<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=633097343493783&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">
canal-comstor-logo
O blog dos negócios de TI.
Comstor Americas
  • Partner Portal
  • 14 dicas de marketing para revendas de TI
  • Baixar agora
  • Baixar E-book grátis
  • Serviços Gerenciados Cisco Meraki
  • Partner Portal
  • 14 dicas de marketing para revendas de TI
  • Baixar agora
  • Baixar E-book grátis
  • Serviços Gerenciados Cisco Meraki

Dispositivos móveis: 3 tendências para ficar de olho em 2015

Publicado em 30/mar/2015 5:00:00

Segundo a Cisco, todas essas tendências podem ser classificadas como wildcards.

Dispositivos móveis: 3 tendências para ficar de olho em 2015 

O ano de 2015 promete ser bom para o segmento de dispositivos móveis. Mas, mesmo com o cenário promissor, é essencial que os empresários fiquem de olho nas tendências, afinal, o segmento evolui a cada dia e quem não acompanha o mercado perde competitividade.

Recentemente, a Cisco apresentou seu estudo que traça as projeções em tecnologias para os próximos anos. Este relatório indicou que o segmento permanecerá estável. Hoje, são mais de 5,2 bilhões de usuários móveis mundiais com crescimento previsto para os próximos cinco anos. Além disso, neste documento foram apresentadas tendências significativas para a rede móvel.

Listamos as três mais importantes, mas vale ressaltar que um dos pontos importantes na hora de desenvolver aquilo que será tendência em dispositivos móveis é conhecer o público-alvo e o que ele espera de um aparelho. Esse conhecimento é fundamental para qualquer desenvolvimento, pois suprirá uma necessidade.


Confira as tendências:


1- Tablets, phablets e laptops

Não há como negar que os dispositivos móveis são essenciais na vida de qualquer pessoa. Smartphones e tablets já são acessórios indispensáveis no mundo moderno. Não é só o serviço que merece destaque, o design do equipamento também. E por estar bem próximo da vida das pessoas é preciso que haja dispositivos móveis para todos os gostos e todos os bolsos.

A previsão é de que além dos tablets, os phablets - nova sub-categoria de dispositivo, que mistura as funções dos tablets com smartphones, mas de menor tamanho que um mini-tablet -  já começaram a ser adotados em escala global. Vale ressaltar que o crescimento na produção dos tablets foi afetado, devido à volta dos laptops que hoje estão mais leves e têm as mesmas funcionalidades dos tablets.

Os dispositivos móveis em sua maioria são usados para os mais diversos fins, desde diversão até o trabalho. No entanto, os laptops são mais usados no âmbito profissional, como por exemplo, para apresentações durante uma reunião e criação de documentos. Estima-se que de hoje até 2019, os smartphones irão alcançar cerca de 4,6 bilhões de usuários e os laptops 250 milhões, no mesmo período. Uma novidade é que, a partir de 2015, os cientistas do Instituto Nacional de Padrões e Tecnologia dos Estados Unidos começaram a pesquisar novas baterias feitas de um complexo de hidreto metálico à base de sódio. Isso significa que a descoberta pode ajudar a produzir baterias mais baratas e estáveis. Agora, os carregadores sem fio, que já existem, mas são poucos utilizados, serão a grande tendência para 2015.


2- Redes Móveis

Se os dispositivos móveis estão em pleno crescimento, as redes móveis precisam acompanhar esse fluxo. É uma reação em cadeia, pois da mesma forma que as pessoas buscam por dispositivos móveis modernos, elas também procuram por redes móveis eficientes. Estudos apontam que as redes Low Power, Wide-Area (LPWA) podem ser o ideal para aplicações da Internet das Coisas. A previsão para 2015 é que M2M sejam conectados nessas redes, que estão abrindo novos usos e oferecendo uma solução otimizada que pode atender uma ampla área de cobertura com o consumo de energia e conectividade, tudo com custos mínimos.

No geral, estudos apontam que as redes móveis cresceram menos de 1% em 2014 (esse percentual representa menos de um milhão de conexões) e que vai chegar a 8% no ano de 2019, quando deverá ultrapassar 933 milhões de conexões. Se a conexão móvel M2M global for analisada, será constatado que o impacto de LPWA será ainda mais significativo.  


3- Serviços móveis

É uma reação em cadeia e esse segmento tende a crescer e acompanhar as tendências. As pessoas querem um dispositivo de última geração, redes móveis ágeis e como consequência, um serviço móvel que acompanhe esse cenário. Pensando em atingir esse mercado que exige a cada dia soluções rápidas, várias operadoras de serviços móveis lançaram ou anunciaram a intenção de lançar o serviço VoWi-Fi, ou Voice over Wi-Fi. Quem é da área perceberá que o VoWi-Fi não é um conceito novo, entretanto ele pode ser entendido como a “luz no fim do túnel” ou a solução que trará ao usuário final um serviço de excelência.

A novidade é que esse serviço pode ser oferecido independente das capacidades do dispositivo de hardware, desde que o aparelho tenha Wi-Fi. Segundo a VNI Forecast Móvel, até 2018 o VoWi-Fi deverá superar a LTE (VoLTE) em termos de minutos. No entanto, em 2019, VoWi-Fi poderá ter 53% de voz IP móvel.

Segundo a Cisco, todas essas tendências podem ser classificadas como wildcards, ou seja, vão, sem dúvida, dar continuidade a inovação tecnológica móvel. Vale ressaltar que em qualquer das tendências acima descritas desempenharão um papel importante no mercado da mobilidade até 2020.

 

7 Dicas para obter sucesso em BYOD

 

Fonte:

http://blogs.cisco.com/news/three-mobile-trends-to-watch-updated-2015-vni-mobile-forecast-reveals-potential-wildcards-for-mobile-devices-networks-and-services-visual-networking-index?_ga=1.37611623.612256540.1423051509

Categorias: BYOD