<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=633097343493783&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">
canal-comstor-logo
O blog dos negócios de TI.
Comstor Americas
  • Baixar E-book
  • Westcon-Comstor lança o BlueSky Solutions Marketplace
  • Partner Portal
  • Baixar agora
  • Baixar agora
  • Baixar E-book
  • Acesse agora
  • Partner Portal
  • Baixar agora
  • Baixar agora

Pontos-chave para preparar a TI para transformação digital

Publicado em 31/mai/2019 5:00:00

Entender a importância dessa tendência e fazê-la adequadamente é essencial para gerar bons resultados. Descubra como fazer isso com seu time.

 

Pontos-chave para preparar a TI para transformação digital

 

Um recente estudo feito pela consultoria da TI West Monroe Partners concluiu que 71% de empresas veteranas reconheceram a necessidade de investir em funcionários com habilidades digitais para competir no mercado global.


Trabalho não é o que falta nesse cenário de tecnologia de dados e a essência desse ramo mora na área de TI.


No artigo de hoje, veremos como preparar os colaboradores da área para lidar com a transformação digital que se faz cada vez mais presente em empresas de todos os tamanhos.

Como preparar o TI para a digitalização da sua empresa?

A resposta está na automatização dos processos da sua organização. Esse deve ser o ponto inicial de um projeto de transformação digital.


Durante o processo, é necessário preparar a TI para monitorar e analisar a qualidade de ferramentas, seus pontos positivos, as possíveis falhas, tendo em mente os objetivos do negócio. Tudo o que for gerado deve possuir uma finalidade.


Sendo assim, tenha em mente que sua equipe é um dos recursos mais importantes e que é preciso sempre buscar aprimoramento.


Marty Boos, presidente da StubHub (empresa americana de troca de ingressos) costuma dizer que a maioria de seus engenheiros quer aprender coisas novas e que isso é muito importante para um time de TI desenvolver habilidades e técnicas atualizadas.


A StubHub passou por um processo de mais de nove meses de transformação digital. Isso envolveu como sistemas foram construídos, onde foram feitos e como o período de testes e de lançamentos foi executado.


Marty cita que a estratégia desenvolvida dentro da empresa foi a de levar seus funcionários a montar, com a equipe interna de tecnologia, um plano de execução e um cronograma. Dessa forma, com essas forças combinadas, é possível construir um novo valor para a empresa.

Baixar e-book grátis

 

Quais os pontos-chave da preparação?

Quando a empresa cria um time diversificado, terá vantagens competitivas, podendo criar uma vertente completamente nova para os negócios.


Assim como desenvolvedores de tecnologia precisam de habilidades para colaborar com os tomadores de decisões da organização, os líderes, que não estão acostumados com todos os avanço tecnológico, também precisam ter um bom entendimento da TI criada pelos times.


As companhias devem criar disciplinas colaborativas lideradas por profissionais de ambas as áreas. No entanto, dados do Digital Marketing Institute mostram que pouco mais de 55% dos executivos crêem na presença desse tipo de liderança e no impacto que ela causa na transformação digital e em um desempenho satisfatório do negócio.


Para atingir tal impacto, é fundamental que o setor de TI se adapte, pesquisando territórios pouco explorados. Os objetivos devem ser ações imediatas, bem como investimentos a longo prazo. Assim os horizontes da empresa vão se alinhar cada vez mais ao avanço tecnológico.

O real conflito não está na tecnologia em si, mas na criação da capacidade de utilizá-la. Por isso, a área de TI deve deixar de ser uma mera instaladora interna de mudanças para se tornar uma liderança no meio estratégico de negócios.
 

Categorias: Transformação Digital