<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=633097343493783&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

CANAL SYNNEX COMSTOR
O blog dos negócios de TI.

Como o Machine Learning pode ajudar contra o cibercrime?

Saiba como essa tecnologia pode ser aplicada nas estratégias de segurança da informação nas empresas e aprimorar a defesa contra as ciberameaças.

 

As técnicas de Machine Learning estão sendo adotadas cada vez mais pelas empresas, devido a sua capacidade de lidar com grandes fluxos de dados a uma velocidade muito superior à capacidade humana.

O aprendizado de máquina conta com recursos capazes de fazer com que os sistemas corporativos adquiram conhecimento automaticamente e possam agir a partir de experiências acumuladas.

Além disso, tem a habilidade de tomar decisões com base em informações previamente analisadas e, assim, chegar aos melhores resultados possíveis. A partir disso, ele se adapta ao comportamento dos usuários de forma autônoma e consegue identificar possíveis padrões com a ajuda de regras previamente definidas.

Graças a todas essas habilidades, o Machine Learning tem se tornado um aliado nas estratégias de segurança da informação. Essa tecnologia pode ajudar as empresas por meio de suas análises ágeis, assim é possível identificar ameaças e responder rapidamente a ataques e incidentes.

Essa tendência tem aumentado cada vez mais e ajudado a aprimorar as estratégias de segurança digital das corporações. Pensando nisso, preparamos este conteúdo para mostrar como essa tecnologia pode atuar voltada para a proteção de dados.

Quer saber como o Machine Learning pode contribuir contra o cibercrime? Continue a leitura!

Machine Learning e a segurança de dados

Os cibercriminosos estão aprimorando seus ataques ao aplicar seus conhecimentos em novas tecnologias como Inteligência Artificial e Machine Learning para criar programas maliciosos que se adaptam às defesas corporativas.

Portanto, da mesma forma, as empresas precisam contar com essas tecnologias para desenvolver seus sistemas de segurança para aprenderem sozinhos a partir dos ataques já sofridos e serem capazes de tomar decisões autônomas para eliminar as possíveis ameaças.

Baixar agora

Por meio de ferramentas e técnicas baseadas em Machine Learning, as empresas podem otimizar significativamente a proteção de suas informações. Confira a seguir como aplicar essa tecnologia pode fazer a diferença contra o cibercrime:

Detecção de ciberameaças

É fundamental que as organizações consigam detectar rapidamente os ataques a seus sistemas para eliminá-los e garantir que os prejuízos sejam os menores possíveis.

Por meio do Machine Learning, as empresas conseguem fazer análises de dados rápidas e precisas para identificar essas ameaças. Assim, os computadores da organização passam a usar e se adaptar a algoritmos com base nos dados recebidos, adquirindo conhecimento para fornecer melhorias e impedir os próximos ataques.

Proteção por senha e autenticação

As senhas são uma estratégia fundamental para proteger os dados corporativos contra os cibercriminosos. No entanto, muitos usuários ainda não utilizam sequências fortes e eficientes.

Para solucionar esse problema, muitas empresas estão estudando a utilização de Inteligência Artificial e Machine Learning para aprimorar a autenticação biométrica que é uma alternativa às senhas.

A tecnologia “Face ID” funciona processando os recursos faciais do usuários por meio de sensores infravermelhos embutidos e mecanismos neurais. Assim os softwares criam um modelo sofisticado do rosto do usuário a partir de padrões analisados, facilitando a sua identificação posteriormente.

Detecção de atividades maliciosas

As ciberameaças estão em constante mutação, o que dificulta o trabalho de detecção dos profissionais de segurança. Dessa forma, as atividades maliciosas acabam passando despercebidas.

O Machine Learning pode ser uma solução eficaz para esse problema. Como já explicamos anteriormente, os algoritmos de aprendizado de máquina são capazes de prever ações futuras com base nas análises de dados. Desse modo, é possível identificar ameaças e automatizar ações para interromper esses ataques.

Segurança de dispositivos móveis

Atualmente a maioria dos colaboradores de uma empresa utilizam diversos dispositivos, tanto de trabalho quanto particulares, para desenvolver suas atividades e acessar os dados corporativos.

Isso aumenta o desafio das organizações de proteger suas informações sem invadir a privacidade de seus colaboradores. Com o Machine Learning, é possível resolver essa questão, pois as soluções não exigem interação humana constante.

Assim, é possível garantir a segurança da informação sem a necessidade do acompanhamento humano, já que as próprias ferramentas executam ações para bloquear as ameaças.

Análise comportamental

Outro benefício de utilizar o Machine Learning é a sua capacidade de análise comportamental. Por meio de algoritmos que aprendem o comportamento dos usuários é possível criar um padrão a partir da forma como eles utilizam seus dispositivos e plataformas online

Desse modo, caso os algoritmos percebam atividades fora do padrão, eles emitem alertas e até bloqueiam o acesso para impedir que pessoas mal intencionadas manipulem os dados da organização.

Como você pôde perceber, o Machine Learning pode ser utilizado para impedir ataques e tornar os sistemas de defesa das empresas mais inteligentes. Por isso, essa tecnologia pode ser um grande benefício para a segurança da informação de seus clientes.

Posts relacionados

Como utilizar a Inteligência Artificial como vantagem competitiva?

Essa tecnologia é capaz de aprimorar as análises de dados corporativa, automatizar processos e reduzir falhas. Veja como utilizá-la a favor dos negócios.

4 formas de aprimorar a adoção de Inteligência Artificial e Machine Learning

Há inúmeros métodos e ferramentas diferentes para manter a máquina em constante atualização e aprendizado.

6 benefícios da Inteligência Artificial para o setor educacional

Essa tendência pode proporcionar inúmeras vantagens para os alunos que podem assistir suas aulas por meio de dispositivos móveis e uma conexão com a internet.

Escreva seu comentário