<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=633097343493783&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">
canal-comstor-logo
O blog dos negócios de TI.
Comstor Americas
  • Cibersegurança para pequenas empresas
  • Baixar E-book
  • Westcon-Comstor lança o BlueSky Solutions Marketplace
  • Partner Portal
  • Baixar agora
  • Cibersegurança para pequenas empresas
  • Baixar E-book
  • Acesse agora
  • Partner Portal
  • Baixar agora

Qual a importância de uma segurança de endpoint?

Publicado em 25/set/2019 5:00:00

As empresas precisam lidar com cada vez mais dispositivos conectados à rede. Dessa forma é necessário investir em novas estratégias de proteção.

 

Qual a importância de uma segurança de endpoint?

 

Ao longo dos últimos anos, a participação da TI dentro das empresas tornou-se estratégica. Ela é responsável por otimizar as operações, entregas e comunicação com clientes e, por isso, deve ter um bom desempenho.

No entanto, à medida que novas tecnologias e inovações foram inseridas na rotina corporativa, novas políticas de segurança digital e controles de acesso precisaram ser readaptadas para trabalhar com mais sistemas e dispositivos, além de um número crescente de ameaças e vulnerabilidades.

Lidar com o novo fluxo de dados trafegando em suas infraestruturas exigiu que as empresas começassem a investir em soluções mais robustas de segurança da informação. Afinal, são inúmeros funcionários, clientes e parceiros utilizando diversos dispositivos conectados a suas redes.

Para suportar diversos computadores, smartphones, tablets e outros dispositivos conectados, a segurança de endpoint passou a ser essencial. Ela garante que todos os serviços e dados corporativos estejam protegidos contra ciberameaças.

Ser capaz de garantir que todos esses dispositivos estejam em segurança é fundamental para as empresas que querem se manter no mercado atualmente. Por isso, preparamos este conteúdo para explicar a importância de uma efetiva proteção de endpoint. Continue a leitura para se informar!


O que é segurança de endpoint?

Endpoint é o nome designado aos dispositivos finais que estão conectados em um terminal de rede. Logo, a segurança de endpoint consiste em um conjunto de medidas que visam mantê-los livres de ciberameaças.

Garantir que esses dispositivos estejam protegidos é fundamental para a segurança da rede como um todo. Portanto, deve ser uma prioridade para qualquer empresa. Isso exige que todos os aparelhos que conectam os serviços na rede estejam executando com softwares de proteção e sistemas operacionais atualizados.

Um sistema de proteção de endpoint é um software com recursos que asseguram a segurança dos equipamentos, redes e informações. Ele é capaz de detectar, prevenir e responder a possíveis infiltrações de ameaças ou programas maliciosos.

 

Entre em contato

Esse tipo de solução age junto com o firewall para executar um monitoramento de todo o ambiente em tempo real para impedir rapidamente que ataques aconteçam, mantendo os usuários informados de qualquer situação suspeita.


Qual a importância da segurança de endpoint?

Ao bloquear os terminais de rede, a segurança de endpoint impede que brechas e vulnerabilidades dos dispositivos conectados sejam utilizadas por hackers para invadir e roubar dados corporativos.

Esse tipo de software foi criado para lidar com as novas demandas de um ambiente de TI inovador e complexo. Portanto, atua de forma estratégica na identificação de ameaças modernas, bloqueio de conexões inseguras e aparelhos infectados.

Por meio dele, a empresa consegue criar uma nova camada de proteção para que seus usuários consigam utilizar seus dispositivos para realizar suas tarefas de forma mais flexível e segura.

Além disso, a segurança de endpoint é capaz de trazer muitos outros benefícios para as empresas. Confira a seguir os principais:

- Redução de custos: um sistema de proteção de endpoint é mais barato do que investir em componentes separados de proteção para cada dispositivo que for conectar a rede. A empresa precisará apenas implementará apenas um sistema acompanhado de um software de servidor e outro de cliente para que todos os dispositivos possam ser conectados.

- Fácil instalação: a partir de um servidor central que será instalado e configurado na rede corporativa, a segurança da endpoint passa a ser executada e monitorada de forma simplificada.

- Integração com novas tecnologias: como o sistema de endpoint é composto por um único sistema, a integração com outros soluções é facilitada. Dessa forma, é possível adicionar novos serviços ao sistema de forma rápida e prática.

- O sistema previne e bloqueia ameaças: ele impede que malwares utilizem os dispositivos conectados como porta de entrada para acessar a rede, protegendo os processos corporativos em andamento. assim, ele reduz a superfície de ataque e conta com monitoramento automatizado para bloquear as possíveis ameaças.

- Administração centralizada: a proteção de endpoint permite que a administração de rede seja centralizada pelo em um único sistema. Desse jeito, a TI da organização passa a gerenciar o servidor de endpoint, podendo revogar ou conceder permissões de uso, obter relatórios de desempenho, fazer auditoria, entre outras tarefas no mesmo portal.

Por meio de uma segurança de endpoint efetiva, as empresas passam a contar com uma política de proteção de dados mais reforçada. Assim, é possível incentivar novas formas de trabalho, mais flexíveis e modernas, as quais são fundamentais para acompanhar o mercado competitivo atual.

 

Categorias: Segurança