<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=633097343493783&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">
canal-comstor-logo
O blog dos negócios de TI.
Comstor Americas
  • Baixar E-book
  • Westcon-Comstor lança o BlueSky Solutions Marketplace
  • Partner Portal
  • Baixar agora
  • Baixar agora
  • Baixar E-book
  • Acesse agora
  • Partner Portal
  • Baixar agora
  • Baixar agora

O que é Machine to Machine (M2M) e como vai impactar a TI?

Publicado em 18/abr/2018 5:00:00

Entre os especialistas em TI, um dos maiores impactos são sentidos com quem trabalha na gestão de Big Data.

 

O que é Machine to Machine (M2M) e como vai impactar a TI?

 

 

Conhecemos muitas siglas de relação como B2B, que significa, por exemplo, business to business, de negócio para negócio, traduzindo de forma literal e que aponta a relação, negociação, comercialização entre duas empresas.


A sigla M2M tem a mesma disposição, significando, porém, machine to machine ou de máquina para máquina. Com o advento da Inteligência Artificial, Internet das Coisas, Big Data e outras tecnologias emergentes, a cada dia as máquinas se comunicam e agem de forma autônoma, sem ter um ser humano como intermediário.


Este contexto impacta fortemente a Tecnologia da Informação em vários sentidos: da equipe de TI serão exigidos conhecimentos cada vez mais específicos para a programação e acompanhamento dessas máquinas; a demanda por mão de obra humana no setor será menor; os processos serão mais ágeis; as máquinas tomarão decisões sozinhas a partir de configurações prévias e aprendizado de comportamentos padrões.


Especialistas em TI que trabalham com Big Data já percebem uma grande mudança com a utilização da M2M, uma vez que há um aumento considerável da quantidade de dados que serão gerados por máquinas. A gestão e análise desse material se tornam mais complexas.


Para não haver confusão entre conceitos, vale a pena reforçar que M2M não é o mesmo que IoT. Na Internet das Coisas, sensores em uma das máquinas recolhem informações que serão armazenadas por outra máquina, mas que precisarão de uma ajuda humana para serem analisadas e uma ação programada.


Na M2M, a máquina que recebe as informações já efetua uma ação, se assim for programada.

 

Transformação digital e oportunidades para revendas de TI na educação

 

M2M é aplicada em vários setores da economia

 

Um semáforo, por exemplo, que tenha sensores capazes de contarem a quantidade de carros que passam por uma via e se relaciona com outros semáforos de outras ruas, pode mudar de forma autônoma seu tempo de sinal vermelho ou verde para desafogar o trânsito em determinada região. Esse sistema já é encontrado em Cidades Inteligentes.


No setor industrial, empresas que precisavam que funcionários fossem a campo para fazer visitas aos clientes a fim de detectar problemas com os equipamentos, agora conseguem antecipar possíveis manutenções a partir do comportamento dos motores, filtros de óleo e outros componentes que são avaliados diariamente por sensores e enviam informações para uma central, que consegue se programar para parar máquinas para realizarem revisões.

 

As principais vantagens estão na redução de custos, aumento da eficiência no suporte ao cliente e proatividade ao diagnosticar o problema antes mesmo dele aparecer.


Na agricultura, M2M também é eficiente para o controle de máquinas agrícolas. A partir da telemetria, com sinal de GPS é possível programar um piloto automático e funções da máquina de acordo com o declive e características de cada terreno.


Em uma segunda oportunidade em que a máquina fizer o mesmo serviço, na mesma área, ela acata as decisões do piloto automático e repete as funções sem necessidade de novos ajustes por parte do operador. Somente correções, se necessário.


São evoluções tecnológicas que chegaram também ao setor de saúde, potencializando a telemedicina. Os wearables, dispositivos vestíveis como relógios que fazem monitoramentos cardíacos e de pressão arterial podem estar conectados com uma máquina dentro do consultório médico, que vai alertar o especialista de que algo possa estar errado com o paciente e, dessa forma, possibilitar que o doutor faça um aconselhamento em tempo real.

Em resumo, a relação entre as máquinas no conhecido M2M tem inúmeras aplicações e formas de uso, impactando desde pequenas ações como alterar o tempo de um semáforo até atividades que exigem ações mais robustas, como pilotar uma máquina agrícola.


De acordo com a revista Forbes, M2M é um divisor de águas para indivíduos e empresas, especialmente do setor industrial, que a partir da inserção de sensores em seus processos produtivos e na interação entre máquinas, terão ganhos de produtividade e eficiência.

 

Categorias: Automação