<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=633097343493783&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

CANAL SYNNEX COMSTOR
O blog dos negócios de TI.

Serverless computing: o que é e qual a vantagem para as empresas?

Essa tendência está impactando a forma como as empresas desenvolvem suas aplicações. Entenda como ela pode ajudar nos negócios!

 

Até pouco tempo atrás, computação sem servidor era algo impensável. No entanto, graças à evolução da tecnologia, hoje, isso já se tornou possível. O serverless, como ficou conhecido, vem ganhando espaço entre as empresas e se tornado uma grande tendência na Computação em Nuvem.

O serverless computing é um tipo de arquitetura em Nuvem que permite ao cliente utilizar o serviço sem precisar provisionar servidores para que o código de backend seja executado.

Essa tecnologia, também conhecida como Função como Serviço (FaaS) permite que os clientes se concentrem apenas em suas aplicações, pois a responsabilidade do gerenciamento dos serviços é do provedor do serviço de Nuvem.

Você já conhece essa tecnologia? Seus clientes pretendem adotar o modelo de computação sem servidor? Confira o conteúdo a seguir e entenda melhor esse conceito e as suas vantagens para os negócios.


O que é Serverless Computing?

Serverless é uma abordagem de Cloud Computing que permite a criação e execução de aplicações sem a necessidade de provisionamento de máquinas virtuais, contêineres, sistemas operacionais ou mesmo servidores físicos. Todas as atividades são realizadas por meio do provedor na Nuvem.

Esse modelo permite a implementação de softwares sem que a TI precise se preocupar com a infraestrutura. Isso é possível, pois o FaaS automatiza todo o processo de criação e implementação, assim, os usuários precisam apenas registrar as funções e necessidades de recursos exigidas.

O objetivo do serverless computing é tornar a composição de código mais fácil por meio de aplicações divididas em funções individuais que podem ser escaladas isoladamente.

 

New call-to-action

Dessa forma, ao utilizar o FaaS, a TI pode se concentrar exclusivamente nas funções individuais do código de seus aplicativos, enquanto o fornecedor do serviço cuida de todos os outros pontos, especialmente da parte de dimensionamento, sem comprometer o desempenho do aplicativo.


Qual a vantagem do serverless computing para empresas?

A facilidade de lidar com uma plataforma sem servidor permite que a TI acelere o desenvolvimento de aplicativos na Cloud e se dedique mais a outras funções da empresa.

Por meio do FaaS é possível evitar gastos com a compra e gestão de licenças de software, infraestruturas ou ferramentas de desenvolvimento. Além disso, é possível contar com outros benefícios, confira os principais:

- Não é necessário se preocupar com o gerenciamento do servidor
A principal característica do serverless computing e sua principal vantagem é o fato de que o gerenciamento é realizado pelo fornecedor. Isso permite que a empresa cliente se foque em criar e expandir seus aplicativos.

- As arquiteturas são escalonáveis
Graças aos recursos de Cloud Computing, a infraestrutura sem servidor pode ser redimensionada automaticamente conforme as necessidades da empresa. O FaaS é capaz de lidar com novas demandas de solicitações de forma ágil.

- Redução de custos
Ao investir em uma solução sem servidor, a empresa consegue eliminar diversos custos, como os relacionados a contratação de profissionais de TI para gerenciar a infraestrutura, compra de softwares, equipamentos e manutenções, entre outros.

Por meio do Faas, a organização paga apenas por evento e não mais por tempo de execução da máquina.

- Maior agilidade em implementações e atualizações
Como no serverless computing não há a necessidade de fazer upload de código, nem se preocupar com configuração ou gerenciamento ao desenvolver um aplicativo, é possível atualizar, corrigir e adicionar novos recursos rapidamente.

- Pagamentos sob demanda
Outro benefício importante do FaaS é o total controle que a organização pode ter sobre o pagamento dos serviços. A cobrança é feita pelo tempo em que suas funções estão sendo processadas. Assim, a empresa paga apenas pelo que realmente utilizar.

- Várias linguagens de programação
Esse modelo permite a utilização de várias linguagens por meio da criação de times autogerenciáveis, nos quais é possível escolher os códigos a serem utilizados.

O serverless computing é uma tecnologia que tem chamado cada vez mais a atenção dos profissionais de TI graças às suas facilidades e vantagens. Ela pode ser uma aliada importante para as empresas que buscam desenvolver suas aplicações de forma ágil e prática.

Posts relacionados

Cloud Computing e coronavírus: 6 princípios para uma migração segura

Devido ao aumento do home office causado pelo isolamento social, muitas empresas estão precisando aumentar a utilização da Computação em Nuvem. Veja como fazer uma migração de ativos segura. 

Quais são os impactos de Edge Computing nas empresas?

Edge Computing otimiza o tempo de resposta do processamento de dados corporativos, aumenta a segurança e melhora o compliance, já é uma tecnologia essencial. 

4 práticas recomendadas para ter sucesso com a Hybrid Cloud

Quando gerenciada corretamente a Hybrid Cloud pode oferecer o melhor dos dois mundos para o negócios dos seus clientes.

Escreva seu comentário