<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=633097343493783&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">
canal-comstor-logo
O blog dos negócios de TI.
Comstor Americas
  • Nextmove Security 2019
  • Baixar E-book
  • Westcon-Comstor lança o BlueSky Solutions Marketplace
  • Partner Portal
  • Baixar agora
  • Baixar agora
  • Nextmove Security 2019
  • Baixar E-book
  • Acesse agora
  • Partner Portal
  • Baixar agora
  • Baixar agora

Como implementar uma gestão de desempenho em TI

Publicado em 9/abr/2019 5:00:00

Para as companhias, o resultado de instituir as métricas está na queda do turnover e no aumento da produtividade e satisfação da equipe.

 

Como implementar uma gestão de desempenho em TI

 

Donos de empresas, sejam daquelas localizadas no Brasil, sejam das que estão em outra parte do planeta, concordam que gerir pessoas é um dos grandes desafios do dia a dia corporativo.


No departamento de tecnologia da informação (TI), as dificuldades envolvem a qualificação da mão de obra e, principalmente, a mensuração dos resultados e os indicadores de desempenho.


Com a evolução das ferramentas de TI e entregas, é natural ainda que os resultados esperados sejam atualizados para o que é importante na atualidade, tanto para o desenvolvimento do negócio quanto para a realidade do contratante.


Por exemplo, o tempo de atividade do sistema isolado não é mais relevante, uma vez que é o mínimo procurado, no entanto ele pode ser medido em conjunto com outro indicador diretamente relacionado ao acordo de nível de serviço (SLA).


Todo esse acompanhamento é aliado do crescimento e da competitividade da empresa. Por meio desse trabalho, se torna possível avaliar o desempenho do grupo, mas ainda entender como funciona o indivíduo no decorrer da atividade. Assim, fica mais evidente o que pode ser aperfeiçoado em todo o ecossistema empresarial e no corpo técnico do empreendimento. Com análises rotineiras e feedbacks constantes a produtividade cresce; da mesma forma a motivação da equipe aumenta.

 

Quais os Indicadores de Desempenho que importam?

Para alcançar esses benefícios, deve estar claro para o time o que é avaliado no cotidiano, com qual objetivo isso é feito e, mais, de que forma tal trabalho pode servir para alavancar a carreira de cada componente do departamento de TI.


O gestor de Recursos Humanos, unido ao líder do negócio, precisa estabelecer metas e os indicadores de desempenho. Em paralelo, deve desenvolver as estratégias levando em consideração o propósito da companhia. É importante identificar os índices prioritários.


Uma ferramenta, por vezes esquecida e importante para a sinergia de todos os envolvidos no negócio, é o diálogo frequente, não apenas com o intuito de prover o colaborador de devolutivas.

 

Baixar e-book grátis


Nesse momento, o líder do setor pode estipular acordos e os prazos para que as metas criadas sejam atingidas. Contudo, a ação não deve ser desenvolvida de forma automática, puramente teórica. O gestor tem de cuidar para que consiga ser didático e para apresentar atitudes práticas que facilitem o trabalho de cada um dos membros da equipe.


Todo o esforço, coletivo ou particular, pode ser recompensado como um meio de estimular o empenho e aumentar a motivação para atingir cada um dos valores estipulados.


Se no decorrer das atividades se for constatado que os números não serão atingidos, faz parte das competências do gestor informar aos colaboradores; se necessário reavaliar os indicadores, para ponderar se estão ajustados à realidade; e ao final conhecer os pontos fortes e fracos de cada um. Para tanto, pode ser útil aplicar a análise SWOT (sigla em inglês para forças, fraquezas, oportunidades e ameaças).


Um dos erros frequentes nas empresas é a contratação de uma pessoa que não tem as habilidades (técnicas e comportamentais) e competências alinhadas à função que irá exercer.


As métricas de desempenho podem auxiliar até mesmo nessas condições, já que com elas fica mais fácil identificar o perfil dos colaboradores. A partir daí, papéis e responsabilidades podem ser redesenhados a fim de garantir maior eficiência do grupo.


Com o cumprimento desses processos, o gestor consegue extrair o melhor de cada pessoa e ainda aumentar a retenção dos bons profissionais – ponto crucial para manter a qualidade dos serviços prestados, já que há um déficit da qualificação da mão de obra, além de ajudar a reduzir custos inesperados com a contratação e treinamento de um novo integrante.


O turnover é um ponto sensível para as empresas de TI: em empresas multinacionais e de grande renome, o indicador de permanência é de cerca de 1,1 ano.


Ao final de todo o processo para gestão de desempenho, a companhia provavelmente terá uma motivação e um engajamento mais expressivos.

Categorias: Gerenciamento