<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=633097343493783&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">
canal-comstor-logo
O blog dos negócios de TI.
Comstor Americas
  • Partner Portal
  • 14 dicas de marketing para revendas de TI
  • Baixar agora
  • Baixar E-book grátis
  • Serviços Gerenciados Cisco Meraki
  • Partner Portal
  • 14 dicas de marketing para revendas de TI
  • Baixar agora
  • Baixar E-book grátis
  • Serviços Gerenciados Cisco Meraki

O que é DevOps as a Service e quais os benefícios para as empresas?

Publicado em 29/jun/2018 5:00:00

O trabalho em Nuvem permite maximizar a colaboração entre as equipes de desenvolvimento e operações.

 

 

O que é DevOps as a Service e quais os benefícios para as empresas?

 

 

 

DevOps é conhecido como o alinhamento da equipe de desenvolvimento com a equipe de operações. Processos, ferramentas e responsabilidades passam a ser organizados e simplificados com o objetivo de acelerar as entregas em produção, com qualidade.


Além disso, as áreas passam a ser integradas para juntarem esforços e reduzirem o tempo de resposta ao cliente, ou seja, o DevOps oferece uma melhor experiência de trabalho para os operadores de tecnologia.


A implantação de DevOps pode ser uma solução se os processos de integração e entregas contínuas (CICD) forem eficientes. São os dois pilares mais difíceis de se dominar e colocar em prática entre os outros que fazem parte do DevOps: infraestrutura em Nuvem, automação de testes e gerenciamento de configuração.


Na integração, testar um código novo utilizando a base de um código já existente deve ser feita da forma mais rápida possível para identificar problemas e entregar rapidamente as soluções.


Já na entrega contínua, esse novo código precisa estar pronto para ser implantado no sistema a qualquer momento. Por isso que a equipe de desenvolvimento precisa estar completamente alinhada com a equipe de operação.

 

Treinamentos Comstor Americas

 

DevOps as a Service


Com o advento da Nuvem e todas possibilidades que oferece, todo esse processo de integração e agilidade é possível de ser feito de forma remota. Na Nuvem podem ser contratados serviços, infraestruturas de TI, plataformas, softwares e também contratar serviços de equipes especializadas em desenvolvimento ou operações. Desta forma, o DevOps funciona como um Serviço, conhecido como DevOps as a Service.


Neste processo, o provedor é responsável por toda a infraestrutura, processos, serviços e equipe, incluindo um Serviço Gerenciado de desenvolvimento, possibilitando a construção e execução de aplicações diretamente no ambiente virtual.


O trabalho é realizado a quatro mãos, com integração total entre a equipe do provedor e a equipe interna da empresa que a contratou, maximizando o aproveitamento do DevOps as a Service.


Entre suas funcionalidades estão algumas características, como a rastreabilidade de todas as ações realizadas, adoção de uma cadeia de ferramentas de automação em Nuvem e transparência na complexidade do fluxo de dados, uma vez que há automação também neste gerenciamento.

 

Além disso, conta com ferramentas para testes de módulos, interface intuitiva para acionar rotinas, monitoramento em tempo real e escalabilidade e flexibilidade por conta das muitas possibilidades oferecidas pela Nuvem, que atende as empresas de acordo com as suas características, necessidades e sazonalidade ou demandas pontuais, que podem exigir a mais de um sistema ou não.

 

DevOps acelera a Transformação Digital


Para muitos especialistas em tecnologia da informação, ter um departamento de TI capaz de se dividir em uma abordagem de TI Bimodal é um diferencial de negócios que pode gerar um valor gigantesco para a empresa, no que se refere à jornada de Transformação Digital.


Dentro do DevOps existe uma prática que ajuda os dois times a trabalharem de forma concisa: a automação das atividades da infraestrutura, como atividades de monitoramento do ambiente de TI, que possibilita o envolvimento mais rápido dos desenvolvedores em questões de configurações de ambiente.


Além disso, possibilita também que os profissionais de infraestrutura participem mais ativamente do processo de desenvolvimento, o que proporciona dois diferenciais importantes: um alinhamento do departamento de TI como um todo, já que todos os profissionais estão envolvidos com os dois lados do processo e uma redução de falhas de ambientes durante os testes e implementação, o que aumenta a agilidade de entrega da equipe como um todo.


Em resumo, o DevOps as a Service simplifica os processos, desburocratizando os fluxos de trabalho e, por consequência, menos onerosos e redução do ciclo de entregas.

Categorias: Cloud Computing, Revendas, DevOps