<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=633097343493783&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">
canal-comstor-logo
O blog dos negócios de TI.
Comstor Americas
  • Partner Portal
  • 7 benefícios da videoconferência: colaboração e comunicação a favor de bons negócios
  • 14 dicas de marketing para revendas de TI
  • Baixar agora
  • Baixar E-book grátis
  • Partner Portal
  • 7 benefícios da videoconferência: colaboração e comunicação a favor de bons negócios
  • 14 dicas de marketing para revendas de TI
  • Baixar agora
  • Baixar E-book grátis

Como proteger Data Centers?

Publicado em 20/dez/2017 5:00:00

Entenda quais os elementos que exigem maior atenção das equipes de TI para garantir que os dados corporativos estejam sempre protegidos de ataques, falhas e vazamentos.

 

Como proteger Data Centers?

O Data Center é o ambiente tecnológico onde são processadas todas as operações de uma empresa. É também, entre as despesas de TI, o item mais oneroso com relação à manutenção, climatização, atualizações frequentes e armazenamento, entre outras questões. Por esse motivo, quando há necessidade de redução de custos de operações, a segurança do centro de dados pode não ser privilegiada. Um grande erro para qualquer empresa.

 

De acordo com o Relatório Anual de Segurança Cisco 2017, os ataques de segurança aos Data Centers de empresas têm consequências significativas, com quase 25% dessas empresas perdendo oportunidades de negócios, 20% clientes e mais de 30% receita. Um dos maiores exemplos de risco desse tipo de descuido é a recente erupção de ataques de ransomware em todo o mundo, que custou às empresas atacadas um valor superior a US$ 5 bilhões, além dos danos à reputação.

 

Para que a segurança do Data Center seja priorizada, existem diferentes elementos a serem observados e assegurados. Os primeiros pontos a receberem atenção na proteção das empresas são as falhas na confiabilidade das informações e os erros de redundância, dois fatores que precisam ser eliminados.

 

Na sequência, se mostra essencial fazer constantes diagnósticos sobre os riscos que o Data Center pode estar correndo, reforçando a segurança das portas com maiores possibilidades de servirem de entrada para invasões. Devem ser consideradas, inclusive, questões físicas, como a localização dos servidores, as restrições de acesso à sala do Data Center somente para pessoas autorizadas, os riscos de vazamento no local de instalação das máquinas, considerar possibilidade de desastres e acidentes, entre outros.

 

Já do ponto de vista digital, a segurança do Data Center depende de estabelecer um plano de recuperação de desastres, criptografar os arquivos antes de serem armazenados e adquirir os aplicativos e softwares de gestão que se adaptem ao fluxo de trabalho de toda a equipe. Dessa forma, além de proteção, é possível garantir economia de tempo, especialmente com treinamentos, permitindo que a atenção dos colaboradores esteja centrada no monitoramento das ações do Data Center.

Panorama da Cibersegurança Global: como proteger as redes corporativas de ameaças virtuais?

Não existe um centro de dados 100% seguro e cuja equipe não esteja trabalhando incansavelmente para evitar ataques ou desastres. Por isso, o assunto deve ser prioridade nas empresas que tenham interesse em manter suas informações protegidas.

 

Ameaças além das barreiras do firewall

 

Especialistas da Cisco apontaram que, uma vez que as ameaças hoje vem tanto de dentro quanto de fora do firewall, os usuários precisam adotar muito mais do que apenas uma abordagem de "confiança e verificação" para se defender de ataques de segurança cibernética.

 

A segurança deve ultrapassar o perímetro dos Data Centers e abranger todos os dispositivos - de switches a roteadores -, pois os ataques tem se tornado mais sofisticados e exploram vulnerabilidades de hardwares e softwares. Assim, o fundamental para ter um Data Center verdadeiramente seguro é garantir a transparência de um sistema confiável.

 

Isso porque milhares de novas vulnerabilidades são descobertas a todo momento e saber quais delas devem ser imediatamente consertadas se tornou um dos principais desafios para times de segurança digital em todo o mundo. É um trabalho constante, uma vez que as vulnerabilidades não são criadas todas da mesma forma. Algumas são triviais, enquanto outras podem ser completamente destruidoras.

 

Novas tecnologias exigem mais dos Data Centers

 

IoT, Big Data e outras tecnologias que estão se popularizando rapidamente no cenário mundial, exigem ainda mais da infraestrutura de um Data Center, que deverá absorver mais informações a cada dia.

 

Somente no Brasil, de acordo com um levantamento da Abes (Associação Brasileira das Empresas de Software), mais de 6 bilhões de dólares foram investidos entre 2015 e 2016 em softwares, serviços e hardwares para o desenvolvimento da Internet das Coisas. Sinal de que muitos e muitos dados estão precisando de Data Centers seguros para serem armazenados.

 

 

Desta forma, conseguir um Data Center seguro depende da capacidade de identificar quais softwares, hardwares e sistemas são prioritários e que necessitam ter atenção redobrada no dia a dia das organizações. Estas ações são essenciais para a saúde digital de qualquer organização.

 

 

Fontes:

https://edge360online.com/making-data-center-security-priority/

http://computerworld.com.br/data-centers-enfrentam-novos-desafios-com-chegada-de-novas-tecnologias

http://computerworld.com.br/impacto-do-aumento-do-preco-da-energia-sobre-os-data-centers

 

Categorias: Data Center, Cibersegurança