setor tecnológico é indispensável para o sucesso de qualquer organização.

Acompanhar as inovações do mercado e as principais táticas comerciais adotadas pela concorrência devem ser feitos com prioridade. Nesse caso, entender como funciona a governança de TI na nuvem é um diferencial porque a concorrência pode, justamente, estar fazendo uso dessa vantagem tecnológica.

Tendo compreensão desse funcionamento, a equipe de TI pode conduzir as atividades de modo que os resultados do negócio sejam maximizados. A tomada de decisões passa a ser mais assertiva porque as metas comerciais da organização são consideradas.

Além disso, os recursos para o seu desenvolvimento ganham velocidade na cloud. A empresa não precisa se preocupar com infraestrutura e pode usufruir dos benefícios da entrega de sistemas em módulos, agilizando as operações.

Novas versões dos softwares também são disponibilizados mais rapidamente, potencializando a produtividade e ampliando sua competitividade no mercado.

Uma gestão de TI eficiente em cloud é capaz de dar as diretrizes para explorar ao máximo as possibilidades da tecnologia. E assim, deixa de ser a contratação de infraestrutura e se torna uma ferramenta para alavancar resultados.

Como implementar a governança de TI em cloud na empresa?

A implementação da governança de TI na nuvem requer atenção especial, já que lidará com dados fundamentais da organização. Confira a seguir o passo a passo desse processo.

1) Conheça as políticas internas da empresa

É importante que as políticas internas da organização sejam estudadas para compreender os principais pontos que precisam ser corrigidos, ainda mais se já existir um sistema de governança anterior. Feito essa análise, uma seleção das ferramentas deve ser feita para que a migração leve somente o essencial.

2) Assegure uma migração eficiente

Uma adoção adequada da nuvem garante a segurança dos dados, por isso o foco da governança de TI deve estar na migração correta.

3) Revise todo o processo

Após os dados e sistemas serem migrados para a nuvem, é indispensável que revisões sejam feitas em todas as políticas. E assim, assegurar que as etapas façam sentido e os dados estejam corretos.

Caso a empresa ainda não tenha um processo de governança de TI, essa gestão pode ser iniciada após a migração. Desta forma, as ferramentas e políticas são elaboradas considerando essa nova infraestrutura.

Entender como funciona a governança de TI na nuvem é vital para melhorar o desempenho, agilidade, produtividade e escalabilidade de aplicações internas de qualquer organização. A tecnologia é um bem que alavanca as possibilidades de crescimento comercial e pode deve ser o braço direito de todo negócio.


Posts relacionados

Como colocar a compliance digital em prática?

Aprender a desenvolver esse processo no ambiente interno, é crucial para que as empresas mantenham a segurança e eficiência de seus processos.

O que é descriptografia?

Em situações que a criptografia é utilizada por cibercriminosos para bloquear as informações corporativas, conhecer este processo é crucial para recuperá-las.

O que é compliance digital e qual a importância?

Estar em conformidade com as normas e regras relacionadas a tecnologia da informação é indispensável para se manter no mercado.

Escreva seu comentário

Categorias