<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=633097343493783&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">
canal-comstor-logo
O blog dos negócios de TI.
Comstor Americas
  • Cibersegurança para pequenas empresas
  • Baixar E-book
  • Westcon-Comstor lança o BlueSky Solutions Marketplace
  • Partner Portal
  • Baixar agora
  • Cibersegurança para pequenas empresas
  • Baixar E-book
  • Acesse agora
  • Partner Portal
  • Baixar agora

O que é alta disponibilidade de TI e qual a importância?

Publicado em 7/mai/2019 5:00:00

Empresas que querem competir no contexto atual, precisam ser ágeis em suas respostas.

 

O que é alta disponibilidade de TI e qual a importância?

 

A empresa que nunca teve um momento de indisponibilidade em sua rede, que atire a primeira pedra! Praticamente impossível ficar ao menos cinco minutos fora do ar no período de um ano, seja por um erro interno ou mesmo uma queda de energia no prédio.


A certeza é que até mesmo os cinco minutinhos indisponíveis atrapalham bem o ritmo de trabalho de uma empresa e, dependo do trabalho que está sendo realizado, perdas significativas.


Por isso que fornecedores de tecnologia e empresas brigam para desenvolver infraestrutura de TI cada dia mais eficientes para diminuírem cada vez mais as chances de interrupção e oferecer alta disponibilidade para os usuários.


Alta disponibilidade, aliás, significa a qualidade de uma rede ou componente que oferece alto nível de desempenho operacional para o sistema por um determinado período de tempo.


A importância da alta disponibilidade está relacionada à possibilidade de velocidade rápida nas respostas, nos carregamentos das páginas, no acesso aos arquivos que estão em Nuvem ou servidor local, enfim, o usuário espera que o computador responda o mais rápido possível.


Para se alcançar este contexto, entretanto, é preciso considerar alguns componentes:


  • 1 – Ambiente físico: se todos os servidores estão em uma mesma cidade, por exemplo, e acontecer um terremoto no local, o sistema poderá ser todo derrubado. O ideal é armazenar os dados da empresa de forma redundante em diferentes Data Centeres para garantir a rápida recuperação de desastres.

  • 2 – Hardware: a alta disponibilidade de sistema considera a resiliência com relação às quedas de energia e falhas de hardware.

  • 3 – Software: o mesmo acontece com os softwares, que precisam estar preparados para darem um rápido retorno se for necessária uma reinicialização, por exemplo.

  • 4 – Banco de dados: a empresa que não tem backup eficiente dificilmente consegue trabalhar com alta disponibilidade das redes, assim como dados inconstantes que podem travar softwares e outros componentes.

  • 5 – Rede: este é um fator que causa muitos transtornos ao sistema, atrapalhando muito a rotina de uma empresa. O interessante para rebater uma queda de energia é ter uma estratégia de rede redundante, que possa entrar em ação quando a principal falhar.


Em empresas que estão passando pela Transformação Digital, a alta disponibilidade da infraestrutura de TI é imprescindível para que as tecnologias mais emergentes funcionem com toda sua eficiência.

 

Baixar e-book grátis


IoT, Inteligência Artificial e Aprendizado de Máquinas funcionam tudo a partir de máquinas conectadas que se conversam de forma online. Um momento de interrupção pode gerar uma grande falha em toda uma cadeia de informações.


A recuperação é possível, mas o retrabalho pode ser extenso e exigir muito esforço da equipe de TI. Por isso, especialistas indicam que as empresas devem criar uma estratégia de alta disponibilidade.


Este plano deve iniciar respondendo basicamente a duas questões: qual o efeito que uma falha de sistema terá para a empresa? Qual o tempo médio de recuperação de um sistema para que ele volte a desempenhar em alta disponibilidade?


A partir das duas respostas que surgirão, é necessário traçar ações para diminuir os riscos de falha e de minimizar o tempo de recuperação. Listar responsáveis por cada ação no sistema, ter uma comunicação clara entre a equipe e quais os processos que devem ser checados antes de colocar a rede para funcionar novamente.


No contexto de velocidade e agilidade que se espera hoje no mercado, a alta disponibilidade da infraestrutura de TI define as empresas que concorrem no mercado das que correm atrás dos líderes.

 

Categorias: Transformação Digital