<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=633097343493783&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">
canal-comstor-logo
O blog dos negócios de TI.
Comstor Americas
  • Partner Portal
  • 14 dicas de marketing para revendas de TI
  • Baixar agora
  • Baixar E-book grátis
  • Serviços Gerenciados Cisco Meraki
  • Partner Portal
  • 14 dicas de marketing para revendas de TI
  • Baixar agora
  • Baixar E-book grátis
  • Serviços Gerenciados Cisco Meraki

Receita global de TI vai alcançar 3,5 trilhões de dólares em 2017

Publicado em 2/mai/2017 5:00:00

Veja números detalhados das estimativas de faturamento do mercado de tecnologia da informação.

Receita global de TI vai alcançar 3,5 trilhões de dólares em 2017

As tendências de tecnologia para negócios nos mercados de hardware, software, serviços e telecomunicações evoluíram à medida que mais aquisições corporativas são conduzidas por altos executivos que estão liderando a agenda de transformação digital de suas organizações.

 

Com isso, os gastos de TI em todo o mundo são projetados em US $ 3,5 trilhões para 2017 - um aumento de 1,4% em relação a 2016, de acordo com o último estudo de mercado do Gartner. Dito isto, essa taxa de crescimento está abaixo da previsão de 2,7%, em parte devido ao aumento do valor do dólar norte-americano.

 

O forte dólar dos EUA cortou US$ 67 bilhões de nossa previsão de gastos com TI em 2017, segundo John-David Lovelock, vice-presidente de pesquisa da Gartner. A previsão é de que esse cenário de alta do dólar atrapalhe um pouco o faturamento dos fornecedores de TI multinacionais norte-americanos em 2017.

 

14 dicas de marketing para revendas de TI

 

Desenvolvimento mundial de mercado de TI

Mesmo com esse pequeno entrave, de acordo com o Gartner os executivos de negócios e de TI ao redor do mundo têm buscado informação e orientação sobre desafios e oportunidades de mercado, com o intuito de fundamentar as decisões críticas de investimento em metodologias já comprovadas.

 

Por exemplo, o segmento de mercado focado em sistemas de Data Centers tem previsão de crescimento de 0.3% em 2017. Esse crescimento já é melhor que o de 2016, mas o segmento tem experienciado um desaceleramento. Isso porque está havendo uma mudança de quem está comprando servidores e de quem eles estão comprando. As empresas estão deixando de comprar servidores físicos e passando a investir em servidores na Nuvem. Isso criou uma redução nos gastos com servidores, que está impactando diretamente no segmento de sistemas para Data Centers como um todo.

 

Impulsionado pela força nas vendas de celulares e uma pequena melhora nas vendas de impressoras, PCs e tablets, o gasto mundial em dispositivos deverá crescer 1,7% em 2017, atingindo US$ 645 bilhões. Apesar disso, o mercado de tablets continua em declínio, já que os ciclos de substituição continuam grandes.



 

Gastos 2016

Crescimento 2016 (%)

Gastos 2017

Crescimento 2017 (%)

Sistemas para Data Center

173

1.3

177

2.0

Software

333

6.0

357

7.2

Dispositivos

597

-7.5

600

0.4

Serviços de TI

900

3.9

943

4.8

Serviços de Comunicação

1.384

-1.1

1.410

1.9

Mercado de TI

3.387

-0.3

3.486

2.9



Panorama dos gastos com serviços de TI

O mercado mundial de serviços de TI em 2017 deverá crescer 2,3% em 2017, o que representa um decréscimo em relação ao crescimento de 3,6% em 2016. A Gartner informa que as mudanças modestas na provisão de serviços de TI deste trimestre podem ser caracterizadas como ajustes em determinadas geografias como resultado de potenciais mudanças de direção antecipadas em relação à política dos EUA.

 

Espera-se que as políticas favoráveis às empresas da nova administração do governo federal norte-americano tenham um impacto ligeiramente positivo no mercado de serviços de implementação norte-americano, uma vez que as agências governamentais deverão aumentar significativamente os seus gastos com infraestruturas de TI nos próximos anos.

 

No entanto, é preciso apontar para uma defasagem no mercado de serviços de TI: de acordo com um recente estudo feito pelo Everest Group, quase 48% dos clientes não estão satisfeitos com seus provedores de serviços, uma estatística bastante preocupante para essa indústria. Cerca de 25% disseram estar muito insatisfeitos. Esses resultados indicam lacunas evidentes no que se refere ao setor de serviços de TI.

 

Na pesquisa, as empresas apontaram defasagens em diversas áreas de serviços: aplicações, digital, Nuvem e serviços de infraestrutura. Além disso, também apresenta as visões das empresas em torno de suas principais prioridades de investimento em tecnologia e serviços de TI. Mas o que chama mais atenção no relatório é que apenas 10% dos respondentes afirmaram estar extremamente satisfeitos. Isso significa que os fornecedores de serviço estão atrasados no que se refere a serem parceiros estratégicos para as empresas.

 

A inovação é a necessidade maior no momento e os fornecedores do mercado devem se diferenciar com base em ofertas fora do padrão oferecido. Os clientes esperam um valor agregado de ponta a ponta na entrega do serviço de TI. E isso faz todo sentido, já que - de uma perspectiva de investimento - a modernização de aplicações, automação e segurança digital são enxergadas como os motores de ROI a curto prazo e pode ser que as empresas prefiram investir nisso primeiro.

 

Os fornecedores de serviços de TI precisam modificar os modelos de negócio para atender à próxima geração de empresas impulsionadas pela tecnologia. Eles devem associar a prestação de serviços aos resultados do negócio, co-desenvolvendo modelos de inovação. Impulsionar a padronização, a relação custo-benefício e as melhorias nos processos serão imperativos para um trabalho que gere valor agregado ao cliente.

Fontes:

http://blog.geoactivegroup.com/2017/04/worldwide-it-revenue-will-reach-35.html

http://www.gartner.com/newsroom/id/3482917

http://www.readitquik.com/articles/strategy/it-service-providers-falling-short-on-csat/