<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=633097343493783&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">
canal-comstor-logo
O blog dos negócios de TI.
Comstor Americas
  • Westcon-Comstor lança o BlueSky Solutions Marketplace
  • Partner Portal
  • Baixar agora
  • Serviços Gerenciados Cisco Meraki
  • Baixar agora
  • Acesse agora
  • Partner Portal
  • Baixar agora
  • Serviços Gerenciados Cisco Meraki
  • Baixar agora

Qual o papel da IoT na educação?

Publicado em 19/set/2018 5:00:00

Tecnologia transforma a relação entre professores e alunos, além de oferecer gestão eficiente da escola.

 

Qual o papel da IoT na educação?

 

 

Internet das Coisas tem transformado muitos segmentos mercadológicos e os seus benefícios de otimização estão sendo percebidos também pelas instituições de ensino, que além de melhorarem a gestão de suas empresas, terão a possibilidade de melhorarem o ensino e o relacionamento com seus alunos.


Gestão do administrativo da escola

A IoT pode ser utilizada pelos gestores para realizarem o controle de presença dos alunos, seja por meio de câmeras de identificação facial ou o reconhecimento de dispositivos dos alunos conectados à sua rede. O aluno logou na rede, logo está presente e a chamada é realizada direto pelo sistema.

 

Essa mesma câmera pode ser utilizada para o monitoramento e segurança dos alunos, sendo programada para gerar alertas aos coordenadores quando um aluno está em local inapropriado fora de horário.


Também, a IoT pode ajudar na organização da alimentação dos alunos, prevendo os produtos que serão necessários na cantina, os mais consumidos dependendo da sazonalidade, entre outros dados que forem gerados e analisados ao longo do tempo.


Uma geladeira conectada é capaz de fazer o balanço da quantidade de produtos armazenados e gerar o pedido para a distribuidora, por exemplo.

 

A Cisco e a Internet de todas as coisas


Educação adaptada aos Nativos Digitais

Marc Prensky é um estudioso e consultor em educação que em 2001 criou o termo ‘nativo digital’, que define as pessoas já nascidas na era em que a tecnologia parece estar dominando tudo e que transitam facilmente entre as tecnologias, que são fluentes na web e tem facilidade para se adaptarem e novas mudanças tecnológicas.


Para ele, os jovens precisam ser educados diferente para o futuro, sendo que a educação precisa passar por uma mudança civilizatória, deixando de ser totalmente racional e passando para as realizações.


Para Prensky, as crianças da geração atual podem realizar coisas no mundo com a tecnologia e suas ferramentas, que em épocas passadas não teriam aptidão para conseguir e, por isso, a educação deve passar por experiências.

 

Por isso, faz-se mais do que necessário a introdução de tecnologias em sala de aula para melhorar o processo de aprendizagem em período escolar, uma vez que favorecem a assimilação dos conteúdos apresentados e que estão de acordo com as exigências da nova era de contextualização social.

 

Tablets nas mãos dos alunos para acompanharem os conteúdos e as infinitas possibilidades que oferecem as Lousas Digitais nãos mãos dos professores. Estes dispositivos conectados na rede da Internet das Coisas causam uma profunda transformação na educação.


Mais ferramentas aos professores

Com tantas fontes de informações hoje disponíveis e múltiplas plataformas de acesso a esses conteúdos, o professor tem o seu papel transformando entre o que vai meramente ensinar para o que vai conduzir os caminhos da aprendizagem, sugerindo novas fontes, novas visões e possibilidades sobre o mesmo assunto, assim como orientar os estudos.


Porém, precisam estar tecnologicamente equiparados com seus alunos para compreenderem quais as melhores formas de conseguir a atenção desses alunos e tornar suas aulas chamativas.


A IoT pode ser uma ferramenta essencial nesse processo, criando planos de aula mais inteligentes a partir, por exemplo, das fontes e conteúdos mais acessados pelos alunos. Assim, os professores conseguem prever o caminho do ensino que estão traçando e sugerir algumas mudanças de rotas.

 

Enfim, a Internet das Coisas na educação tem múltiplas facetas a serem ainda descobertas e muitas outras a serem testadas, trazendo um novo momento para a sala de aula e colaborando para o desenvolvimento do ensino, ajudando não somente os alunos, como os educadores e os gestores.

 

Categorias: Internet das Coisas