<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=633097343493783&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">
canal-comstor-logo
O blog dos negócios de TI.
Comstor Americas
  • Partner Portal
  • 7 benefícios da videoconferência: colaboração e comunicação a favor de bons negócios
  • 14 dicas de marketing para revendas de TI
  • Baixar agora
  • Baixar E-book grátis
  • Partner Portal
  • 7 benefícios da videoconferência: colaboração e comunicação a favor de bons negócios
  • 14 dicas de marketing para revendas de TI
  • Baixar agora
  • Baixar E-book grátis

Os MSPs como parceiros das equipes de TI

Publicado em 20/nov/2017 5:00:00

Entenda de que maneira provedores e profissionais de TI podem trabalhar juntos e de que forma isso representa uma oportunidade para as revendas.

 

Os MSPs como parceiros das equipes de TI

Já explicamos aqui no blog o que é um MSP, mas é sempre importante ressaltar que esses provedores de serviços gerenciados são diferentes dos profissionais internos de TI, mesmo que ao longo do desenvolvimento da área eles sempre tenham se relacionado.

 

É em decorrência desse relacionamento que se torna essencial entender de que maneira as suas áreas se correlacionam, principalmente no papel do profissional de gerenciamento de MSPs e manutenção da harmonia nos trabalhos e metas estabelecidos para cada equipe.

 

Em alguns contextos, MSPs não representam uma terceirização da TI, podendo trabalhar em conjunto com os profissionais internos para auxiliar no maior controle e crescimento do negócio.

 

Conheça os 3 principais cenários em que se pode estabelecer uma relação benéfica e de grandes oportunidades entre MSPs e profissionais.

 

1. Recurso elástico

 

As revendas de TI, muitas vezes, atendem clientes em momentos de grandes mudanças, como períodos de fusão e aquisição, em que empresas costumam se reorganizar e trocar equipes, ou de transição tecnológica, adotando TI híbrida, virtualizando processos, entre outros. Nesses dois casos, o MSP se coloca como um recurso elástico que pode beneficiar não apenas o cliente, mas também os profissionais de tecnologia e a revenda que oferece a consultoria e suporte tecnológico.

 

No primeiro caso, o que se observa, geralmente, é um cliente com carência de pessoal, de forma que a parceria entre TI e MSP supre a necessidade de ter profissionais competentes para tarefas de gerenciamento e organização enquanto a área tecnológica é adaptada para a nova realidade da empresa.

 

Já nos casos onde ocorrem transições de tecnologias e que os clientes não precisam de profissionais permanentes, mas de uma equipe temporária para auxiliar nos processos, a elasticidade de um MSP permite suprir as necessidades do negócios com um orçamento mais compatível, permitindo que as equipes de suporte da revenda de TI não sejam sobrecarregadas e que a empresa não tenha que lidar com a burocracia e custos de contratações temporárias.

 

Essa flexibilidade que o MSP assume em parceria com as empresas pode ser fundamental para garantir processos de decisões mais eficientes e para integrar os sistemas necessários com pontos de acesso e governança.

 

2. Gerenciamento de infraestruturas

 

É possível que profissionais de TI responsáveis por supervisionar o departamento de uma empresa se relacionem com um MSP por meio da terceirização de parte da infraestrutura tecnológica do negócio. Nesses casos, o MSP gerenciaria parte dos sistemas e estruturas globais, tendo os profissionais como supervisores e responsáveis pelas demais partes desse sistema, estabelecendo uma parceria de gerenciamento de redes, processos ou outros elementos.

 

Um cenário visto mais frequentemente é dos MSPs gerenciando dispositivos locais com menor valor e de maior exigência de interação, como impressoras, enquanto os demais elementos ficam a cargo dos profissionais de TI. Nesses casos, a meta final de ambos é a mesma: aumentar o desempenho.

 

3. Consultoria

 

O último cenário que normalmente se observa em empresas é o de departamentos de TI reduzidos e com pequenas possibilidades para contratações. Muitas vezes, essas equipes reduzidas acabam dependendo de especialistas em certas tecnologias e soluções para funções de gerenciamento, execução de backups e manutenção de sistemas.

 

Nesses casos, um especialista do MSP pode ser contratado de maneira terceirizada, mas a longo prazo, para tomar conta de um ambiente específico ao mesmo tempo que oferece uma consultoria sobre como melhorar a eficiência e produtividade. Isso pode ser feito por acesso remoto, tornando os custos mais baixos que os da contratação efetiva de um especialista.

14 dicas de marketing para revendas de TI

Quando consideramos esses três cenários no contexto mutável e de constante evolução dos ambientes de TI, percebemos que garantir formas de atender às necessidades tecnológicas dos clientes se torna cada vez mais importante. Assim, revendas que conseguem estabelecer entre seus serviços atender como MSP acabam gerando novas oportunidades de negócios e, consequentemente, garantindo sua sobrevivência de mercado.

 

 

Fontes:

http://cio.com.br/opiniao/2017/02/21/calma-o-relacionamento-entre-profissionais-de-ti-e-msps-pode-ser-positivo/

http://www.unodata.com.br/sua-empresa-e-uma-msp

 

 

Categorias: Revendas de TI, Equipe de TI, Serviços de TI, MSP