<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=633097343493783&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

CANAL SYNNEX COMSTOR
O blog dos negócios de TI.

Quais as principais dúvidas das empresas sobre segurança de endpoint?

Esse processo é responsável por proteger os dispositivos dos usuários conectados aos sistemas corporativos. Saber tudo sobre o assunto é crucial para a segurança da informação.

 

Mais do que nunca, a segurança de endpoint é fundamental para as empresas, visto que, atualmente, elas estão lidando com o aumento acelerado do trabalho remoto de seus colaboradores e com a intensificação do cibercrime desde o início da pandemia do novo coronavírus.

Esse momento exige reforço nas estratégias de segurança da informação e os dispositivos finais que estão conectados aos terminais das redes corporativas devem ser constantemente gerenciados.

Garantir que os endpoints utilizados pelos usuários estejam protegidos durante o home office é fundamental, pois o número de ataques e tentativas de golpes estão se multiplicando durante a pandemia. 

É por isso que as empresas precisam desenvolver uma segurança de endpoint eficiente em seu empreendimento. No entanto, muitas delas ainda possuem diversas dúvidas sobre o assunto. 

Pensando nisso, preparamos este conteúdo para esclarecer as principais questões sobre segurança de endpoint. Vamos lá?

O que é segurança de endpoint?

Segurança de endpoint é um conjunto de práticas que visam proteger os dispositivos finais que estão conectados ao terminal da rede para que nenhuma ciberameaça consiga se infiltrar no sistema corporativo.

Por meio desse tipo de proteção, é possível garantir que todos os aparelhos  conectados aos serviços da empresa estejam em segurança e não possuam nenhum tipo de vulnerabilidade ou brecha que possam ser utilizadas por pessoas mal intencionadas.

Um sistema de proteção de endpoint é um software com recursos que asseguram a segurança dos equipamentos, redes e informações. Ele é capaz de detectar, prevenir e responder a possíveis infiltrações de ameaças ou programas maliciosos.

O grande diferencial desse tipo de sistema de segurança é a proatividade, pois, uma vez que o software estiver instalado e configurado no servidor e em todos os dispositivos, ele busca constantemente por vulnerabilidades e corrige falhas antes mesmo de um possível ataque acontecer.

Garanta a conformidade com a LGPD

Quais as principais dúvidas sobre segurança de endpoint?

Para entender melhor o conceito de segurança de endpoint é fundamental esclarecer todas as dúvidas sobre esse assunto. Confira a seguir as principais questões levantadas pelas empresas e aprimore seus conhecimentos:

  1. Qual a diferença entre endpoint e antivírus?

Enquanto a segurança de endpoint é um conceito que visa proteger os computadores e outros dispositivos conectados à rede, o antivírus é um programa instalado em uma determinada máquina para garantir o bloqueio de ciberameaças.

Portanto, podemos concluir que na segurança de endpoint há um planejamento de proteção de toda a infraestrutura, logo, ela considera outras ferramentas para essa tarefa, inclusive o antivírus. 

Além disso, ela usa um modelo de serviço entre servidor e cliente, com instâncias instaladas em cada um deles, uma principal no servidor e agentes nos dispositivos.

  1. Firewall e endpoint são a mesma coisa?

Outra grande confusão sobre o conceito de segurança de endpoint é que muitas organizações a relacionam com firewalls. Entretanto, também são conceitos distintos.

O firewall é responsável por filtrar o tráfego da rede a partir de critérios e políticas de segurança determinadas pela empresa. Por meio dessa tecnologia, é possível bloquear o acesso dos usuários a determinados sites.

A segurança de endpoint vai além dessa filtragem de rede, realizando o monitoramento de status, logging, patching, entre outros. Desse modo, o firewall também pode fazer parte de um planejamento de segurança de endpoint.

  1. Segurança de endpoint e segurança têm o mesmo significado?

Há quem confunda estes dois conceitos, no entanto a segurança de endpoint tem como principal objetivo a proteção dos dispositivos conectados à rede, enquanto a segurança da rede em si foca na proteção total do ambiente.

Nesse caso, podemos dizer que a segurança das extremidades, ou seja, endpoints, é apenas uma parte da proteção da rede, que envolve estratégias e recursos mais completos.

A segurança de endpoint é cada vez mais importante para as empresas que querem oferecer o acesso aos dados e sistemas corporativos sem comprometer a proteção da rede. Portanto, as empresas devem entender a fundo sobre essa solução para investir no sistema de proteção de endpoint ideal para seu negócio. 



Posts relacionados

Gestão de vulnerabilidades: o que é e como colocar em prática?

Ataques virtuais e preocupações com cibersegurança trazem à tona termos como a gestão de vulnerabilidades e segurança de dados.

Compliance em TI: o que é e qual o seu papel nas empresas?

Práticas de segurança podem otimizar os resultados da TI e a proteção de dados organizacional.  

Política de Privacidade de dados: o que é e como montar uma?

Esse documento legal é cada vez mais importante para as empresas à medida que a LGPD se aproxima. Veja como reestruturá-la e não sofrer com multas e prejuízos.

Escreva seu comentário