<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=633097343493783&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">
canal-comstor-logo
O blog dos negócios de TI.
Comstor Americas
  • Partner Portal
  • 14 dicas de marketing para revendas de TI
  • Baixar agora
  • Baixar E-book grátis
  • Serviços Gerenciados Cisco Meraki
  • Partner Portal
  • 14 dicas de marketing para revendas de TI
  • Baixar agora
  • Baixar E-book grátis
  • Serviços Gerenciados Cisco Meraki

Mercado de TI aponta para crescimento em 2017

Publicado em 15/nov/2016 5:00:00

Confira os números e previsões do Gartner para o mercado de tecnologia brasileiro e global.

Mercado de TI aponta para crescimento em 2017

O Mercado de TI brasileiro passou por alguns momentos divergentes nos últimos dois anos. O desempenho de 2015 foi bastante ruim e o cenário foi difícil de ser superado, já que houve uma retração de 30% nos gastos das empresas do país com recursos computacionais ao longo do ano, em comparação ao período anterior (2014), segundo a Gartner.

 

Já em 2016, as coisas melhoraram um pouco. A queda nos gastos, segundo o Gartner, tem a previsão de atingir os 12,9%. A previsão anterior era de um avanço de 0,6% sobre os US$ 95,8 bilhões transacionados no ano passado.

 

Ainda assim, 2017 promete um cenário mais promissor. Isso porque a previsão é de que a indústria de tecnologia no país começará a retornar suas taxas de evolução “no azul”. A expectativa é de um crescimento de 1,6% nos investimentos alocados em recursos computacionais frente a 2016. A complicação fica por conta do fato de que esse cenário mais promissor é bem próximo do cenário do setor em 2013, devido às quedas nos investimentos medidos pelo Gartner, já que o ambiente de negócios brasileiro sofreu bastante nos últimos anos.

 

Cloud Computing: o futuro chegou ao mercado de TI

 

Crescimento nos gastos com TI globais

Os gastos globais com TI devem crescer 2,9% em 2017 em relação a 2016, totalizando US$ 3,4 trilhões. Para o Gartner, a área de software e serviços de TI serão os principais responsáveis pela expansão dos investimentos.

 

Ainda assim, o grupo de pesquisas aponta uma pequena retração de 0,3% no mercado, devido aos impactos da Brexit, a saída do Reino Unido da União Europeia. Para John-David Lovelock, vice-presidente de pesquisa do Instituto, “o aumento dos investimentos no ano que vem será parte dos esforços das empresas para ampliar as operações. A TI não é mais um centro de custos e corporações líderes ou que pretendam liderar, estão investindo em tecnologia como forma de aumentar seus negócios”.

 

Os números exatos das previsões do centro de pesquisa parecem atrativos: a expectativa é que os gastos globais com software aumentem 6% ainda este ano e 7,2% em 2017, alcançando o valor de US$ 357 bilhões. Já para a área de serviços de TI são esperados US$ 943 bilhões em investimentos no mesmo período, o que corresponde à taxas de expansão de 3,9% em 2016 e de 4,8% no ano que vem.

 

No entanto, o grupo de pesquisas aponta para uma queda representativa nos investimentos em equipamentos e nos serviços de telecomunicações ainda em 2016: 7,5% e 1,1% respectivamente. Ainda assim, esses dois segmentos de TI vão se recuperar no ano que vem, com um crescimento estimado em 0,4%, totalizando um valor de US$ 600 bilhões.

 

Investimentos em TI no Brasil vão crescer em 2017

A previsão para o mercado brasileiro também é positiva. Os investimentos em TI no país devem apresentar aumento de 2,9% comparado a 2016, alcançando R$ 236,1 bilhões em 2017. O fortalecimento do real fará com que o dólar referente a TI vá além, ajudando organizações a atualizarem suas tecnologias conforme a melhora da economia brasileira.

Para outro vice-presidente de Pesquisa do Gartner, Luis Anavitarte, o Brasil está começando a mostrar sinais de recuperação e isso impactará positivamente nos investimentos em TI. “O País está em fase de transição em direção às tecnologias com impacto nos negócios nos curto e médio prazos e uma transformação digital no longo prazo”, afirma.

Os números apresentados nas previsões do Instituto foram expressivos: as despesas com software irão chegar a R$ 14,6 bilhões, crescendo 7,8%, os gastos com Data Center totalizarão R$ 6,8 bilhões, uma pequena queda de 1,4% sobre 2016. O segmento de dispositivos (PCs, tablets, celulares e impressoras) deve atingir um total de R$ 46 bilhões, um aumento de 5,3%.

Para os serviços de TI no país, o segmento alcançará R$ 55,4 bilhões em 2017, aumento de 6,3%. O segmento de serviços de comunicação também apresentará crescimento no ano que vem, totalizando investimentos na casa dos R$ 113,3 bilhões em 2017. Além disso, para o centro de pesquisas, os setores de software e serviços de TI serão totalmente essenciais para o desenvolvimento da infraestrutura do Brasil.

Fontes:
http://idgnow.com.br/ti-corporativa/2016/05/10/mercado-de-ti-do-brasil-voltara-a-crescer-em-2017-aponta-gartner/
http://computerworld.com.br/gartner-preve-crescimento-de-29-nos-investimentos-em-ti-em-2017
http://www.itforum365.com.br/noticias/detalhe/121751/gastos-com-ti-no-brasil-devem-crescer-29-em-2017