<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=633097343493783&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">
canal-comstor-logo
O blog dos negócios de TI.
Comstor Americas
  • Partner Portal
  • 14 dicas de marketing para revendas de TI
  • Baixar agora
  • Baixar E-book grátis
  • Serviços Gerenciados Cisco Meraki
  • Partner Portal
  • 14 dicas de marketing para revendas de TI
  • Baixar agora
  • Baixar E-book grátis
  • Serviços Gerenciados Cisco Meraki

Scrum: o que é e por que é importante?

Publicado em 15/set/2017 5:00:00

Entenda como essa ferramenta pode auxiliar na gestão de projetos e aumentar a eficiência dos negócios.

 

Scrum: o que é e por que é importante.

Com crescente popularidade na área de tecnologia, o Scrum ganha cada vez mais espaço em empresas modernas como forma de aumentar a eficiência na gestão de processos. Originalmente desenvolvido para auxiliar no gerenciamento de projetos de software, atualmente é aplicado em diferentes áreas, tipos e tamanhos de empresas.

 

Mas entender os benefícios que esta ferramenta pode oferecer para os negócios depende, primeiro, de compreender o que é e como funciona a metodologia que ela oferece.

 

O que é o Scrum?

 

Framework desenvolvido para ser aplicado em projetos complexos, é um método de gestão que busca oferecer maior agilidade aos processos, sendo adotado, principalmente, por equipes de desenvolvimento.

 

Em termos simples, o Scrum é uma estrutura dinâmica e inteligente de trabalho que oferece bases para que as equipes estabeleçam projetos organizados desde o princípio e que a entrega final ocorra no menor tempo possível.

 

É por esse motivo que ele é conhecido como um “método ágil”, sendo necessário, apenas, respeitar os direcionamentos básicos de seu funcionamento para reduzir problemas ao longo do desenvolvimento dos projetos.

 

Como o framework funciona?

 

Um projeto, em termos mais simples, é um conjunto de tarefas. No Scrum, essas tarefas são organizadas em ordem de execução em uma lista, que recebe o nome de Product Backlog e que é definida pelo dono do projeto a ser executado, que no sistema é chamado de Project Owner, ou PO.

 

Cada uma das atividades da lista é controlada com base no período de tempo definido para sua execução, que no framework do Scrum é chamado de Sprint e que, geralmente, vai de 1 a 4 semanas.

 

Para que cada um dos Sprints tenha início é realizada uma reunião de planejamento, chamada de Planning, onde o PO se reúne com a equipe responsável para definir qual é a ordem de prioridade de cada elemento a ser executado naquele período de tempo. A ordem dessa classificação dá início a uma nova lista, a Sprint Backlog, que serve de base para que a equipe realize as atividades.

 

A organização das atividades a serem desenvolvidas pela equipe costuma ser feita por meio de um quadro, dividido em colunas, e preenchido com post-its coloridos, que vão sendo mudados de uma coluna para outra a medida que aquele item muda de status. Isso torna o processo organizacional e de gerenciamento de atividades mais visual e intuitivo.

 

Ainda que o Scrum tenha seu funcionamento sempre descrito como forma de comunicação real e física, existem diversos aplicativos que permitem aplicar sua metodologia no meio digital, como já mencionamos aqui no blog, permitindo desenvolver atas de reuniões, distribuição de tarefas, controle de prazo, tranferência de arquivos e diversos outros elementos.

 

Algumas dessas soluções vêm associadas, inclusive, como ferramentas de videoconferências, permitindo que o processo inteiro seja feito de modo virtual, usando a computação em nuvem como principal suporte para a transferência de dados e acrescentando aos benefícios de um Scrum do mundo real, a acessibilidade que apenas o mundo virtual possui.

 

Qual a importância?

 

Por meio da organização das tarefas e prioridades que o Scrum estabelece, passa a ser possível garantir o cumprimento de prazos e um maior foco nas diretrizes estabelecidas pelo planejamento. Sabendo quais são as atividades que possuem mais importância, as equipes  consegue organizar melhor o fluxo de uma para a outra.

 

A clareza e organização das informações sobre o projeto e a forma como ele deve ser executado permite, ainda, oferecer maior liberdade para os indivíduos dentro das equipes, permitindo que eles desenvolvam novas habilidades e aprimorem as que já possuem.

 

Este método garante que toda a equipe esteja alinhada e tenha conhecimento sobre o que está sendo feito em cada uma das etapas que compõem o projeto, de forma que a comunicação entre colaboradores e entre equipes se torne mais dinâmica e eficiente.

 

Um dos pontos mais discutidos entre os especialistas é o da efetiva contribuição com a agilidade dos processos que o Scrum pode oferecer. Este sempre foi um objetivo para as empresas, independente do produto a ser entregue, do serviço a ser executado ou do modelo de produção adotado.

Os 4 pilares para otimizar a prática de Receita Recorrente na sua Revenda de TI

No entanto, ainda que seja possível afirmar que com o uso dessa metodologia é possível aumentar a agilidade dos projetos, isso só ocorre quando os direcionamentos estabelecidos pelo planejamento são cumpridos.

 

Assim, o que se conquista no final é um processo mais bem estruturado, com menores custos, redução de riscos e falhas, melhor cumprimento de prazos e resultados finais de produtos e serviços com maior qualidade e que melhor atendem às necessidades dos clientes.

 

É necessário esclarecer que muitos dos benefícios oferecidos pelo método Scrum podem ser alcançados com a organização da equipe e com um planejamento eficiente, de forma que o grande diferencial deste framework está em deixar as necessidades do projeto mais evidentes, os processos mais claros e as atividades mais visuais, melhorando a compreensão da equipe.

 

 

Fontes:

https://mentalidadeempreendedora.com.br/empreendedorismo-digital/o-que-e-scrum/

http://blog.contratado.me/2017/01/16/o-que-e-scrum-um-guia-rapido-e-bacanudo/

http://www.ateomomento.com.br/o-que-e-scrum/